quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Delegada garante que violência contra mulher vem diminuindo

Fotos: Ronaldo Modesto e Waldyr Silva
Delegada Maria Regina

Carnavalesca Síndima Pinto
Em virtude do recrudescimento de casos de violência praticada contra a mulher em Parauapebas, na maioria dos casos ocorrida dentro do próprio lar das pessoas envolvidas, a delegada Maria Regina Cardoso Rodrigues, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Parauapebas, assegura que a polícia vem combatendo este tipo de crime, fazendo valer a Lei nº 11.340/06, mais conhecida por “Lei Maria da Penha”.

A autoridade policial diz entender que a violência contra a mulher existe em todo o mundo, mas destaca a importância da “Lei Maria da Penha”, que possibilita que agressores de mulheres no âmbito doméstico e familiar sejam presos em flagrante ou tenham prisão preventiva decretada.

Maria Regina Cardoso defende que a família é a base de alicerce de toda a sociedade organizada, e por isso deveria ser respeitada e acolhida por todos os membros desta mesma sociedade.

A delegada aponta o sistema Disque Denúncia, que atende pelo telefone 3346-2250, como um dos principais instrumentos usados pela comunidade local para denunciar homens violentos contra mulheres.

Ela informa que hoje as mulheres estão tendo mais coragem para denunciar eventuais violências praticadas contra elas, denunciando, e com isso fazendo com que os culpados paguem na Justiça pelo crime que cometeram.

Segundo Maria Regina Cardoso, a Deam hoje em Parauapebas recebe uma média de 60 queixas de mulheres dando conta que foram violentadas física ou psicologicamente no município. Essas queixas se transformam na abertura de uma média de 15 inquéritos policiais...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Cidade de Parauapebas terá unidade da rede hoteleira Accor

Fotos: Zé Dudu

O município de Parauapebas receberá ainda este ano uma unidade da rede de hotéis Accor. A revelação foi feita no último domingo (26) à reportagem pela secretária nacional de Políticas de Turismo, Bel Mesquita.

Líder mundial em operação hoteleira e de mercado na Europa, a rede Accor está presente hoje em 90 países com 4.400 hotéis e mais de 530 mil quartos. Só na América Latina são 182 hotéis distribuídos em 10 países.

Bel Mesquita enfatiza que geralmente as pessoas olham o turismo como se fosse apenas um viajante que venha passar as férias por aqui. Mas não é só isso, diz ela. “Temos que pensar no peixeiro que vende o pescado para o turista, na quantidade de lençóis adquiridos pelas empresas hoteleiras e no total de veículos comprados por ano para atender à demanda dos turistas, pois o turismo, na verdade, é um movimento econômico”, observa a secretária.

No entender de Bel Mesquita, não adianta se pensar em fazer turismo se não tiver quem queira investir em hotelaria. Ela diz que quem vem fazer turismo ou negócios em Parauapebas precisa ter mais oportunidades para investir no município e região. “E é por isso que a rede hoteleira Accor vem instalar uma unidade aqui na cidade, por acreditar no potencial turístico e de negócios na região”, arremata a secretária, acrescentando que o turismo no Brasil movimenta 3,6% do PIB nacional...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Internet dissemina conceito de desenvolvimento territorial

O uso das redes sociais vem se tornando estratégia importante para divulgação do conceito de desenvolvimento territorial e do trabalho realizado pelo Sebrae na área. Hoje, estão disponíveis o blog Territórios em Rede, a página do Facebook Sebrae no Desenvolvimento Territorial, o Site Especial de Desenvolvimento Territorial, o perfil no Twitter e uma página no You Tube.

Os canais trazem informações que facilitam a atividade dos pequenos negócios nos municípios, como novidades na legislação, aumento do teto do Supersimples, desdobramentos da Lei Geral, além de cursos e capacitações.

“Queremos criar a consciência de que o desenvolvimento territorial pode ser implementado em qualquer localidade, como nas comunidades, nos bairros e nas favelas. Não está limitado apenas aos Territórios da Cidadania (regiões estipuladas pelo governo federal que apresentam baixo índice de desenvolvimento)”, afirma Pedro Valadares, gestor dos canais no Sebrae.

Segundo Valadares, o público que procura os canais de comunicação é formado por gestores, empresários, acadêmicos e técnicos do Sebrae. Ele conta que o projeto é marcado pela interação com os usuários proporcionada pelas redes sociais, como a possibilidade de esclarecer dúvidas e realizar, a cada 15 dias, fóruns sobre temas vinculados ao setor.

“Tivemos mais de 44 mil acessos no blog em 2011, mais de 100 mil visitas ao site específico desde 2010 e contamos, hoje, com mais de cinco mil usuários no Facebook. Com isso, conseguimos disseminar a temática do desenvolvimento territorial a um público diversificado”, explica.

A comunicação se baseia no reforço da mensagem e no caráter complementar dos canais. Criar rotinas, como definir a periodicidade de atualização das notícias, também é importante. As páginas são alimentadas diariamente. No caso do Twitter, mais de uma vez ao dia. “Pesquisas na área mostram que os horários de maior acesso ao microblog são de manhã, no horário do almoço e no final da tarde”, informa o gestor.

O programa nacional Sebrae nos Territórios da Cidadania, a instituição promove atendimento e medidas para a melhoria do ambiente de negócios em localidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A iniciativa tem a finalidade de promover o desenvolvimento econômico e levar cidadania por meio de ações sustentáveis.

Atualmente, o Sebrae está presente em 100 das 120 localidades que fazem parte do programa. Nessas áreas serão aplicados, a partir deste ano, projetos desenvolvidos pelas unidades estaduais da instituição. Para isso, haverá investimento em torno de R$ 128 milhões até 2014. (Fonte: Sebrae)

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Marcação

by J.Bosco

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Reportagem contribui para conservação de açaizal

Fotos: Waldyr Silva

Matéria veiculada na edição 2313 (12 a 13/01/2012) do CORREIO DO TOCANTINS, sobre denúncia de moradores de Parauapebas dando conta que uma área de conservação ambiental formada por varjão e centenas de pés de açaí no Bairro Chácara do Sol estava sendo ameaçada de degradação ambiental, com a colocação de lixo e entulho numa área do terreno, contribuiu para que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente tomasse alguma providência no sentido de coibir o crime ambiental.

A medida para conter a ação de degradação ambiental ocorreu na manhã desta sexta-feira (24), com a limpeza da área, colocação de cerca protetora, plantação de cerca de 100 mudas de árvores nativas, como açaí precoce, ipê, jamelão (azeitona) e pau preto, e fixação de placas de advertência no local.

Em declarações prestadas à reportagem do CORREIO, a secretária municipal de Meio Ambiente, Jeanny Luce da Silva Freitas Frateschi, informa que a prefeitura está mapeando todas as APPs (Área de Preservação Permanente) existentes na cidade, com o objetivo de mantê-las conservadas, uma vez que a maioria delas vem sendo invadida e ocupada desordenadamente por famílias sem-teto, ou mesmo por lixo...

Coluna Linha Cruzada (25 a 27/02)

Servidores públicos de Parauapebas receberam em seus e-mails institucionais, no início da semana, a primeira edição do Boletim Informativo dos Servidores (BIS) Online. /// O informativo, em formato digital, é um produto desenvolvido pelo grupo de trabalho de comunicação interna, que tem como objetivo implantar e desenvolver essa estrutura dentro da prefeitura. /// O BIS Online terá edição quinzenal nesse primeiro momento, mas, de acordo com o grupo de trabalho, a meta é torná-lo semanal. /// A linha editorial do informativo é pautada em informações de interesse dos servidores, tanto relacionadas aos serviços públicos municipais quanto a assuntos do cotidiano. /// O grupo de trabalho faz parte da equipe da Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura, que desenvolve outras frentes de trabalho no setor para divulgar informações de interesse público. /// Por falar em Ascom, veículos de comunicação de Parauapebas continuam à espera de uma decisão da repartição para fechar contrato com a prefeitura na divulgação de ações do Executivo municipal. /// A desculpa do órgão é que o Gabinete do Prefeito depende fechar acordo de preço com a agência que ganhou a concorrência para gerir recursos voltados para a publicidade do governo municipal. /// Encontram-se abertas, até a próxima quarta-feira (29), as inscrições para a II Olimpíada da Mulher em Parauapebas, programação que integra as comemorações da Semana da Mulher. /// As modalidades esportivas da competição são handebol, vôlei, futsal, tênis de mesa, caratê e xadrez. /// Os times podem se inscrever na Secretaria Municipal da Mulher, 2º piso do prédio da prefeitura, localizado no Bairro Beira Rio II, ou pelo fone 3356-0773. /// Desde o início do mês, as comunidades rurais dos municípios de Parauapebas, Ourilândia do Norte, Tucumã e São Félix do Xingu ficaram de ser beneficiadas com a ampliação do sinal de telefonia celular. /// A melhoria no serviço viria por meio de investimentos da mineradora Vale, que conectou numa torre da sua área operacional uma ERB (Estação Rádio-Base) e instalou uma torre na comunidade Santa Rita, aonde o sinal de telefonia não chegava. /// Com o posicionamento estratégico dessas duas torres, as comunicações da empresa e destas comunidades teriam uma melhora significativa. /// No início da semana, o sinal ficou de alcançar os moradores da Vicinal Picadão, Calça Amarela, Vicinal Madalena, Vicinal Matadouro, Campos Altos, Vila Aldeia, Vicinal Malária, Santa Rita, Agrovila Minerasul, além da Escola Rural São Mateus. /// A Vicinal Picadão é a estrada que liga Ourilândia do Norte à Unidade Operacional de Onça Puma e agora tem 95% da sua extensão coberta por sinal celular. /// A Escola de Governo do Pará está oferecendo cinco cursos gratuitos para servidores municipais, estaduais e federais de Parauapebas. Os cursos são elaboração de projeto e captação de recursos, convênio administração pública, coaching no serviço público, redação oficial e gramática aplicada e segurança no trabalho e primeiros socorros. /// Para todos os cursos, que serão ministrados no Ceup, no período de 12 a 16 de março, são disponibilizadas 80 vagas divididas em duas turmas, nos horários de 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas. /// As inscrições tiveram início na última quinta-feira (23) e seguem até o dia 2 de março. /// Bom final de semana.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Idosos devem reforçar vacinação contra doenças pneumocócicas

Com o crescimento da população com mais de 60 anos, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) alerta para a importância da prevenção de doenças por meio de vacinas com atenção especial para as doenças pneumocócicas (DP) e a gripe (influenza), principalmente para as pessoas acima dos 50 anos de idade.

Na próxima segunda-feira (27) se comemora o Dia do Idoso. Segundo a SBIm, está comprovado que a prevenção de doenças significa melhoria na qualidade de vida e economia, já que grande parte dos brasileiros gasta uma parcela considerável do orçamento mensal com remédios.

É importante estar atento à saúde do idoso, pois nesta idade a pessoa fica mais vulnerável a doenças graves. Uma pesquisa recente divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que o brasileiro gasta 29,5% a mais do que o governo para ter acesso a bens e serviços de saúde. Do total consumido pelas famílias brasileiras, 8,1% corresponderam a gastos com saúde, ou seja, o orçamento das famílias dedicado à compra de medicamentos, que era de 34,63% do total das despesas, em 2008, subiu para 35,8%, em 2009. A tendência tem a ver com o aumento da renda e o envelhecimento da população.

De acordo com os indicadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), os maiores de 50 anos têm um custo de vida mais alto, apontando a alimentação em primeiro lugar, responsável por 93% dos gastos; as contas (luz, água e telefone) em segundo lugar, com 79%; e em terceiro lugar os gastos com remédios (59%). Este último dado aponta que a despesa com medicamentos é maior entre as mulheres (62%) do que entre os homens (54%)...

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Escola Mocidade do Primavera conquista título do carnaval 2012

Fotos: Luís Bezerra
Jean Alencar, presidente da Liabesp

Irmãos Raimundo e Síndima Pinto, da Primavera
Com o tema “Primavera, bandeira de luta - Lei Maria da Penha”, o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Mocidade Independente do Primavera foi campeão do carnaval de Parauapebas em 2012.

A agremiação recebeu 86 pontos do corpo de jurados e nota máxima em seis quesitos. Por sua vez, a escola de samba Acadêmicos do Sol Nascente ficou em segundo lugar, com 83 pontos. Em terceiro lugar ficou a escola Estação Eles e Elas, com 78 pontos, e por último a agremiação carnavalesca Acadêmicos do Liberdade, com 49 pontos, que se apresentou na avenida com um atraso de uma hora e meia.

A apuração dos pontos obtidos pelos blocos carnavalescos ficou para a semana que vem, uma vez que são mais de 10 blocos a serem julgados e avaliados pela Liga das Agremiações de Blocos e Escolas de Samba de Parauapebas (Liabesp).

Bloco carnavalesco distribui 240 litros de cachaça para foliões

Fotos: Ronaldo Modesto

A coordenação do bloco carnavalesco “Cala a Boca e me Beija”, à frente o repórter Luís Bezerra Mendonça e Josean Brito dos Santos, conhecido popularmente por “Chocolate”, distribuiu numa caixa d’água, na última terça-feira (21) de carnaval em Parauapebas, 240 litros de cachaça aos foliões.

Foram utilizadas 20 caixas de pinga da marca “51”, cada uma contendo 12 litros, totalizando 240 litros do etílico, que foi misturado com limão, açúcar e outros ingredientes apropriados para a produção de batida.

O consumo de toda a batida foi acompanhado de muito samba no pé, churrasco e muita animação por conta dos foliões que brincaram o carnaval deste ano em Parauapebas.

Os organizadores do bloco carnavalesco “Cala a Boca e me Beija” garantem que a distribuição de cachaça gratuita em caixa d’água para o público vai continuar no carnaval do ano que vem, com maior quantidade de batida.

Subcomandante da PM assegura que carnaval foi tranquilo

Ronaldo Modesto
Embora tenham sido registrados cinco homicídios, vários acidentes de motos, com uma perda de vida, esfaqueamento e desordem por excesso de bebida no período da festa momesca, o subcomandante do 23º Batalhão de Polícia Militar em Parauapebas, major Sabbá (foto), assegura que o carnaval foi aparentemente tranquilo no município.
Das mortes ocorridas no período de carnaval, uma foi registrada na primeira noite da festa, quinta-feira (16), nas proximidades do Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC), tendo como vítima Manoel Raimundo Santos Souza, 31 anos, atingido por uma bala perdida. A segunda vítima, Lourival Pereira da Luz, 34 anos, foi executada com um tiro de espingarda na madrugada da última sexta-feira (17), na zona rural.
Já no sábado (18), por volta de meio-dia, no Bairro Rio Verde, Parauapebas, foi executada com três tiros na cabeça a mulher identificada apenas pelo prenome de Maiara, conhecidas como “Grande”.
Na madrugada desta quarta-feira (22), ao retornar do carnaval para casa, foi vítima de acidente o motoqueiro Antonio Kelvin Fernandes Moraes, 20 anos, abalroado por um Palio conduzido por José do Socorro Moreira Pimentel, 39 anos.
Ainda na manhã de ontem (quarta-feira), foi resgatado das águas do igarapé Rio Verde, no km 15 da rodovia PA 160, sentido Parauapebas/Canaã dos Carajás, o corpo de um homem até então sem identificação...

Candidato do Brasil ao Nobel da Paz se apresenta em Parauapebas

Fotos: Waldyr Silva


Acompanhado do presidente do Comitê da Paz no Brasil, Manoel Morais, e do presidente do Comitê da Paz Internacional, Carlos Ferreira Amorim, o pastor evangélico Gilberto Marques de Souza se apresentou no último sábado (18), no auditório da Prefeitura de Parauapebas, como candidato oficial do Brasil ao Prêmio Nobel da Paz 2012.

Na ocasião de sua apresentação, pastor Gilberto Marques ministrou palestra a respeito do que o impulsiona a promover obras sociais e a construção do Hospital Galileu, no município de Ananindeua, região da Grande Belém, entre outros projetos de cunho sócio-assistencial.

Presidente da Convenção Interestadual de Ministros em Igrejas Evangélicas da Assembleia de Deus no Estado do Pará (Comiadepa) pelo seu oitavo mandato, com sede em Belém, pastor Gilberto Marques fez um breve relato sobre seu trabalho social que diz vir desenvolvendo no Estado do Pará, de Belém às mais longínquas regiões da unidade federativa.

A eleição para escolha do Nobel da Paz deste ano está marcada para o mês de dezembro de 2012. O ganhador (ou ganhadores) do prêmio será contemplado com medalha de ouro, diploma e um cheque no valor de 10 milhões de coroas suecas, que corresponde a um milhão de euros...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Horário de verão termina no próximo domingo

Termina no próximo domingo (26) o horário brasileiro de verão, que teve a maior temporada desde 1985. Os relógios devem ser atrasados em 1 hora em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além da Bahia e do Distrito Federal.

O período, iniciado em 15 de outubro do ano passado, teve 133 dias, por conta da coincidência entre o dia previsto para o término do horário de verão e o domingo de carnaval, quando o encerramento deve ser no fim de semana seguinte, no caso, dia 26 de fevereiro de 2012. O objetivo é evitar que, no meio da folia, a população se esqueça de ajustar os relógios.

A estimativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é que o horário de verão permita uma economia entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões para o país. A diminuição da demanda estimada de eletricidade é de 4,6%, ou o equivalente a 2.650 megawatts.

No Brasil, o horário foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então presidente Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase meio ano, vigorando de 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932. No verão seguinte, foi reeditada a medida com a mesma duração da primeira versão.

Posteriormente, a adoção da medida foi retomada em períodos não consecutivos, nos anos de 1949 até 1953, de 1963 até 1968, e nos tempos atuais, a partir de 1985. O período de vigência é bastante variado, mas a média nos últimos 20 anos está em torno de 120 dias de duração. (Fonte: AE)

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Escala de serviço do DMTT afasta agentes das ruas de Parauapebas

Fotos: Ronaldo Modesto
Agentes Martins, Pires e Milton



Servidores convocados
Uma nova escala de prestação de serviços no controle do tráfego de veículos na cidade de Parauapebas vem desagradando um grupo de agentes de trânsito do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), que vem substituído os agentes qualificados por auxiliares técnico-administrativos da prefeitura e por agentes de saneamento para controlar o trânsito na cidade.
A denúncia foi feita no último sábado (18) na redação da Sucursal do Jornal CORREIO DO TOCANTINS em Parauapebas pelo agente de trânsito Milton José de Lima Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Agentes de Trânsito e Transportes de Parauapebas (Sinattp).
Acompanhado dos agentes Francisco Martins e Joseli Pires, diretores também do Sinattp, Milton José Vasconcelos denunciou que a coordenação do DMTT vem perseguindo alguns agentes de trânsito do órgão, adotando escala diferenciada de prestação de serviços, considerada por ele como “atitude ilegal”, de acordo com o regimento interno da repartição pública.
Para Milton José Vasconcelos, a escala de serviço adotada oficialmente pelo DMTT é de seis horas trabalhadas, com carga horária semanal máxima de 40 horas e convocação extraordinária, mas neste período de carnaval a coordenação do órgão havia adotado uma escala de 14 horas.

Segundo o sindicalista, ele procurou o coordenador de operações do DMTT, agente José Oliveira, para apaziguar a situação, sugerindo que a escala de seis horas fosse respeitada e que na necessidade os agentes fossem convocados extraordinariamente, mas o coordenador não havia concordado com a proposta, mantendo a escala de 14 horas.

Por este motivo, cerca de 20 agentes de trânsito que não concordaram com a nova escala estão pegando falta ou ficando parado nas instalações do órgão no período correspondente à antiga escala de seis horas.

Na falta desses servidores, de acordo ainda com Milton Vasconcelos, a coordenação do DMTT convocou vários auxiliares técnico-administrativos da prefeitura e agentes de saneamento para controlar o trânsito neste período de carnaval, “sem entender do assunto”.

Na avaliação do presidente do Sinattp, a nova escala de 14 horas é desumana no tocante a quantidade de horas que cada agente deverá trabalhar no período carnavalesco.

Procurado pela reportagem na manhã desta segunda-feira (20), o agente José Oliveira confirmou a escala especial editada para o período carnavalesco, de 17 a 22 de fevereiro, mas disse que não poderia gravar entrevista para falar sobre o assunto, fato que só poderia ser feito pela Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura, que por sua vez se encontra fechada, em recesso, só recomeçando suas atividades na próxima quinta-feira (23). (Ronaldo Modesto/Waldyr Silva)

Apuração do desfile das escolas de samba e blocos ocorre nesta quarta

Fotos: Waldyr Silva






Depois dos desfiles oficiais de quatro escolas de samba e onze blocos carnavalescos, no período de sexta-feira (17) até esta terça-feira (21), a Liga das Agremiações de Blocos e Escolas de Samba de Parauapebas (Liabesp) realiza às 16 horas desta quarta-feira (22), na Praça de Eventos, a apuração e resultado dos ganhadores do certame deste ano.

O desfile das escolas de samba Acadêmicos do Liberdade, Estação Eles e Elas, Acadêmicos do Sol Nascente e Mocidade Independente do Primavera ocorreu no último domingo (19), na Avenida E, Bairro Cidade Nova. Depois do desfile das escolas, subiram ao palco as bandas Kaçamba e banda local.

Ontem (segunda-feira), foi a vez de se apresentarem na avenida os blocos carnavalescos Qui Bunitinho, Do Povão, Cala a Boca e me Beija e Samurai, seguidos das bandas Arte do Nordeste e banda local.

Para esta terça-feira (21), desfilam para o público os blocos Bye-Bye, Me Completa e Bicho Papão, e ainda a escola de samba Arrastão Pai d’Égua, fechando o carnaval deste ano com as bandas Baby Mel da Paraíba e banda local.

O desfile das escolas de samba, no domingo (19), foi antecipado pela apresentação do Bloco de Combate à Dengue, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde e acompanhado por crianças, um apelo à população para se defender da dengue.

ESCOLAS
No domingo (19), a primeira agremiação carnavalesca a entrar na avenida foi a escola de samba Acadêmicos do Liberdade, com um atraso de 90 minutos, e por isso a escola foi desclassificada, segundo antecipou à reportagem a direção da Liabesp.

A segunda escola a se apresentar aos foliões foi a Estação Eles e Elas, que levou para a avenida as estações primavera, inverno, verão e outono, representadas por criativas alas, com destaque para o carro alegórico “O rei do sol”.

Em terceiro lugar, apresentou-se ao público a escola Acadêmicos do Sol Nascente, com o enredo “Os encantos da Amazônia”, colocando na avenida os povos e suas lendas, como os índios, sua diversidade, a vitória-régia, suas lendas e mitos, e apresentando a mula-sem-cabeça.

Por último, entrou na avenida a escola de samba Mocidade Independente do Primavera, que tenta conquistar seu nono título, este ano com o tema “A Lei Maria da Penha”, levantando a bandeira do combate à violência doméstica.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Vendados por uma estupidez sem tamanho

* Edival Lourenço – O Homo sapiens, essa cereja do bolo do processo evolutivo, apesar de todo orgulho e jactância, não passa de um produto da Natureza, assim como a ameba, o mofo, a formiga, o ipê-roxo, o puma dos prados e tudo o mais quanto é ser vivente que há.

Como criatura da Natureza, somos oportunistas. Oportunista aqui no sentido de que só pudemos existir quando a Natureza criou as condições bastantes e necessárias para tal. E vamos deixar de existir quando a fila andar e a Natureza retirar as condições que nos permitem viver e alastrar o nosso processo cultural e civilizatório.

Muito antes de nós, os insetos e répteis habitavam este planeta conflagrado pelas intempéries. Havia rompimentos e colisões de placas tectônicas descomunais, com erupções vulcânicas repercutindo por todo o planeta, com alteridades climáticas impossíveis de ser toleradas pelos mamíferos. Havia trombadas de corpos celestes pelo universo afora, com estilhaços resvalando na Terra em toda parte. Inclusive a Lua seria um pedaço da terra que se soltou numa dessas colisões e acabou por acomodar-se num ponto de equilíbrio gravitacional sob influência de nosso planeta.

Só para se ter uma ideia, a monumental fragmentação e colisão de placas, cerca de 23 milhões de anos atrás, fez levantar na planície amazônica de então a cordilheira dos Andes. Os rios daquela bacia enorme faziam a captação hidrológica de toda a região e desaguavam no pacífico. Com a muralha geológica que se levantou nesse período, formou-se um enorme lago aos pés dos Andes. Com a água se acumulando incansavelmente e a sucessão de outros movimentos da crosta, os rios acabaram por se arrepender, deram marcha à ré e formaram a bacia amazônica do jeito que a conhecemos, colhendo as águas desde a vertente dos Andes até cair no Atlântico. Os Alpes na Europa e o Himalaia na Ásia são outros exemplos de cadeias montanhosas formadas a partir de colisão de placas tectônicas.

Agora imaginemos a devastação que esses fenômenos causavam ao redor do planeta. Diante daquele cenário, o terremoto de Lisboa de 1755, o Tsunami da Indonésia de 2004, e os recentes terremotos do Haiti e do Japão não passariam de espetáculos inocentes para divertir a turminha do jardim de infância.

Nessa época, e mesmo muito antes, várias espécies já ocupavam o planeta. As formigas e as baratas, por exemplo. As formigas estão por aí há mais de 100 milhões de anos, descendentes de vespas muito mais antigas, que remontam ao período jurássico. O Homo sapiens moderno, descendente do arcaico, teve seu início há cerca de 200 mil anos. Ou seja, em termos evolutivos acabamos de acontecer. Mas, de 200 mil anos atrás, até há 10 mil, o ser humano sobreviveu como coletor em estilo de vida nômade, correndo das intempéries naturais.

Quando as intempéries amenizaram (a Terra reduziu as atividades sísmicas, o clima estabilizou-se consideravelmente, o regime de secas, chuvas, frio, calor resultante das estações do ano ganhou uma rotina mais ou menos previsível), as manadas de humanos nômades começaram a se estabelecer em ajuntamentos e então foi dado início à agricultura e à domesticação de animais. As cidades nasceram, sendo Jericó a primeira murada, no vale do Rio Jordão, Palestina (3.500 a. C. — seria a precursora dos condomínios fechados que são vendidos como a última novidade em moradia?). Desde então inventamos a roda, a religião, a escrita, a literatura, a filosofia, o livro, o antibiótico, a rede mundial de computadores. Descobrimos a cura de várias doenças e o assassinato em massa, a produção e acumulação de riquezas e o exaurimento dos recursos naturais. Estudiosos defendem que a organização social, com a consequente evolução civilizatória, só foi possível graças a uma janela de amenidade climática que se abriu sobre nós nos últimos 10 mil anos. Caso contrário, seríamos ainda grupos coletores correndo abaixo e acima dos predadores e das adversidades do tempo.

Dentro da era cenozoica, por intervenção humana abriu-se o período antropoceno, a partir do século XVIII, quando a atividade do Homo sapiens começou a impactar firmemente o clima na Terra e o funcionamento de seus ecossistemas. Naturalmente, não temos noção de quando essa janela de amenidade climática vai se fechar. No entanto, com a nossa intervenção, essa oportunidade evolutiva que a natureza nos deu já vai se fechando rapidamente. Quer pela dizimação dos ecossistemas, quer pelo exaurimento dos recursos naturais, quer pelo excesso de poluição atirada ao espaço que vai retirando de nossa cobertura a camada de ozônio.

Apesar de que somos diferenciados das demais espécies pela nossa capacidade intelectual, parece que, quando se trata de preservação da Natureza, somos vendados por uma estupidez sem tamanho. Quando saem as metas de preservação das convenções de sustentabilidade, como a Rio 92 e a Cop 10, os países são unânimes em alegar que para cumpri-las será preciso primeiro acumular mais riquezas. Ou seja, antes de começar a preservar, será preciso estragar um pouco mais.

Nesse jogo de empurra, acabaremos por colocar nosso meio ambiente numa condição de descarrilamento, de singularidade total, quando não será mais possível recobrar uma posição minimamente segura. Que iremos um dia morrer como espécie, não tenha dúvidas. Só não precisava era apressar as coisas tanto assim.

* E escritor, autor de Naqueles Morros, Depois da Chuva, Editora Hedra

Vítima de enchente abrigada em barracão apela para autoridades

A pedido, publicamos comentário anônimo de uma pessoa que se encontra abrigada no barracão da Usimig, vítima de enchente.

"Olá, bom dia! Srs.: venho reclamar em nome das famílias que se encontram abrigadas no galpão Usimig. Nossa indignação é em função da indiferença e descaso que estamos sofrendo desde vários meses de espera. Isto é o que entendemos como uma verdadeira afronta aos direitos humanos. A constituição federal nos confere o direito à moradia digna, porém as autoridades locais (prefeitura), que poderiam agir como agente facilitador, são, na verdade, o principal entrave que tem eternizado propositadamente o sofrimento das nossas famílias.

Srs., se o loteamento já foi viabilizado, por que não agilizar a ocupação legal da área? Por que tanta morosidade, se o governo já liberou verbas e agora só falta a prefeitura cumprir o seu papel, agilizando a liberação ordenada dessa área? As casas também já estão prontas, porém, segundo previsões, estão esperando chegar mais próximo da política para os surpermens aparecerem e salvar a pátria.

Sr. Waldyr, sou um dos abrigados. Conheço a legislação ambiental, conheço um pouco dos direitos humano e direito internacional de habitação. Espero contar com seu apoio para divulgação desse comunicado, para que, através do exercício da nossa democracia, possamos alcançar o direito a uma moradia digna.

É inconcebível em um país continental, numa cidade que deveria ser modelo, famílias estejam vivendo em submoradias em condições tão precárias como a que estamos vivendo agora. A água que bebemos não atende aos padrões de portabilidade do Ministério da Saúde, há acúmulo de resíduos de diversas classes por toda a área e os resíduos acumulados não estão sendo coletados regularmente. Também há acúmulo de água por vários locais, expondo as dezenas de crianças e mesmo os adultos a diversos tipos de vetores de doenças como dengue, leptospirose, barriga d’água e outras. Não há serviço de manutenção nos banheiros, alguns inclusive já impróprios para o uso. Neste período de chuvas temos que acordar com as crianças molhadas e os pequenos quartos com paredes improvisadas de lona alagando, pois o telhado está em péssimas condições.

Recentemente, mais uma vez fomos enganados pelo famoso ”banho-maria”. Fomos comunicados no inicio do mês que os lotes e as casas seriam entregues no dia 17-02-2012, porém no informaram que por força maior a entrega seria adiada para o dia 25 deste mês. Ontem à tarde (19), ocorreu mais uma prorrogação e agora é para o dia 02/03/2012. E assim, sucessivamente, vão protelar até quando eles ou até quando quisermos.

Mas estamos unidos, já temos direito e vamos lutar. Se tivermos que ocupar a área, vamos! Se for para ir manifestar no DF, vamos! Se for para pedir ajuda internacional, vamos também! Esperamos um retorno o mais urgente possível. Desde já obrigado".

Presente

by J.Bosco

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Curar 'ressaca' com mais álcool pode ser prejudicial, alerta médica

Muitas pessoas que excedem o consumo de bebida alcoólica nesses dias de carnaval acreditam que beber novamente no dia seguinte vai melhorar o mal-estar provocado pelo álcool, mas os médicos alertam que essa prática pode trazer prejuízos para o corpo.

Quando a pessoa bebe novamente no dia seguinte para tentar diminuir a ressaca, o álcool faz com que sejam liberadas substâncias que estimulam o sistema nervoso, como endorfina e cerotonina e, por isso, a pessoa tem a sensação de bem-estar.

A médica Maria Luiza Wanderley explica que em determinadas circunstâncias, essas substâncias podem sobrecarregar os rins e o fígado e que muitas doenças podem ser consequência do excesso de bebida. A orientação é beber muita água. (Fonte: G1)

Quaresma: católicos têm 40 dias para refletir sobre a vida cristã

Quaresma, conforme a Igreja Católica, é um período de preparação espiritual para a Páscoa, quando os 40 dias que antecedem a festa da ressurreição de Jesus Cristo tornam-se uma oportunidade para os fiéis refletirem sobre a vida cristã. Começa na quarta-feira de Cinzas, 22 de fevereiro, e termina no domingo de Ramos, 1º de abril, uma semana antes do domingo pascal.

Para viver esse tempo de conversão, os cristãos são orientados a fazer oração, jejum e a exercer caridade. A igreja adota a cor roxo, em sinal de penitência.

Segundo o padre Jaime Barbosa Sidônio, chanceler da Cúria Metropolitana de Belém, essas três práticas ajudam a viver o processo de conversão intensamente. "Digo intensamente porque conversão não é um processo somente a ser vivido no tempo da quaresma, mas durante toda a vida, a cada dia", orienta.

Os 40 dias que antecendem a Páscoa representam o silêncio no qual todos devem escutar a Palavra de Deus. Esse silêncio colabora com os católicos para que compreendam os mistérios sobre a vida de Jesus, como sua paixão, morte e ressurreição.

Valores de fraternidade e mudança de vida são reforçados nesse período e devem ser constantes no dia a dia dos fiéis. "A vivência cristã exige isso todos os dias, porque religião é amor. Na quaresma, devemos intensificar nossa devoção, sobretudo porque somos convocados à prática da caridade concreta", explica padre Jaime.

A missão da igreja em manter a tradição atravessa séculos e milênios. O catequista Fabrício Quaresma, da Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, no Bairro do Jurunas, é uma ajuda constante nesse trabalho. Aos 26 anos, o jovem trabalha na catequese a reflexão e compartilha esses conceitos com outros paroquianos. "Aconselho sempre a refletirmos sobre a vida de Jesus, desde seu batismo até sua crucificação", explica. (Fonte: O Liberal)

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Carnaval de rua recomeça neste sábado com desfile de blocos

Waldyr Silva
Depois da apresentação na noite desta sexta-feira (17) dos blocos Som dos Colégios, Do Pessoa, Camaleão Folia e de Os Carregos, o carnaval de rua de Parauapebas recomeça neste sábado (18) com o desfile dos blocos Camaleão, Piu Piu, Nessa Onda eu Vou e Jecas, na Praça de Eventos, centro da cidade. Além de blocos, os foliões vão contar ainda neste sábado com as bandas Tecno Mania e Gaby Amarantos.

O carnaval teve início na quinta-feira (16), com o arrastão do trio elétrico Zhell (Chiclete com Banana Cover) ao longo da Rua E, tradicional local onde desfilam blocos carnavalescos e escola de samba. Além da apresentação dos blocos, ontem se apresentaram no palco as bandas Malícia do Pará, Garota Sarada e a dupla Pedro e Paulo Vitor Elétrico.

Amanhã, domingo (19), desfilam na avenida as escolas de samba Estação Eles e Elas, Acadêmicos do Liberdade, Acadêmicos do Sol Nascente e Mocidade Independente do Primavera. Depois do desfile das escolas, sobem ao palco as bandas Kaçamba e banda local.

Na segunda-feira (20) será a vez de se apresentarem os blocos carnavalescos Qui Bunitinho, Do Povão, Cala a Boca e me Beija e Samurai, seguidos das bandas Arte do Nordeste e banda local.

No último dia de folia, terça-feira (21; desfilam para o público os blocos Bye-Bye, Me Completa e Bicho Papão, e ainda a escola de samba Arrastão Pai d’Égua, fechando o carnaval deste ano com as bandas Baby Mel da Paraíba e banda local. A apuração e resultado das escolas de samba e blocos ganhadores do certame estão marcados para as 16 horas de quarta-feira (22), na Praça de Eventos.

Além da programação realizada na Praça de Eventos, a população da vila Palmares II, a 20 quilômetros do centro da cidade, contará com uma programação própria no sábado, domingo e na segunda-feira, a partir das 21 horas.

SAÚDE E SEGURANÇA
Cerca de 50 pessoas ligadas ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e ao Conselho Tutelar de Parauapebas estão divulgando neste carnaval as campanhas de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e contra venda de bebidas alcoólicas e cigarros a menor de 18 anos.

Duzentos homens foram contratados pela prefeitura para fazer a segurança das pessoas no carnaval, além de 70 policiais militares e duas viaturas do Corpo de Bombeiros.

Uma portaria foi baixada pelo delegado Antonio Miranda proibindo a venda de bebida alcoólica em vasilhame de garrafa no circuito carnavalesco, compreendendo os trechos das ruas E e F, entre as ruas 11 e 6. A cada noite o evento deverá encerrar impreterivelmente às 3 horas da madrugada. Fica proibida a venda de bebida alcoólica nos estabelecimentos compreendidos como depósitos, no período das 3 às 7 horas da manhã.

De sexta a terça-feira (17 a 21), o trânsito de veículo sofre algumas alterações: a Rua F passará a ter sentido duplo no trecho compreendido entre as ruas 10 e 5, das 18 horas até o término do evento; a PA-275 (do quartel à portaria) terá sentido único entre as ruas 5 e 3, das 16 horas até o final do evento.

Fica proibido parar e estacionar na Rua F, entre as ruas 10 e 5, a partir das 16 horas até o término do evento (carros estacionados no local após as 16 h serão guinchados). O estacionamento público, ao lado do ponto de táxi da Cidade Nova, não poderá ser utilizado. Será permitido apenas o acesso a veículos de transporte coletivo, a partir das 16 h até o término do evento.

Coluna Linha Cruzada (18 a 20/02)

O prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen, decretou ponto facultativo aos servidores públicos municipais na segunda, terça e quarta-feira (20 a 22), em virtude do feriado de carnaval, em todos os órgãos municipais. Os serviços essenciais, que exijam plantão permanente, não estão contemplados no decreto. /// O Comitê da Paz e a Comiedepa oferecem a pessoas e órgãos convidados um coquetel às 17 horas deste sábado (18), no auditório da Prefeitura de Parauapebas, para apresentação do candidato oficial do Brasil ao Prêmio Nobel da Paz, pr. Gilberto Marques de Sousa, que na ocasião palestrará a respeito do que o impulsiona a promover obras sociais e a construção do Hospital Galileu. /// Parauapebas é considerado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) como um dos quatro municípios com maior risco de epidemia de dengue no Pará, com 850 casos suspeitos da doença só em janeiro deste ano. /// Neste carnaval, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) entra na avenida em um trio elétrico com 30 crianças com abadá e um carro alegórico com caixas d’água destampadas, jarros com água parada, ou seja, coisas que se devem evitar para proliferação do mosquito da dengue. /// Uma ação do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) está sendo feita nos bairros da cidade com orientações para os adolescentes sobre o uso da camisinha e as doenças sexualmente transmissíveis. /// A empresa Clean está com um estande no carnaval fazendo coleta seletiva, trocando material reciclável por camisinha, com previsão de distribuir cerca de 50 mil preservativos aos foliões. /// A ponte que liga a Vila Carimã, na zona rural, ao centro de Parauapebas encontra-se interditada sem condições de tráfego, até a próxima quinta-feira (23), quando os serviços de recuperação serão concluídos. /// Beneficiários do CadÚnico do Programa Bolsa Família, que mudaram de endereço e ainda não informaram seu novo local de moradia, e por isso não receberam a visita de uma entrevistadora em sua casa, estão sendo convocados para comparecer até o dia 29 de fevereiro na Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), na Rua E n° 669, Bairro Cidade Nova, na sala do Bolsa Família, para realizar ser recadastramento. /// Todos deverão comparecer com seus documentos originais em mãos, como Certidão de Nascimento das crianças, RG, CPF, Título Eleitoral, Carteira de Trabalho, contracheque e comprovante de residência atual. /// A primeira sessão do ano da Câmara Municipal de Parauapebas, na última quarta-feira (15), foi marcada por mensagens de apoio dos vereadores à família da jovem Thais Santos Feitosa, 12 anos, que foi encontrada morta na última terça-feira (14), após quatro dias de desaparecida. /// O presidente da Casa de Leis, vereador Zé Alves (PT), determinou que a Comissão de Direitos Humanos da Câmara se reunisse com representantes das polícias Civil e Militar, OAB, Ministério Público Estadual, prefeitura, CDL, Vale e demais entidades representativas de classe para acompanhar as investigações do caso. /// Por seu turno, o vice-presidente da Câmara, Wolner Wagner (PSDC), pediu para que todos fizessem um minuto de silêncio em memória da menor, destacando que em um momento como este a população precisa se unir para coibir a violência contra mulheres e crianças. /// Bom carnaval, leitor.

'Boataria' sobre desaparecimento de pessoas preocupa autoridades

Fotos: Waldyr Silva

Preocupados com o que consideram como boatos e uma onda de alarmes falsos que vêm girando na cidade a respeito de eventual desaparecimento de pessoas em Parauapebas, representantes do Poder Judiciário, Polícia Civil, Polícia Militar, Ministério Público e Conselho Tutelar convocaram a imprensa local na manhã da última quinta-feira (16) para “tranquilizar a população”.

Participaram da coletiva, que ocorreu no salão do júri do Fórum de Justiça, o juiz Líbio Araujo Moura, titular da 3ª Vara Criminal; promotora de Justiça Bruna Rebeca; delegado geral adjunto Rilmar Firmino de Souza; delegado Antonio Miranda Neto, diretor da 20ª Seccional Urbana de Policia Civil; delegado Vicente Gomes, da Divisão de Homicídios; ten-cel. Roberto Coracy, comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar; major Sabbá, subcomandante do 23º BPM; e Ivanildo Braga, membro do Conselho Tutelar de Parauapebas.

Na coletiva, as autoridades solicitaram que a imprensa insista em informar que não há motivos para pânico e que a população deve continuar agindo normalmente, com os alunos comparecendo às aulas, pois os órgãos de segurança pública estariam trabalhando no sentido de elucidar o crime de Thais Santos Feitosa e o desaparecimento de Josiane Alves da Silva.

Para o juiz Líbio Moura, não existe motivos para se criar um “estado de pânico” em relação a esses eventuais desaparecimentos. Ele sugere que os veículos de comunicação tenham muita responsabilidade na hora de divulgar as informações. “O que se tem de fato nesse instante é o desaparecimento da Josiane e o homicídio da menina Thais, somente isso. Não houve nenhum desaparecimento criminoso e sim alguns sumiços temporários de adolescentes que, depois de investigados, os casos foram registrados como fuga do lar”, afirmou o magistrado.

Por sua vez, o delegado Antonio Miranda revelou que nos últimos dias a polícia registrou denúncia de 12 supostos desaparecimentos de pessoas em Parauapebas, dos quais apenas dois, de Josiane e de Thaís, foram confirmados.

O delegado Rilmar de Souza assegurou que a polícia vem trabalhando nas investigações dos dois casos e que nenhuma ação pode ser descartada. “É normal que a população esteja apreensiva em virtude da dinâmica das informações incorretas, e muitas vezes levianas, que teimam em se propagar nas redes sociais. Mas é necessário que vocês da imprensa informem de forma correta o que realmente está acontecendo”, admoestou.

Segundo ainda o delegado geral adjunto, a decapitação e a falta dos membros no corpo encontrado da jovem Thais podem ter sido feitas por animais, já que não há sinais de cortes, mas esta informação só poderia ser confirmada oficialmente com a conclusão dos exames de perícias que estão sendo pelo IML, nos próximos dez dias. Ele confirma que Thaís foi executada com um tiro na nuca.

O comandante local da PM, ten-cel. Roberto Coracy, revelou que o 23º BPM conta com apenas 230 homens para atender aos municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Eldorado do Carajás, mas o Governo do Estado já havia sinalizado a realização de concurso público para a formação de praças, o que deveria ocorrer até o final do ano.

Publicidade na internet brasileira deve ultrapassar jornais

Propaganda deverá superar os gastos com anúncios em jornais e revistas até 2015

A previsão é apontada pela Wark International Ad Forecast, serviço que analisa o segmento. “O tempo gasto com as mídias digitais vem aumentando rapidamente. Sendo assim, é natural que os anunciantes migrem para onde se encontram seus consumidores”, explica o especialista Leandro Kenski, CEO da Media Factory, agência especializada em marketing digital.

Segundo a pesquisa divulgada nesta semana, os mercados emergentes vão garantir o crescimento da publicidade em 2012. Entre os 13 países pesquisados pela Wark, o Brasil deverá apresentar o quarto maior avanço, 8,5%, atrás de Rússia (16,5%), Índia (14%) e China (11,5%).

Já os jornais e revistas deverão apresentar leve queda em 2012, de 2% e 1,2% respectivamente. No caso do Brasil, o aumento da publicidade online deverá ser de 23,8%, informa a pesquisa. Já jornais e revistas devem avançar 3,6% e 6%, respectivamente.

Embora os gastos com publicidade online nos países pesquisados devam crescer menos em 2012 do que em 2011, quando o aumento foi de 16,6%, o segmento deverá responder por 20% do total investido em anúncios até o fim do ano, informa a Wark. (Fonte: O Debate)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Combate

by J.Bosco

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Garota desaparecida é encontrada sem cabeça, braço e pé

Fotos: Ronaldo Modesto


Desaparecida desde a manhã da última sexta-feira (10), quando saiu de casa em direção à escola onde estudava, a adolescente Thaís Santos Feitosa, 12 anos de idade, foi encontrada morta num loteamento em Parauapebas com o corpo sem cabeça e sem o braço e pé direitos.

O achado macabro ocorreu no final da tarde da última segunda-feira (13), mas o corpo só foi resgatado por volta das 14h10 de terça-feira (14) por peritos do Instituto de Medicina Legal (IML), que saíram de Marabá e foram até Parauapebas para fazer o resgate.

No período das 7 às 14 horas foi grande a movimentação de pessoas curiosas acompanhando o trabalho da polícia no local onde o corpo foi encontrado, num terreno cheio de mato do loteamento Paraíso, localizado nas proximidades do viaduto sobre a rodovia PA 275.

O caso exigiu a presença do delegado Alberto Teixeira, superintendente regional de Polícia Civil, que se deslocou de Marabá para Parauapebas com o objetivo de acompanhar o resgate dos restos mortais da menina e iniciar a investigação para elucidar o brutal assassinato.

O cadáver de Thaís Feitosa foi encontrado no final da tarde de segunda-feira (13) por Orisvaldo Luis dos Anjos, no momento em que o mesmo estava inspecionando uns lotes de sua propriedade. Ele conta ao jornal que tão logo avistou o cadáver, por volta das 18 horas, entrou em contato com o Disque Denúncia, mas a atendente teria entendido que se tratava de trote, e não deu atenção à denúncia. Na terça-feira pela manhã, ele disse ter comunicado o fato à Polícia Civil.

A coordenação do Disque Denúncia assegura que não recebeu nenhuma ligação na segunda-feira informando sobre o achado do corpo da menina, e que o comunicado só foi feito às 8h10 da manhã de terça-feira. Orisvaldo Luis foi ouvido pela polícia e posteriormente liberado.

O corpo da moça foi encontrado em adiantado estado de decomposição com o ventre voltado para cima, sem blusa, vestida com calça jeans, a perna direita esticada, sem o pé, e a perna esquerda ligeiramente inclinada para trás, sem a cabeça e o braço direito.

Nos membros superiores e inferiores esquerdos havia algumas fitas de material plástico e de tecidos. Próximo do corpo a polícia localizou embalagens de preservativo masculino (camisinha), uma arcada dentária, cabelos e costelas. O crânio, que se encontrava sem o couro cabeludo, foi localizado a cerca de vinte metros do cadáver. O braço e o pé da menina foram encontrados também nas proximidades do corpo. Todo este material foi recolhido para ser periciado pelo IML, em Marabá.

No período das 8 às 14 horas de terça-feira (13) a área onde o cadáver da vítima foi encontrado foi isolada pela polícia, até os peritos do IML chegarem de Marabá e procederem ao recolhimento de todo material capturado no local.

O trabalho de vasculhamento da área contou com apoio das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, além de peritos da Polícia Científica. Uma equipe de policiais civis de Belém chegou a Parauapebas ontem (quarta-feira) para investigar o caso.

MAGIA NEGRA?
Ouvido pela reportagem, o delegado Alberto Teixeira, superintendente regional de Polícia Civil, com sede em Marabá, declarou que, mesmo diante das circunstâncias em que o corpo foi encontrado, sem cabeça, braço e pé, a polícia ainda não podia afirmar que a adolescente teria sido vítima de ritual de magia negra.

Segundo o delegado, pode haver também a possibilidade de o ou os assassinos terem decapitado a moça para dificultar a identificação e a investigação do caso. “Não podemos ainda precisar se as partes do corpo foram colocadas distante do corpo ou mesmo se elas foram descoladas por animais como cachorro ou urubus. Só a perícia técnico-científica vai nos dar minuciosamente estas respostas, num prazo máximo de 30 dias”, explicou Alberto Teixeira, acrescentando que até o momento não há nenhuma pessoa suspeita de ter praticado o crime.

AJUDA DE BELÉM
Na manhã desta quarta-feira (15), chegou a Parauapebas, oriundo de Belém, o delegado geral adjunto Rilmar Firmino de Souza, para conduzir as investigações do assassinato de Thaís Feitosa. À reportagem, o delegado declarou que está tomando ciência de todas as circunstâncias como o crime ocorreu, para então definir as linhas de investigações para esclarecer os fatos e colocar atrás das grades o culpado ou os culpados deste bárbaro crime que chocou a população da região.

Rilmar de Souza informa ainda que estão envolvidos nas investigações policiais da Delegacia de Repressão do Crime Organizado (DRCO), Delegacia de Divisão de Homicídios e Núcleo de Inteligência Policial, além dos policiais de Parauapebas. “Por enquanto, não temos nenhuma pessoa suspeita do crime”, informa.


Familiares e amigos lamentam morte violenta de Thaís
No momento em que a polícia local aguardava a chegada de peritos do IML, a reportagem ouviu algumas pessoas que se encontravam no local. Antonio dos Santos Leite, tio de Thaís, disse que desde que a sobrinha dele desapareceu, na sexta-feira (10), todos os membros da família e amigos mais próximos estavam incansavelmente à procura de algum sinal da moça.

“Recebemos vários trotes de pessoas maldosas dizendo que o corpo de minha sobrinha havia sido encontrado. Mas só na manhã de hoje (terça-feira) fomos avisados pela polícia que o corpo de Thaís havia sido encontrado. Vim ao local e reconheci o corpo como sendo de minha sobrinha, pela sandália que ela estava calçada quando saiu de casa para escola”, conta o tio da vítima, bastante emocionando.

Segundo ainda Antonio dos Santos, Thaís Feitosa era uma menina de 12 anos de idade que agora que estava se formando como moça, não tinha namorado e se os familiares falassem que ela estava namorando ela ficava zangada. Thaís participava das atividades da Igreja Adventista, onde atuava no grupo de desbravadores.

Lara Maria Duarte, prima de Thaís, frisou que a prima não merecia isto, pois era uma menina muito boa com as pessoas de sua convivência. “Aconselho às minhas amigas e colegas que não andem sozinhas e não conversem com pessoas desconhecidas”, orienta Lara Maria.

Para Márcia Quaresma, professora, adventista e amiga da família, Thaís era uma menina muito carinhosa com todo mundo de seu círculo de amizade. “Ela sempre mandava bilhetinho dizendo que amava a gente e que nos finais de semana sentia falta de nós. Na igreja, ela desempenhava um papel muito bonito no Clube dos Desbravadores, um importante programa que nós adventistas desenvolvemos em Parauapebas”, descreve a amiga.

Márcia Quaresma adiciona que uma das coisas que Thaís mais gostava era vestir o uniforme da igreja. “Com todas estas qualidades, como pode uma pessoa desta ter uma morte tão violenta. A dor que os familiares dela estão sentindo agora é muito profunda. Desde que a Thaís desapareceu, na sexta-feira, a mãe dela passou mal e até hoje (terça-feira) se encontra internada. Agora, imagine a dor que ela vai ter quando souber que a filha foi encontrada morta nestas condições”.

Ivanildo Braga da Silva, membro do Conselho Tutelar de Parauapebas, informa que o órgão vem participando dos patrulhões realizados pelas polícias Civil e Militar nos finais de semana, em casas noturnas e bares da cidade. Nestas operações, vários adolescentes já foram flagrados ingerindo bebida alcoólica e desacompanhados dos pais ou responsáveis.

O conselheiro alerta aos pais de famílias que não deixem seus filhos menores de idade sair sozinhos à noite, principalmente para boates ou danceterias da cidade. “Quanto aos jovens, é importante que eles não batam papo com pessoas desconhecidas, não aceitem caronas, não ingiram bebida alcoólica e não saiam sozinhos”, orienta Ivanildo Braga, lembrando que outro problema que preocupa muito os conselheiros é a formação de amizade dos jovens por meio da internet. “É preciso que os pais monitorem, de certa distância, o bate-papo dos filhos nas redes sociais”, avisa o conselheiro, colocando o telefone do Conselho Tutelar, 3356-2150, à disposição da população.


Adolescente desapareceu a caminho da escola
Thaís Santos Feitosa saiu de casa, no Bairro Liberdade, por volta das 10h30 em direção à escola Cecília Meireles, no Bairro União. A família da moça, à frente o pai Manoel Alves Feitosa, ficou desesperada à procura da filha, sem obter nenhuma informação a respeito de seu paradeiro.

Na tarde de segunda-feira (13), um grupo de familiares, colegas de escola onde Thais estudava e da igreja evangélica que a jovem pertencia fez uma manifestação na portaria de acesso a Carajás, impedindo a passagem de veículos para os dois sentidos durante uma hora e meia, no intuito de chamar a atenção da sociedade local.

O pai da garota desaparecida assegura que desconhecia o ato público realizado na frente da portaria, impedindo o tráfego de veículos no local, e que só veio tomar conhecimento da manifestação minutos depois que a mesma havia encerrado.

Olete Alves Feitosa, tia de Thais, conta que a menina saiu da casa dos pais, localizada na Rua Santa Catarina nº 32, Bairro Liberdade, por volta das 10h30 da última sexta-feira (10), com destino à escola onde ela estudava, e não deu mais notícia.

“A partir das 3 horas da tarde de sexta-feira, o desespero tomou conta de todos nós, que passamos a ligar para a casa de outros parentes, para colegas de aula de Thais, para amigos da Igreja Adventista e pessoas conhecidas, mas ninguém dava informação sobre o paradeiro de minha sobrinha”, lamenta Olete Feitosa.

Ela lembra que o celular de Thaís foi acionado por várias vezes pelos familiares, mas as ligações não eram atendidas. A partir de 1 hora da manhã de sábado, as ligações davam sinal que estava fora de área.


Outras pessoas desaparecidas
No dia 10 de maio de 2010, a jovem Ana Karina Matos Guimarães, grávida, foi sequestrada, morta e até hoje seu corpo não apareceu. Três acusados no envolvimento da morte e sumiço do corpo da vítima se encontram presos em Belém, que são os indivíduos Alessandro Camilo de Lima, ex-namorado de Ana Karina; Francisco de Assis Dias, o “Magrão”; e Florentino de Sousa Rodrigues, o “Minego”. Graziela Barros Almeida, namorado de Alessandro, responde em liberdade.

Em 8 de janeiro deste ano, Josiane Alves da Silva, 28 anos, solteira, saiu de casa por volta das 16h50, no Residencial Amazonas, para pegar uma van e ir à igreja Testemunhas de Jeová, no Bairro da Paz, e nunca mais apareceu.

No dia 31 de janeiro, foram encontrados nas proximidades da igreja onde Josiane frequentava uma bolsa tiracolo e dois aparelhos de celulares pertencentes à moça.

No último dia 29 de janeiro, desapareceu de casa e nunca mais apareceu Reginaldo de Souza Miranda, 29 anos. E agora, dia 10 de fevereiro, some e é encontrava morta a adolescente Thaís Santos Feitosa, de 12 anos de idade. (Ronaldo Modesto e Waldyr Silva)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Janeiro registrou o maior número de novas habilitações de celular dos últimos anos

Em janeiro deste ano, foram habilitadas 2,9 milhões de novas linhas de celulares no país. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de novas habilitações é o maior registrado no mês de janeiro, nos últimos 13 anos, e representa um crescimento de 1,22% em relação ao mês anterior.

No total, já são 245,2 milhões de linhas ativas na telefonia móvel, com 125,29 acessos para cada 100 habitantes. Os terminais 3G (banda larga móvel) totalizaram mais de 50,8 milhões de acessos em janeiro.

Do total de acessos em operação no país, 200,7 milhões (81,86%) são de celulares pré-pagos e 44,5 milhões (18,14%), pós-pagos. A operadora Vivo lidera o mercado brasileiro, com 29,73% de participação, seguida da TIM (26,56%), Claro (25,78%), Oi (18,62%), CTBC (0,27%) e Sercomtel (0,03%). (Fonte: Agência Brasil)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Quase tudo pronto para o carnaval de rua em Parauapebas

Waldyr Silva
Já se encontrada montada quase toda a programação do carnaval oficial deste ano em Parauapebas, evento popular que será realizado na cidade no período de 16 a 21, na Praça de Eventos, pela Liga das Agremiações de Blocos e Escolas de Samba de Parauapebas (Liabesp), com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, que promete investir algo em torno de R$ 200,00 mil na organização da festa momesca.

Este ano vão desfilar na avenida 15 blocos carnavalescos e quatro escolas de samba. Dos 15 blocos, quatro desfilam apenas como participantes, sem concorrer com os demais; enquanto que os demais blocos concorrem ao certame.

Além de blocos e escolas de samba, os foliões vão contar ainda com arrastão do trio elétrico Zhell (Chiclete com Banana Cover), na quinta-feira (16); animação das bandas Malícia do Pará e Garota Sarada e a dupla Pedro e Paulo Vitor Elétrico, na sexta-feira (17); Tecno Mania e Gaby Amarantos, no sábado (18); Banda Kaçamba e banda local, no domingo (19); Banda Arte do Nordeste e banda local, na segunda-feira (20); e, por último, banda Baby Mel da Paraíba e banda local, na terça-feira (21).

A prefeitura garante montar uma mega-estrutura com segurança para atender aos foliões e ao público que costuma apreciar este tipo de evento popular na cidade.

O secretário municipal de Cultura, Cláudio Felipeto Feitosa, informa que os recursos financeiros subvencionados pela prefeitura já estavam sendo repassados às escolas se samba e blocos carnavalescos.

No ano passado, houve ameaça de cancelamento da festa, pois os recursos a ser repassados pela prefeitura demoraram muito a chegar às escolas e blocos, fato que provocou muita revolta e reclamação dos dirigentes carnavalescos.

Em 2011, o desfile das escolas de samba Acadêmicos do Liberdade, Sol Nascente e Eles e Elas, na última noite de apresentação, foi marcado por protesto promovido pelos carnavalescos das três agremiações contra Cláudio Feitosa.

Durante o desfile, os carnavalescos gritavam em protesto palavras de ordem como “Fora, Cláudio” e “Não deixe o samba morrer”, e exibiam na avenida vestimentas na cor preta e fantasias mal-acabadas, alegando que a verba repassada às escolas de samba não chegou a tempo de os foliões aprontarem as fantasias e carros alegóricos.

Na manhã desta segunda-feira (13), era grande a movimentação de carnavalescos nos barracões de algumas escolas de samba produzindo alegorias e fantasias para a festa desta semana.

PROGRAMAÇÃO
Sexta-feira (17): Desfile de quatro blocos participantes.
1º Bloco: Som dos Colégios
2º Bloco: Do Pessoa
3º Bloco: Camaleão Folia
4º Bloco: Os Carregos

Sábado (18): Desfile de um bloco do grupo A e três do B.
1º Bloco: Camaleão
2º Bloco: Piu Piu
3º Bloco: Nessa Onda eu Vou
4º Bloco: Jecas

Domingo (19): Desfile de quatro escolas de samba.
1ª Escola: Estação Eles e Elas
2ª Escola: Acadêmicos do Liberdade
3ª Escola: Acadêmicos do Sol Nascente
4ª Escola: Mocidade Independente do Primavera

Segunda-feira (20): Desfile de quatro blocos
1º Bloco: Qui Bunitinho
2º Bloco: Do Povão
3º Bloco: Cala a Boca e me Beija
4º Bloco: Samurai

Terça-feira (21): Desfile de três blocos e uma escola.
1º Bloco: Bye-Bye
2º Bloco: Me Completa
3º Bloco: Bicho Papão
Escola de Samba Arrastão Pai d’Égua

Quarta-feira (22): Apuração do carnaval de 2012, às 16 horas, na Praça de Eventos.

Aicop empossa nova diretoria para biênio 2012/2013

Fotos: Bariloche Silva e Francesco Costa
Jornalista Waldyr Silva

Composição da mesa

Laércio de Castro recebe documentação de Waldyr Silva

Integrantes da nova diretoria da Aicop
Blogueiro Zé Dudu, jornalista Lima Rodrigues e radialista Demerval Moreno
Numa solenidade que contou com a presença de autoridades de vários segmentos, a nova diretoria da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop) foi empossada na noite do último sábado (11), nas instalações do Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC).

Os membros da nova diretoria da entidade foram eleitos no dia 29 de novembro do ano passado, e têm como presidente o radialista Laércio de Castro Penha, eleito para um mandato de dois anos, que sucede ao jornalista Waldyr Silva, que há quatro anos comandava a associação.

Os demais diretores que assumiram seus cargos são Bariloche Silva (vice-presidente), Francesco Costa (primeiro-secretário), Elane Soares da Silva (segundo-secretário), Line Cássia Costa Godinho Santos (primeiro-tesoureiro) e Ozeias Fernandes da Silva (segundo-tesoureiro). Para o Conselho Fiscal, assumiram Rui Guilherme Santos Oliveira, Marcel Nogueira dos Santos e Frank James.

Ao usar a palavra, o até então presidente da Aicop, Waldyr Silva, agradeceu a presença de todos os convidados, o empenho de todos os colegas de diretoria, prestou conta das atividades desenvolvidas pela entidade e desejou sucesso à nova diretoria, comprometendo-se em apoiar os integrantes da nova gestão.

PROPOSTAS
A nova diretoria tem como plano de governo para os próximos dois anos a aquisição de lote para a construção de sede social da Aicop; celebração de convênios de saúde com hospitais, clínicas e odontológicas para os profissionais de imprensa e seus dependentes; descontos em farmácias, transporte coletivo e clubes; assessoria jurídica para defender os membros da entidade; e realização de encontros regulares para debater problemas da categoria referente ao relacionamento com os veículos de comunicação e a comunidade.

A nova diretoria se propõe ainda a inserção de membros da Aicop nos diversos conselhos municipais, realização de cursos de qualificação e reciclagem para os profissionais de imprensa, além de cursos profissionalizantes para seus dependentes; criação de campeonatos e eventos que promovam a integração regional da categoria, tanto com profissionais de comunicação quanto com o meio político e social; estimular a filiação dos veículos a entidades nacionais como, por exemplo, Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj); e equalizar piso salarial da categoria, de acordo com o potencial do veículo e a função do profissional.

Após a solenidade de prestação de contas e posse dos novos membros da diretoria da Aicop, foi oferecido um requintado jantar às pessoas presentes, acompanhado dos acordes da Banda Legionários, que animou a galera até 1 hora da manhã de domingo (12). (Francesco Costa)

Corpo de Bombeiros não tem viaturas para combater incêndio

Fotos: Ronaldo Modesto

A unidade do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Pará, instalada no município de Parauapebas, conta com suas viaturas de combate a incêndio e de socorro a pessoas acidentadas todas paradas, em virtude de pane em seus veículos.

A situação vem ocorrendo ao longo dos últimos meses, fato que vem deixando a população sem nenhum atendimento desta guarnição de proteção e de segurança na cidade.

Na última sexta-feira (10), uma residência localizada na invasão denominada “Morro do Chapéu” foi incendiada, a população apelou para o Corpo de Bombeiros, mas a unidade não pôde atender ao chamado da comunidade, em virtude da falta de viatura de combate a incêndio.

Procurado na última segunda-feira (13) pela reportagem para falar sobre o assunto, o major Luís Cláudio Farias, comandante da unidade do Corpo de Bombeiros em Parauapebas, confirma a situação caótica que vem passando nos últimos meses o quartel da unidade militar.

Segundo explicou o comandante, a manutenção das viaturas lotadas na corporação do Corpo de Bombeiros é feita, por meio de convênio celebrado com o Governo do Estado, pela Prefeitura de Parauapebas.

Nos últimos dias, ele diz ter mantido contato com a prefeitura, mas tem encontrado dificuldade para que as viaturas sejam consertadas e os serviços de salvamento restabelecidos.

“Estive pessoalmente numa oficina mecânica que eventualmente presta serviços de mecânica, mas o pessoal me informou que não vai consertar os veículos porque a prefeitura ainda estaria devendo o pagamento de serviços prestado ainda no ano passado”, lamenta o major Luís Cláudio Farias.

Diante desta dificuldade, o comandante afirma que providenciou um carro-pipa para atender, mesmo reconhecendo a precariedade, a eventuais incêndios que possam ocorrer em residências de um único piso.

NOTA DA PMP
A reportagem esteve na prefeitura na manhã desta segunda-feira (13) para falar sobre o problema. Em nota, a Assessoria de Comunicação (Ascom) confirma que a PMP celebrou em 2007 um convênio de cooperação mútua com o Corpo de Bombeiro Militar do Pará (CBMPA), com interveniência da Secretaria Executiva de Segurança Pública do Pará.

No convênio, a prefeitura se responsabiliza pela manutenção das viaturas e equipamentos operacionais utilizados pela Unidade do CBMPA instalados no município. Para realizar a manutenção dos carros, diz a nota, a prefeitura realizou uma licitação, visando à contratação de uma oficina.

“No entanto, não houve interessados inscritos no processo, que foi dado como deserto. Diante desse contexto, a prefeitura encontra-se numa tentativa de enquadrar o fato em uma situação de dispensa de licitação. Caso isso não seja possível, será aberta uma nova licitação para contratação de uma empresa que ofereça o referido serviço”.

A prefeitura esclarece ainda que o problema ainda não foi resolvido porque todos os procedimentos adotados são regidos pela Lei 8.666 (licitação), que conta com prazos que devem ser obedecidos. (Ronaldo Modesto/Waldyr Silva)

'Gatos' causam prejuízo de R$ 7 bilhões e encarecem conta de luz

A perda de energia elétrica com ligações clandestinas, os famosos "gatos", chega a quase R$ 7 bilhões ao ano no país, encarecendo as tarifas para todos os brasileiros. Em média, 13% da energia consumida não é faturada, segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A situação mais alarmante é na região Norte.

O estado recordista em "gatos" é o Amazonas, segundo levantamento da Abradee (Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica), com base nos números de 2010. A perda de energia chega a 30%. Na vice-liderança está o Piauí, que não fatura 21,9% do que é gerado, seguido por Alagoas (19,4%) e Rondônia (19,1%). O Rio de Janeiro aparece em sétimo lugar.

Mesmo com o aumento dos investimentos e da fiscalização pelas distribuidoras, o presidente da Abradee, Nelson Fonseca Leite, explicou que a redução das perdas é gradual e, portanto, os resultados devem aparecer apenas no longo prazo. "Ninguém vai mudar a cultura de combate às fraudes e furtos de um ano para outro", acentua, acrescentando que o retrato de 2011 não será muito diferente do que o revelado em 2010.

Por utilizar metodologia diferente, a média de perda por furto ou fraude calculada pela Abradee é de 5,1% de toda a energia colocada no sistema - 503.858 gigawatts-hora (GWh) - ante os 13% calculados pela Aneel. Mas, independentemente das diferenças no método de cálculo, Leite frisa que o prejuízo com os "gatos" são elevados. "Poderíamos pagar uma tarifa menor, se não tivéssemos um nível tão alto de perdas no Brasil", observa.

O entendimento da Aneel não é diferente. Em novembro, quando a agência discutiu a questão, o diretor Edvaldo Santana ressaltou que a energia consumida sem ser faturada - por furto ou fraude - é um dos "pontos fracos" para o desempenho do setor elétrico. Na avaliação dele, é "intolerável" que o nível médio de perda esteja em torno de 13%, com mais de 60% no Norte. "É como se as duas usinas do Rio Madeira (Santo Antônio e Jirau) fossem construídas apenas para suprir perdas". (Fonte: R7 Notícias)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Agressão

by J.Bosco

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Águia e Cametá disputam final do primeiro turno do Parazão

Ao derrotar a equipe do Clube do Remo no estádio Zinho Oliveira neste domingo (12), pelo placar de 2 a 0, o time do Águia de Marabá se classifica para disputar a Taça Cidade de Belém pelo Campeonato Paraense de Futebol.

O jogo chegou a ficar paralisado por 23 minutos por conta de brigas entre jogadores e preparadores físicos, que terminou com um jogador encaminhado a um hospital da cidade, após ter sido atingido com uma barra de ferro nas costas e o agressor - jogador do outro time - levado pela polícia para a delegacia.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Polícia Civil entrega sala de imprensa para comunicadores de Parauapebas

Fotos: Deicharles Damascena, Ronaldo Modesto e Zinho Bento





A Polícia Civil entregou na manhã da última quinta-feira (9) uma sala à Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), para servir de apoio aos repórteres que cobrem as notícias relacionadas à polícia. A direção da entidade batizou o espaço com o nome do jornalista Pedro Cláudio de Moura Reis, o “PC”, que faleceu no ano passado.

A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades, entre estas o major PM Bernardes, representando a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará; o juiz Líbio Araujo Moura, titular da 3ª Vara Civil Criminal; secretário municipal de Administração Luiz Vieira, representando o prefeito Darci Lermen; o vereador José Alves de Lima (PT), presidente da Câmara Municipal; além de Janderson Rodrigues, representante do diretor de Ferrosos da Vale, Antônio Padovezi; José Leonardo, da Associação Comercial e Industrial de Parauapebas (Acip); as promotoras Lígia Valente do Couto e Bruna Moraes, do Ministério Público; e os delegados Bruno Lima e Nelson Júnior.

Segundo o delegado titular da 20ª Seccional Urbana de PC, Antônio Miranda Neto, a intenção foi priorizar o trabalho da imprensa para que os jornalistas e radialistas façam uso da sala de forma harmoniosa. “A sala é de suma importância para que os profissionais de imprensa tenham um espaço para atuar aqui na 20ª Seccional de Polícia Civil. Isso demonstra transparência no trabalho e a valorização do profissional, já que as redes de comunicação vêm crescendo em Parauapebas e necessitam deste apoio, não só da Polícia Civil como dos demais órgãos. A ideia é que tenhamos sempre um bom relacionamento e que o profissional possa desempenhar bem o seu trabalho”, afirmou o delegado Miranda.

Para o presidente da Aicop, jornalista Waldyr Silva, “a disponibilização da sala significa o reconhecimento da polícia à nossa categoria, mais transparência e respeito”. Waldyr Silva informou ainda que a Aicop vem buscando espaço também na Câmara de Vereadores, no Quartel de Polícia Militar e em outras instituições, para que os profissionais de comunicação possam desempenhar suas funções de forma adequada.

Já o futuro presidente da entidade, radialista Laércio de Castro, que toma posse neste sábado (11) como novo dirigente da entidade, considera a sala como de grande importância para os profissionais da área de comunicação trabalhar melhor, porque marca a aproximação do poder público, no caso a Polícia Civil, com a imprensa da cidade e reforça a transparência da atuação da instituição.

Ao receber o imóvel, a direção da Aicop recorreu a colaboradores da cidade e adquiriu para a sala mesas, cadeiras, armário e computadores, para facilitar o trabalho do profissional de imprensa.

O filho do falecido jornalista “PC”, oftalmologista Hipólito Reis, representou a família na cerimônia de entrega da sala de imprensa e agradeceu a homenagem póstuma prestada ao seu pai. “O espaço não só é uma prova de responsabilidade das nossas autoridades com relação à transparência, mas também uma homenagem a uma pessoa que lutou e que sempre foi um batalhador para que o jornalismo livre fosse acessível a todo mundo”, destacou Hipólito Reis. (Lima Rodrigues)

Disque Denúncia comemora dois anos de atividades e premia policiais

Fotos: Ronaldo Modesto

A coordenação do sistema Disque Denúncia realizou na amanhã desta sexta-feira (10), em Parauapebas, cerimônia em comemoração aos dois anos de funcionamento da central, com entregue de prêmios às equipes policiais que mais operacionalizaram denúncias oriundas do serviço.

O Prêmio Gol, que já acontece há treze anos no Disque Denúncia do Rio de Janeiro, tem o intuito de motivar as equipes policiais a trazerem respostas para a sociedade sobre as denúncias feitas por ela diariamente na central de atendimento, que funciona em Parauapebas, através do telefone (94) 3346-2250.

Durante a cerimônia, oito equipes de policiais civis e militares, num total de 27 agraciados, foram premiadas com valores entre 200 e 400 reais. Como critério para o pagamento, a ação não poderia resultar em qualquer tipo de violência e deveria ser veiculada na mídia como sendo oriunda da Central do Disque Denúncia.

O sistema Disque Denúncia é gerenciado pelo Instituto Brasileiro de Combate ao Crime e executado por meio de ações de mobilização social viabilizadas pela articulação com diversos setores.

A central garante o efetivo controle social através da participação popular na deliberação de políticas públicas e incentiva a população a prestar informações relevantes de forma anônima, para ajudar principalmente na prevenção e repressão de crimes no município, com a garantia do sigilo e anonimato do denunciante.

Na avaliação do ten-cel. Roberto Coracy Silva, comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar, o Disque Denúncia vem contribuindo sobremaneira para que o índice de violência tenha caído em Parauapebas e em municípios vizinhos.

O comandante lembra que um dos fatores que vêm encorajando a sociedade a denunciar eventuais crimes à central do Disque Denúncia é o fato de o nome do denunciante ser mantido em sigilo absoluto.

Para o soldado Fabiano Batalha, um dos homenageados com o Prêmio Gol, a premiação, por meio de cartão magnético, motiva os policiais a se estimularem ainda mais nos serviços de combate ao crime no município.

Após a solenidade, coordenada por Márcia Guimarães, os convidados foram convidados a participar de um café da manhã no quartel do 23º Batalhão de Polícia Militar, onde ocorreu a premiação. (Ronaldo Modesto/Waldyr Silva)

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Novo site do Senado amplia transparência e acesso a notícias

O Senado Federal coloca no ar neste fim de semana seu novo site, com uma reformulação no padrão visual. Trata-se da primeira grande mudança no site desde junho de 2010, quando a Casa alterou, além do padrão visual, toda a estrutura de navegação de seu portal na internet.

O novo padrão foi elaborado pela Secretaria de Projetos Especiais, subordinada à Secretaria Especial de Comunicação Social (Secs). A execução da mudança ficou a cargo das equipes técnicas da Secretaria Especial de Informática (Prodasen) e da Secs. Todo o trabalho foi executado por funcionários da Casa, sem a necessidade de contratação de consultoria ou assessoria técnica externas.

A atualização foi feita com base em estudos comparativos com portais legislativos de diversos países, nas recomendações gerais da Inter-parliamentary Union (IPU) e no novo Manual de Identidade Visual do próprio Senado.

Outra novidade: na área institucional do site, abrigada no portal O Senado, estão sendo inseridas diversas informações, links e documentos que contam um pouco da história e funcionamento do Senado, que recentemente completou 185 anos de existência.

Já o Portal de Notícias do Senado, além da reformulação visual, estreou um novo sistema de publicação de conteúdo, baseado em software livre Zope/Plone. Entre os novos recursos disponíveis ao leitor estão uma barra de notícias urgentes com caracteres rolantes no alto da página e a pesquisa conjunta de matérias da Agência Senado e do Jornal do Senado. O Portal de Notícias é administrado pela Secs.

O Senado registrou um crescimento de 12% no número de acessos (pageviews) no ano passado em relação a 2010, alcançando cerca de 296 milhões, de acordo com o sistema de medição de audiência Webtrends. (Fonte: Agência Senado)