terça-feira, 23 de maio de 2017

Câmara abre licitação para contratar agência de publicidade

A Câmara Municipal de Parauapebas, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, torna público que às 9 horas do dia 5 de julho de 2017 realizará licitação na modalidade concorrência pública, do tipo técnica e preço, conforme processo nº 3/2017-00001CMP, para contratação de empresa para prestação de serviços de publicidade, compreendendo o conjunto de atividades realizadas integradamente, que tenham por objetivo o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criação, a execução interna, a intermediação e a supervisão da execução externa, a compra de mídia e a distribuição de publicidade com o intuito de atender ao princípio da publicidade e ao direito à informação, de promover os serviços, de difundir ideias, princípios, iniciativas e de informar o público em geral da Câmara Municipal de Parauapebas, Estado do Pará.
O procedimento licitatório será realizado na sala da Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Parauapebas e obedecerá ao disposto no artigo 37, parágrafo 1º, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, além das disposições das leis federais nº 12.232, de 29 de abril de 2010, 8.666, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores relativas a direitos e obrigações.
A presente licitação reger-se-á, subsidiariamente, no que couber, ainda, pela Lei Federal nº 4.680, de 18 de junho de 1965, pelo Decreto Federal nº 57.690, de 1º de fevereiro de 1966, parcialmente alterado pelo Decreto nº 4.563 de 31 de dezembro 2002, pelas Normas Padrão da Atividade Publicitária, editadas pelo Conselho Executivo das Normas Padrão, reconhecidas como aplicáveis pelo Decreto nº 4.563, de 31 de dezembro de 2002, pelo Código Nacional de Auto Regulamentação Publicitária, editado pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), que, mesmo desprovido de força legal, é admitido como instrumento de disciplina ética das atividades de propaganda no país, guardando-se a possibilidade de discussão de casos que se mostrem passíveis de novos entendimentos entre as partes e, por fim, pelo Código de Ética dos Profissionais de Propaganda.
O edital e seus anexos encontram-se à disposição dos interessados na sala da Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Parauapebas, na Av. F, Qd. 33, Lt. Especial, Bairro Beira Rio II, Parauapebas, a partir da publicação deste aviso, no horário de expediente das 8 às 14 horas.
Parauapebas, 19 de maio de 2017
José de Ribamar Souza da Silva
Comissão Permanente de Licitação
Presidente

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Fotógrafo de Parauapebas é selecionado para exposição internacional

O fotógrafo Anderson Souza, de Parauapebas, foi selecionado com uma foto no coletivo de fotografia Everyday Brasil para uma exposição que ocorre entre os dias 23 e 26 de maio, na cidade de Golshahr, no Irã.
De acordo com Ivana Debértolis, representante da Everyday Brasil, a exposição terá fotógrafos do Irã e do Brasil, e Anderson é o único representante paraense na lista.
A foto escolhida é de um índio Xikrin, produzida em 2014, em uma das muitas visitas feitas por Anderson às aldeias que fazem parte do município de Parauapebas.
Em fevereiro deste ano, a exposição “Povo Xikrin do Cateté”, que ocorreu na galeria do Partage Shopping Parauapebas, reuniu outras imagens do povo indígena.
“Estou muito feliz por ter sido selecionado no coletivo de fotografia. Não imaginava a proporção que isso ia tomar. É enriquecedor para o meu trabalho e para meu portfólio”, comemora Anderson Souza, que além da fotografia documental desenvolve trabalhos institucionais para empresas como Vale, Avanco, Júlio Simões Logística, prefeituras e agências de publicidade do estado.
Fundada em 2014, a Everyday Brasil é um coletivo de fotógrafos que compartilham imagens do cotidiano no país. Um dos objetivos do grupo é fornecer um contexto mais profundo do que a mídia permite e transcender os estereótipos reproduzidos diariamente.
O projeto, que conta com fotógrafos brasileiros (e os que vivem há anos no país), possui mais de 16 mil seguidores no Instagram e já foi destaque nos principais meios de comunicação do mundo.

terça-feira, 16 de maio de 2017

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Inaugurações, entrega de obra, ações e shows marcam aniversário de Parauapebas

Pebinha de Açúcar
Lançamento de campanhas, inaugurações de obras, ações de cidadania, caminhada, show com artistas locais e nacionais, dança, esporte e um enorme bolo fazem parte da programação de aniversário de 29 anos de Parauapebas, a ser festejado no dia 10 de maio.
Com o slogan “Parauapebas 29 anos, o lugar da nossa gente”, as comemorações começam na próxima terça-feira (2) e se estendem até 28 de maio, com o envolvimento de várias secretarias, sob o comando da prefeitura, que no dia 26 de maio vai entregar uma obra há anos esperada por um grupo que não vê a hora de morar debaixo do seu próprio teto: as 1.008 apartamentos no Residencial Alto Bonito. Em ato simbólico, as chaves serão entregues pelo prefeito Darci Lermen, em cerimônia a partir das 16 horas.
Novos espaços
Ao longo do mês, serão seis as inaugurações: no dia 4 de maio, do Espaço Azul, para atendimento ao homem, no Hospital Geral de Parauapebas (HGP); no dia 5, do novo espaço do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Bairro da Paz; no dia 8, do Centro de Assessoria Jurídica da Mulher (Cajum).
Nos dias 11 e 16 de maio, a prefeitura vai inaugurar Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Rio Verde, na Rua do Comércio; e da Cidade Nova, na Rua A. Já no dia 19 de maio, será inaugurado o Balcão da Juventude, no shopping Center Cidade Nova.
Os jovens, aliás, terão muito que comemorar também no dia 23 de maio, quando será feito o lançamento do Comitê Municipal do ID Jovem e será assinada a ordem de serviço do Diagnóstico Municipal da Juventude. Antes disso, no dia 6, será realizada a Caravana da Juventude, com concentração na praça da Escola Faruk Salmen.
Em meio às inaugurações, será lançado no HGP, às 14 horas do dia 9 de maio, um serviço de saúde que vai aliviar a dor de mais de 500 vítimas de câncer em Parauapebas: o da Oncologia.
Campanhas, atos e ações
Serão três as campanhas durante as homenagens a Parauapebas. A primeira a ser lançada, no dia 9 de maio, será a de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes. Dois dias depois, será a vez da Campanha Maio Amarelo, com o tema “Minha escolha faz a diferença”. Por fim, nos dias 27 e 28 de maio, as comemorações de aniversário serão encerradas com uma intensa campanha de doação de sangue, no HGP.
As comemorações ainda preveem Ação Cidadania, na Praça de Eventos, com emissão de documentos, assessoria jurídica, consulta médica e diversão para as crianças, entre outras atividades; ato cívico, com desfile da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, bem como apresentação da banda da Escola de Música Waldemar Henrique; sessão especial na Câmara de Vereadores, para exposição da história de Parauapebas; comemoração ao Dia das Mães, com café da manhã; seminário sobre Acolhimento das Crianças e Adolescentes; entrega de um veículo para o Cadastro Único; e visita ao Consórcio Intermunicipal de Saúde.
O grande dia
No dia 10 de maio, uma quarta-feira, Parauapebas vai amanhecer em festa. Às 8 horas, uma caminhada vai sair da prefeitura até a Praça de Eventos, onde o prefeito Darci Lermen, equipe de governo e convidados farão o corte de um bolo de 29 metros de comprimento, com a presença de 29 mulheres pioneiras do município.
Mais tarde, às 18 horas, haverá “Aulão de Zumba” para quem não perde o rebolado. Já para quem não dispensa um bom futebol, a partir das 18h30, no Estádio Rosenão, irá rolar um amistoso entre Seleção Brasileira Master x Seleção de Parauapebas Master.
A noite será fechada com um grande show na Praça de Eventos, onde haverá queima de fogos e apresentação dos artistas locais DJ Rodrigo Libra, Léo Bruno, Jairo Ueno e da Açaí com Banda Tropa Louca. O show nacional ficará por conta de João Neto e Frederico.
Esse não será o único show de comemoração ao aniversário de Parauapebas. No dia 9 de maio, haverá apresentação do DJ Ozzi Mix, Malícia do Forró e da Banda Lamezon. A atração nacional é o cantor Mano Walter. E no dia 11 de maio, o show será com o padre Alessandro Campos. (Hanny Amoras / Ascom PMP)

terça-feira, 25 de abril de 2017

CPI da Vale investigará também denúncias de danos ambientais causados pela duplicação de ramal ferroviário

Anderson Souza
Na sessão da Câmara desta terça-feira (25), os vereadores aprovaram o Requerimento nº 7/2017, que prevê a adição de mais uma denúncia a ser investigada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Vale, que foi instaurada para apurar supostos calotes que teriam sido praticados pela mineradora contra trabalhadores e empresários em Parauapebas.
Com o aditamento, a CPI vai investigar também se foram causados danos ambientais no local de implantação do ramal ferroviário e se houve descumprimento das condicionantes para obtenção da licença de operação por parte da Vale.
O requerimento foi proposto pelos membros da CPI da Vale: presidente Eliene Soares (PMDB), relator Joel do Sindicato (DEM), Francisca Ciza (DEM), José Coutinho (PMDB) e Horácio Martins (PSD).
“Notou-se que os danos de responsabilidade das investigadas infelizmente não se limitam unicamente às questões jurídicas referentes ao calote/inadimplência, mas também são graves os indícios e denúncias sobre prováveis danos ambientais provocados pela atividade de implantação do ramal. Vários populares informaram que o lençol freático que corta o município nas proximidades do trecho onde fora implantado o ramal, após as atividades das empresas contratadas pela Vale, simplesmente secou”, informaram na justificativa do requerimento.
Somando-se a esta questão, a CPI foi comunicada ainda, por meio de documentos oriundos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que a Vale não cumpriu requisitos mínimos a que se obrigou para obter licenças ambientais, bem como tem-se verificado vícios no processo e impactos ambientais, apontando que a operação das atividade ocorre de forma irregular.
Discordâncias
O Requerimento nº 7/2017 foi aprovado com oito votos favoráveis, mas três vereadores foram contrários: Marcelo Parcerinho (PSC), Joelma Leite (PSD) e Ivanaldo Braz (PSDB).
Para os vereadores contrários, o ideal seria instaurar outra CPI, pois a inclusão de uma nova denúncia à comissão já em andamento prejudicaria os trabalhos. Parcerinho sugeriu que o requerimento fosse retirado da pauta.
“O foco desta CPI são os calotes das terceirizadas da Vale. Se perdermos o foco, vamos correr o risco de a Vale entrar com mandado de segurança e embargar tudo. O mais sábio seria fazer outra CPI. Peço que tire da pauta e na próxima sessão faça uma solicitação para criação da CPI do Ramal. Todos nós somos a favor da comissão, que os empresários recebam e paguem os funcionários. Com esse aditamento, a Vale pode chamar seus advogados e vir fazer pedido de embargo. Isso seria ruim para os empresários e uma vergonha para esta Casa. O aditamento só é legal se o objeto for o mesmo. Daqui a pouco vão querer investigar até a privatização da Vale”, argumentou Marcelo Parcerinho.
No entendimento da presidente da CPI da Vale, Eliene Soares, não haverá mudança de objeto e sim um complemento. A vereadora citou exemplos de empresas que fecharam as portas ou estão com grandes dívidas após terem prestado serviços para a mineradora nas obras de duplicação do ramal ferroviário e supostamente não terem recebido, consequentemente não teriam pagado os funcionários.
“A CPI tem foco, sim. É o calote das terceirizadas. Só que tudo se dá em relação ao ramal. Através de denúncias, vimos a necessidade de aditar. Se a Vale entrar na justiça para embargar, estamos preparados para isso. Nossa cidade está quebrada, nossas empresas de portas fechadas. Cabe ao vereador defender o povo. O prejuízo não foi só dos empresários, foi no solo, no meio ambiental e social”, rebateu Eliene Soares.
Aprovação
Com a aprovação do requerimento, os objetos de investigação da CPI da Vale passam a ser os supostos calotes das terceirizadas da mineradora, bem como os danos que teriam sido provocados devido à implantação do ramal ferroviário e o provável descumprimento das condicionantes para obtenção da licença de operação.
O prazo para averiguação dos fatos apontados é de 180 dias, contados a partir da data de instauração da CPI, que ocorreu em 2 de março de 2017, podendo ser prorrogado por mais 60 dias. (Nayara Cristina / Waldyr Silva)

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Campanha de vacinação de idosos contra gripe inicia nesta segunda e vai até sexta-feira

A campanha de vacinação contra a gripe influenza começou nesta segunda-feira (24) a atender em Parauapebas idosos com mais de 60 anos de idade e vai até sexta-feira (28). A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) espera imunizar cerca de seis mil idosos.
A vacina está disponível nas unidades de Altamira, Novo Brasil, Jardim Canadá, Liberdade I e II, Casas Populares II, Da Paz, Fortaleza, Tropical, Minérios, Palmares I e II, Cedere I, Paulo Fonteles, APA do Gelado e Vila Sanção, no horário das 8 às 11h30 e das 14 às 17h30.
A campanha contra a gripe começou no dia 17 deste mês em todo o país e segue até 26 de maio, com a meta de imunizar 54 milhões de pessoas. Cada cidade montou seu próprio calendário de vacinação, conforme os grupos prioritários.
Os profissionais de saúde foram os primeiros a serem vacinados. Na próxima semana, no período de 2 a 5 de maio, serão imunizadas crianças com idade entre seis meses e cinco anos, gestantes e puérperas, mães que deram à luz há pouco tempo: 45 dias após a data do parto.
Demais etapas
08 a 12/05: pessoas com doenças crônicas não transmissíveis
13/05: Dia D da Vacinação
15 a 19/05: professores
22 a 26/05: todos os grupos.
(Janaina Ravanelli / Waldyr Silva)

sábado, 22 de abril de 2017

Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação até 2 de maio

O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral até o dia 2 de maio. Após esse prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado. A legislação considera cada turno de votação um pleito diferente para efeito de cancelamento.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 1,8 milhão de eleitores em todo o país estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições.
Em São Paulo (SP), esse número chega a 118.837 eleitores; no Rio de Janeiro (RJ), o total é de 119.734; em Belo Horizonte (MG), são 26.570; em Salvador (BA), esse número é de 31.263; e em Porto Alegre (RS), 18.782. (Fonte: Agência Brasil)

quarta-feira, 12 de abril de 2017

FGTS: Caixa já pagou R$ 12,3 bilhões de contas inativas a 8 milhões de trabalhadores

O valor sacado na segunda fase do pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), entre os dias 8 e 10 deste mês, alcançou R$ 6,2 bilhões, o equivalente a 55% do total de R$ 11,2 bilhões previstos para esta etapa.
A informação foi dada pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, que participou da entrega de 300 imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida, no Bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.
Com esse resultado, a Caixa chega a mais de R$ 12,3 bilhões pagos a cerca de oito milhões de trabalhadores beneficiados pela Medida Provisória (MP) 763/2016. Somente entre os nascidos em março, abril e maio, mais de 4,3 milhões sacaram os recursos das contas inativas do FGTS, o que representa 56% das 7,7 milhões de pessoas nascidas nesse período.
Na primeira fase, que teve início no dia 10 de março, a CEF pagou mais de R$ 6,1 bilhões relativos às contas inativas do FGTS para 3,7 milhões trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro. O valor representa 88% do total inicialmente previsto (R$ 6,96 bilhões) e aproximadamente 77% do contingente de trabalhadores nascidos nos dois primeiros meses do ano com direito ao saque.
Em razão do fluxo de atendimento acima do esperado em algumas regiões do país, a Caixa abrirá 1.305 agências nesta quinta-feira (13) com duas horas de antecedência. Nos locais em que os bancos abrem normalmente às 9 horas, as agências funcionarão das 8 às 16 horas. (Fonte: Agência Brasil)

sexta-feira, 31 de março de 2017

Vereadora Kelen Adriana é a nova presidente do PTB em Parauapebas

Fotos: João Pezão
Embora já viesse respondendo interinamente por alguns dias pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) em Parauapebas, a vereadora Kelen Adriana foi oficialmente empossada na manhã desta sexta-feira (31) pelo deputado federal Josué Bengtson como a nova presidente do PTB no município, em substituição ao ex-vereador Antonio Massud Sales Pereira.
Além do deputado federal, o encontro do partido foi marcado pelas presenças de membros da Igreja Quadrangular e de filiados do PTB. Antonio Massud e a esposa dele, Ângela Pereira, atual secretária municipal da Mulher, não compareceram à solenidade.
Ao empossar a vereadora como dirigente local do PTB, Josué Bengtson ressaltou a “juventude e competência” que Kelen Adriana reúne para conduzir o partido no município e destacou “a responsabilidade com que ela trata a coisa pública”.
Na oportunidade, o deputado agradeceu e elogiou a gestão do antecessor à frente do partido e orientou que a nova direção do PTB dê seguimento ao trabalho, conforme determinação nacional.
Ao tomar posse, a vereadora Kelen Adriana reafirmou o compromisso que tem com a cidade, garantiu que vai continuar correndo atrás de melhorias para o município e agradeceu a oportunidade que o deputado deu a ela de ser presidente do PTB. (João Pezão / Waldyr Silva)

quinta-feira, 30 de março de 2017

Prefeitos Darci, Jeová e Adonei decidem sobre regionalização da saúde

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, acompanhado dos colegas Jeová Andrade (Canaã dos Carajás) e Adonei Aguiar (Curionópolis), assinou nesta quinta-feira (30) uma carta de intenções para a criação de um consórcio público de saúde. A reunião, que aconteceu na Secretaria de Estado da Saúde Pública do Pará  (Sespa), em Belém, também contou com a presença do promotor de Justiça do Estado, Hélio Rubens.
O documento tem por objetivo viabilizar a implementação de ações do Governo do Estado nos três municípios. No mesmo momento foram formadas duas comissões, a de Condução do Processo Legal de Constituição do Consórcio e a de Estudo de Viabilidade Técnica e Financeira e Identificação dos Serviços a Serem Consorciados, compostas de membros dos municípios e Sespa. A secretária adjunta de Gestão de Políticas de Saúde, Helena Guimarães, coordenará o trabalho das comissões.
O consórcio deve avaliar o modelo de regionalização do Hospital Geral de Parauapebas (HGP). A proposta é que os serviços sejam regionalizados. A manutenção do hospital deverá ser custeada com recursos do governo estadual, municípios pactuados no consórcio e da produção de atendimento do SUS. Atualmente, o HGP possui a maior estrutura da região, atendendo pacientes de Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado do Carajás e outros. (Ascom PMP)

segunda-feira, 27 de março de 2017

Do site Marabá Notícias

Em Marabá, nem mesmo a poesia escapa da violência. O escritor e poeta Eduardo Castro (65 anos) foi assassinado na noite de sábado (25), com um tiro no rosto que lhe transfixou o pescoço. Tudo leva a crer que o crime foi praticado por Marlon Aquino (31 anos), filho de Eduardo, que foi morto pela polícia na mesma noite, poucos minutos depois da morte de Eduardo. Marlon era viciado em drogas e praticava assaltos em Marabá. A morte de “Seu Eduardo” está sendo bastante sentida em Marabá, principalmente entre os escritores locais, já que ele era um expoente da categoria.
O CASO
Instantes depois da morte de Eduardo, Marlon saiu da casa em que viviam, na Folha 29, e foi abordado por uma viatura da Polícia Militar, que procurava um suspeito de assalto com as características de Marlon.
Testemunhas ouvidas pelo Marabá Notícias disseram que Marlon não obedeceu à ordem dos policiais, que o mandaram parar. Iniciou-se uma perseguição e mais adiante alguns tiros foram disparados.
Segundo o delegado Álvaro Ikeda, da Polícia Civil de Marabá, o acusado Marlon tentou fugir da Polícia Militar e ainda atirou na direção dos policiais, que revidaram, acertando Marlon, que estava de moto. Tudo ocorreu entre as Folhas 28 e 29, perto da casa de Marlon.
Ao saber do crime, um irmão de Marlon correu até a casa do pai para avisá-lo. Foi então que encontrou seu Eduardo Castro já sem vida, com um tiro no rosto.
Prudente, o delegado Ikeda disse que não há como provar ainda que foi Marlon o autor da morte de Eduardo Castro, mas observa que vários indícios apontam para isso, pois Marlon teria dito à namorada que iria em casa tomar um banho e pegar umas cervejas, alguns minutos antes de tudo acontecer.
Além disso, a arma apreendida com Marlon, um revólver calibre 38, tem tambor para seis munições, das quais quatro estavam intactas. Ou seja, uma foi disparada contra os policiais e a outra pode ter sido a usada para matar o próprio pai, mas este projetil não foi encontrado ainda. (http://marabanoticias.com.br)

domingo, 26 de março de 2017

Vice-presidente de Academia de Letras é assassinado na própria residência em Marabá

O professor e escritor Eduardo Castro de Aquino Lima (à direita da foto, com Waldyr Silva), 65 anos, ex-presidente e atual vice-presidente da Academia de Letras do Sul e Sudeste Paraense; presidente da Academia de Letras de Marabá; e membro correspondente da Academia Parauapebense de Letras, foi encontrado morto no início da noite deste sábado (25) com ferimentos na cabeça e disparos de arma de fogo na boca, em sua própria residência, no Bairro Quilômetro Sete, Nova Marabá, onde residia sozinho.
Autodidata, alfabetizando-se somente aos quinze anos de idade, iniciando a partir daí sua grande afinidade com a literatura, o escritor e poeta Eduardo Castro ocupava a cadeira nº 3 da Academia de Letras do Sul e Sudeste Paraense, tendo como patrono o consagrado poeta Gonçalves Dias.
O acadêmico tinha a arte literária como uma paixão em sua vida, cujas obras são sempre marcadas por temas de caráter social, pela busca à cidadania, e pela preservação da natureza, sempre em nome da vida. (Eleutério Gomes / Waldyr Silva)

segunda-feira, 6 de março de 2017

Antônio Marcos, um jornalista apaixonado pela profissão

O jornalista Antônio Marcos dos Santos, que faleceu na noite deste sábado (4), e no próximo dia 11 completaria 42 anos de idade, era um apaixonado pela comunicação. Ele deixa boas lembranças e um jeito alegre de enxergar a vida de um modo diferente.
Antônio Marcos começou a se apaixonar pelo jornalismo em 1995, quando foi contratado para prestar serviços de datilografia na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, na gestão do então prefeito Chico das Cortinas.
Segundo revelação de colegas, naquela época ele começou a se aproximar da equipe de produção, teve a oportunidade de fazer reportagens e entrevistas e passou a pegar o jeito do trabalho na comunicação, oportunidade em que começou a receber treinamento para iniciar na profissão.
Daí para frente, Antônio Marcos tomou gosto pela coisa e começou a prestar serviços como repórter no jornal impresso semanal “Movimento Regional”, de propriedade do empresário gráfico Sérgio Balduino de Carvalho, atual vice-prefeito de Parauapebas.
Depois, ele passou uma boa temporada na TV Record, do empresário Welney Lopes de Carvalho, em Parauapebas, e numa emissora de TV de Palmas (TO), afiliada do SBT.
Retornando a Parauapebas, o repórter foi contratado pela Band, na época dirigida por Cláudio Feitosa, quando se consolidou na carreira de repórter de televisão.
No ano passado, ele fez parte da equipe do programa Barra Pesada, exibido pela RBATV (Band), e atualmente atuava no SBT, como repórter e diretor de jornalismo, e na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, coincidentemente, onde toda a sua história com o jornalismo começou.
A morte do repórter, que ainda não foi totalmente esclarecida, deixa bastante consternada toda a categoria de comunicadores, que tinham um grande apreço pelo colega.
Nos primeiros levantamentos, Antônio Marcos teria sido encontrado em um bar sentado numa cadeira com o pescoço inclinado, com batimento cardíaco fraco, e removido em ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal de Parauapebas, onde foi constatado o óbito, segundo o laudo do IML, por traumatismo craniano e hemorragia epidural.
O corpo de Antônio Marcos foi velado na Câmara Municipal de Parauapebas, de onde saiu para sepultamento às 9h40 desta segunda-feira (6).
Investigação
Tão logo o corpo do jornalista foi enterrado, a presidente da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), Cleo Lopes, convocou integrantes da imprensa local para irem até a delegacia e pressionar as autoridades policiais para que tenham rigor nas investigações sobre a causa da morte, uma vez que existem várias informações desencontradas.
Uma testemunha teria afirmado que Antônio Marcos foi empurrado, e não que teria caído sozinho, como foi noticiado por várias pessoas, inclusive na própria imprensa, que teve acesso às informações repassadas pelo proprietário do estabelecimento onde o repórter acabou morrendo. (Waldyr Silva)

domingo, 5 de março de 2017

NOTA DE PESAR

A Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop) cumpre o doloroso dever de comunicar a morte do repórter Antônio Marcos dos Santos, 42 anos, que deu entrada no HMP já sem vida às 21h45 deste sábado (4), após sofrer um acidente. Antônio Marcos prestava serviço no SBT e na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas.
O corpo do repórter será velado no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas, a partir das 13 horas deste domingo, de onde sairá para sepultamento às 9h30 de segunda-feira (6).
Neste momento de dor pela perda repentina do associado Antônio Marcos, a Aicop decreta três dias de luto em suas atividades e se irmana à família enlutada.

sábado, 4 de março de 2017

TV por assinatura perde clientes

O número de clientes de TV por assinatura no Brasil caiu 1,91% entre janeiro do ano passado e o mesmo mês deste ano, com redução de 364,4 mil assinantes. De dezembro de 2016 para janeiro deste ano, houve queda de 105 mil clientes de TV paga no país.
Atualmente, o país tem 18,69 milhões de clientes de TV paga, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A tecnologia por satélite é a que tem o maior número de assinantes, com 10,6 milhões de clientes, seguida pela TV a cabo, com 7,7 milhões.
Nos últimos 12 meses, o Estado de Pernambuco liderou a redução percentual de assinantes de TV no país, com queda de 8,02%, seguido de Rondônia (-7,98%) e do Amapá (-7,58%). Lideraram o crescimento da TV paga no Brasil os estados do Piauí (7,47%), de Sergipe (4,26%) e do Maranhão (4,08%).
Segundo especialistas, uma das causas para a queda no número de assinantes de TV por assinatura é a crise econômica, que tem levado muitas famílias brasileiras a cancelar o serviço. (Fonte: Agência Brasil)

sexta-feira, 3 de março de 2017

Nota de pesar

A Academia Parauapebense de Letras (APL) cumpre o doloroso dever de informar o falecimento do escritor Adalberto Franklin Pereira de Castro, 54 anos, membro efetivo da Academia Imperatrizense de Letras e membro correspondente da APL, ocorrido às 3 horas da madrugada desta sexta-feira (3), vítima de AVC, no Hospital da Unimed, em Imperatriz (MA).

Em respeito ao membro correspondente da APL, esta instituição decreta luto oficial de três dias em suas atividades.

Neste momento de dor pela perda irreparável, a Academia Parauapebense de Letras lamenta profundamente a morte do escritor e se solidariza com familiares, colegas e amigos de Adalberto Franklin.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Trinta mil beneficiários do INSS terão de refazer perícia no Pará

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá convocar beneficiários para refazer perícias de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. No total, serão chamados 530 mil beneficiários com auxílio-doença e 1,2 milhão de aposentados por invalidez com menos de 60 anos de idade que estão há mais de dois anos sem perícia.
No Pará, serão 30 mil convocados, sendo 15 mil pela aposentadoria e 15 mil que recebem o auxílio-doença. 
A convocação será feita por meio de carta com aviso de recebimento. Após o comunicado, o segurado terá cinco dias úteis para agendar a perícia pelo número 135. Segundo o instituto, o pente-fino dos benefícios já proporcionou uma economia de R$ 715 milhões ao Fundo da Previdência. Os recursos são referentes ao cancelamento de mais de 43 mil benefícios de auxílio-doença, autorizados pelas Medidas Provisórias 739, de julho de 2016, e 767, de janeiro de 2017. Ao todo, já foram revisados 37 mil benefícios de 108 mil pessoas convocadas por meio de carta.
Gestão
Na avaliação do secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltrame, o resultado da revisão mostra o comprometimento do governo federal em melhorar a gestão e governança dos recursos públicos. “Nosso objetivo é apenas direcionar os benefícios a quem realmente precisa”, explica.
Do total de benefícios revisados, 11.502 foram cessados por não comparecimento; 28.872 foram cancelados na realização da perícia; 2.636 tiveram data remarcada para cessação; 547 benefícios foram convertidos em auxílios-acidente; 1.695 foram encaminhados para reabilitação e 3.383 transformados em aposentadoria por invalidez.
O Programa de Revisão dos Benefícios por Incapacidade reúne os segurados que estão há mais de dois anos sem fazer perícia médica. O beneficiário que não atender à convocação ou não comparecer na data agendada terá o benefício suspenso. Para reativar o auxílio, ele deverá procurar o INSS e agendar a perícia. Na data marcada para a realização da avaliação, o segurado deve levar documento de identificação com foto e toda a documentação médica disponível, como atestados, laudos, receitas e exames. (Fonte: Diário do Pará)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Alunos do terceiro ano do ensino médio serão avaliados em 2017

O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) passará a avaliar, em 2017, todas as escolas brasileiras que ofereçam terceiro ano do ensino médio e que cumpram determinados critérios. Até a última edição do Saeb, a etapa final do ensino médio era avaliada por amostragem, permitindo a produção de resultados agregados por estado, região e Brasil.
Com a mudança, não só as escolas públicas do ensino fundamental, mas também as de ensino médio, públicas e privadas, terão resultados individuais no Saeb e, consequentemente, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Com a ampliação, é prevista a participação de mais de 7,5 milhões de estudantes no Saeb, a maior edição da história do sistema. Desses, 2,4 milhões são alunos do terceiro ano do ensino médio público e privado. Os demais 5,1 milhões são alunos do quinto e nono anos do ensino fundamental público.
Em 2017, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicará duas das três avaliações do Saeb: a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc). Mais conhecida como Prova Brasil, é esta última que fornece parte dos dados para cálculo do Ideb, que considera ainda dados do Censo Escolar. As avaliações serão aplicadas no segundo semestre. (Fonte: Portal MEC)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ex-senador do Pará é investigado pela Operação Lava Jato

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (16) a Operação Leviatã, que tem como objetivo o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), referentes a inquérito instaurado decorrentes de provas obtidas pela Operação Lava Jato.  
As investigações apuram o pagamento de propina a dois partidos políticos, no percentual de 1% sobre as obras civis da Hidrelétrica de Belo Monte, por parte das empresas integrantes do consórcio construtor. 
Um dos principais alvos de investigação da operação é o ex-senador Luiz Otávio Campos (PMDB-PA). Na casa do político foram apreendidos documentos, mídias diversas como CDs e DVDs, além de um computador, todos para procedimento investigatório.
O senador Jader Barbalho (PMDB-PA), em junho de 2016, entrou na lista dos investigados da mesma operação por conta de inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar desvios e propinas na obra de Belo Monte. Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR) e Valdir Raupp (PMDB-RO) também entraram na lista dos senadores investigados. 
Em entrevista dada ao site O Antagonista, Jader Barbalho afirma que desconhece as razões que levaram aos mandados expedidos pelo STF de busca e apreensão do ex-senador Luiz Otávio.
"Não tenho nada a acrescentar, porque desconheço isso por completo. Não tenho a menor ideia do que seja isso. Não posso te ajudar com nenhuma declaração. Tomei conhecimento que teria tido busca e apreensão, mas desconheço as razões", enfatiza Jader Barbalho.
Ao ser questionado sobre ter o nome citado em 2016 nas investigações  e sobre propinas recebidas na obra, Jader nega veementemente as acusações. "Claro que não. Eu nunca recebi p* nenhuma, essa é a expressão.  Se o papa Francisco estivesse atuando por aqui, era possível que aparecesse algum filho da p* pra citar o nome dele. Eu nunca recebi absolutamente nada, zero", conclui.
As buscas e apreensões estão sendo feitas pela PF nas residências e escritórios dos envolvidos, em Belém, Rio de Janeiro e Distrito Federal. 
De acordo com o grau das suas participações e envolvimento, os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 
As informações mais detalhadas ainda estão sob segredo de justiça. (Fonte: ORM News)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Eleita nova diretoria do Comdcap

Foi eleita nesta quinta-feira (2) a nova diretoria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas (Comdcap). A eleição ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e contou com a presença de conselheiros e representantes do governo municipal.
O processo eleitoral ocorreu dentro dos trâmites legais do regimento interno do Conselho, conforme a Lei 4.571/2014.
Os 20 conselheiros habilitados a votar elegeram Francisco Eloécio Silva Lima ao cargo de presidente; Aldo Nonato Serra, como vice-presidente; e Rodrigo Leal, para secretário.
Ao final da votação, o presidente eleito se pronunciou e agradeceu a oportunidade. “Agradeço a cada um pela confiança e por permitir que eu represente este conselho nos próximos dois anos”, declarou Francisco Eloécio.
A posse dos novos conselheiros e da mesa diretora está prevista pra acontecer na próxima quinta-feira (9), em local a ser divulgado. 
Comdcap
O Comdcap é um órgão paritário composto por 20 membros titulares e 20 suplentes, sendo 10 componentes da sociedade civil e 10 do Poder Executivo municipal.
As representações da sociedade civil são feitas por meio da Sorri, Apae, Fundação Bom Samaritano, Associação Esportiva e Educacional Ágape, Instituto Samurai-Zen, Associação Ramos Parauapebas de Karatê, Obra Kolphi, Sophi Link, Adra, Grupo de Escoteiros Mata Verde e Instituto Pescar.
Já o Poder Executivo é representado pelas secretarias municipais de Saúde, de Educação, de Esporte e Lazer, de Cultura, Mulher, de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, de Planejamento, de Assistência Social e Gabinete do Prefeito.
Cabe ao Comdcap deliberar, consultar, formular e controlar as políticas públicas voltadas para o atendimento à criança e ao adolescente no município. O Conselho é responsável também pelo Fundo Municipal de Direitos da Criança e Adolescente de Parauapebas (Fumdcap), que detém recursos captados de empresas públicas e privadas e abatidos no imposto de renda da empresa doadora, conforme lei orçamentária municipal. A previsão é que esse auxílio chegue a quatro milhões de reais. (Fonte: Atrox G)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Hospital Regional de Marabá fez mais de 318 mil atendimentos em 2016

Referência em atendimento de trauma de média e alta complexidade para mais de um milhão de pessoas em 22 municípios paraenses, o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, em Marabá fez mais de 318 mil atendimentos no ano passado. Destes, 3.385 pacientes foram regulados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
No mesmo período, a instituição fez 212.351 exames, 71.446 atendimentos multiprofissionais, 28.870 atendimentos ambulatoriais, entre consultas médicas e sessões de reabilitação a usuários externos, e 2.695 cirurgias, somando 318.747 atendimentos. Em 2016, o índice de satisfação do usuário da unidade foi de 94,3%.
Segundo o diretor geral do hospital, Valdemir Girato, a humanização no atendimento tem sido um dos compromissos da unidade ao longo de uma década de funcionamento. “Foram mais de 318 mil atendimentos em um ano. É uma produção significativa que reflete uma série de avanços na unidade, como a aquisição de novos equipamentos para exames, ampliando a segurança no diagnóstico do paciente”, afirma o diretor.
Primeira unidade pública de média e alta complexidade implantada pelo Governo do Estado fora da capital, em 2006, o Hospital Regional do Sudeste do Pará tem 115 leitos e conta com mais de 600 profissionais, entre diretos e indiretos.
A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). (Fonte: Agência Pará)

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Prefeito recebe representantes do BID para discutir ousado projeto de saneamento básico

Acompanhado dos secretários municipais de Planejamento (Seplan), João José Corrêa; de Fazenda (Sefaz), Keniston de Jesus Braga; do Saaep, Claudenir Rocha; e do Gabinete, Edson Luiz Bonetti, o prefeito Darci José Lermen recebeu nesta terça-feira (10), em seu gabinete, representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para tratar de um ousado convênio de saneamento básico que deverá beneficiar toda a população de Parauapebas, com investimentos em torno de 140 milhões de dólares.
As partes envolvidas no convênio entendem que cidades com trechos de rios urbanos e crescimento desordenado tornam-se alvo de ocupação irregular da população em direção aos rios, desrespeitando faixas de proteção, comprometendo a preservação desses rios e causando riscos à própria população, uma vez que as ocupações não levam em consideração períodos de cheias, quando os rios e igarapés aumentam consideravelmente o volume de água.
O Projeto de Macrodrenagem, Proteção de Fundo de Vales e Revitalização da Margem do Rio Parauapebas (Prosap) tem como objetivo canalizar rios e igarapés em seus trechos urbanos, criando parques em suas margens e protegendo de forma inteligente este importante recurso natural.
Além de recuperar o meio hídrico e garantir a preservação ambiental, o projeto proporciona também a integração da população com estas regiões, anteriormente degradadas.
Conforme foi mostrado na reunião, a área total do Prosap abrangerá o Igarapé Ilha do Coco, com beneficiamento de 10.910 metros de extensão, Córrego Caetanópolis (900 m), Córrego Guanabara II (1.870 m), Córrego Rua da Chácara (900 m), Igarapé Riacho Doce (850 m) e a orla do Rio Parauapebas (2.000 m).
A previsão é que o convênio seja oficialmente celebrado entre BID e prefeitura até o próximo mês de julho, tempo em que as partes envolvidas alinhem as particularidades do enorme projeto.
Neste período, segundo observou o prefeito Darci Lermen, o Prosap, que prevê a oferta de cerca de três mil empregos diretos e indiretos durante sua execução, deve ser discutido por todas as secretarias municipais e também pela Câmara Municipal de Parauapebas.
Na avaliação do titular da Seplan, João Corrêa, “este projeto vai mudar a cara de Parauapebas, uma prioridade total de nosso governo, de nosso prefeito, e, portanto, de todos nós”.
Texto: Waldyr Silva / Foto: Mateus Costa

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Darci pode decretar estado de calamidade pública na saúde

Tão logo tomou posse no final da manhã deste domingo (1º) no cargo de prefeito de Parauapebas, na Câmara Municipal, o prefeito Darci José Lermen (PMDB) declarou para alguns membros da imprensa que seu primeiro ato como gestor do município é tomar conhecimento sobre a situação precária como anda o setor de saúde na cidade.
Indagado pelos repórteres, o novo prefeito declarou que, após avaliar o problema com técnicos da Secretaria Municipal de Saúde e da Procuradoria Geral do Município, pode baixar um decreto considerando estado de calamidade ou de emergência na saúde de Parauapebas.
Na entrevista com a imprensa, Darci Lermen lamenta que o município tenha chegado à atual situação de lamúria, com o Hospital Geral de Parauapebas e a UPA fechados, prejudicando a população, que fica sem assistência dos serviços básicos de saúde.
Com relação ao Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp), contratado há poucos meses pela gestão anterior para administrar a saúde no município, o novo prefeito garantiu que, depois que tomou conhecimento do problema na saúde, sua gestão não terá interesse em continuar com os serviços da contratada.
Ainda dentro da conversa que manteve com os repórteres, o novo gestor afirmou que nos primeiros dias de seu governo ele vai focar os eixos agricultura, saneamento básico, educação, segurança pública e geração de emprego e renda, além da saúde.
Mostrando-se assumir o cargo com os pés no chão, o prefeito declarou que inicialmente vai fazer uma gestão “feijão com arroz”, para depois “comer um bifezinho” com a população.
Posse
A posse de Darci Lermen, juntamente com seu vice Sérgio Balduino de Carvalho e os 15 vereadores, foi marcada por muita manifestação de apoio e carinho por parte do público, que lotou as dependências do auditório João Prudêncio de Brito, na Câmara Municipal.
Em seus dez minutos de discurso, o novo prefeito de Parauapebas fez questão de frisar que durante toda sua gestão jamais colocará culpa em seu antecessor por eventual problema encontrado na infraestrutura da cidade, e pedirá que seus auxiliares façam o mesmo.
“A partir de agora, a responsabilidade de administrar o município é nossa. Portanto, não há por que colocar a culpa na gestão anterior, até porque assumimos essa missão para atender a toda população”, declarou Darci Lermen. (Waldyr Silva)

domingo, 1 de janeiro de 2017

Anatel exige homologação de drone com radiofrequência para evitar interferências

Veículos aéreos não tripulados, chamados de drones, precisam ser homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para serem operados. A regra vale para todas as unidades que emitem radiofrequência presente em drones que fazem transmissão de imagens, por exemplo.
O objetivo da medida é evitar interferências desses aparelhos em outros serviços, como as comunicações via satélite.
Os interessados em utilizar a tecnologia devem se cadastrar no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação e preencher um requerimento disponível no site da Anatel. O processo requer o pagamento de uma taxa de R$ 200,00.
Espaço aéreo
Antes de utilizar o equipamento, mesmo após a homologação da Anatel ficar concluída, o interessado também precisa entrar em contato com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Para operar drones no Brasil é preciso obter uma autorização da Anac ou o Certificado de Autorização de Voo Experimental (Cave), que permite o uso de aeronaves apenas em operações experimentais sem fins lucrativos e sobre áreas pouco povoadas.
No Brasil, a operação dos drones faz parte das atividades de controle do espaço aéreo feito pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), compartilhado por aviões e helicópteros. Por isso, a necessidade de autorização. A regulamentação preserva o tráfego de aeronaves e a segurança das pessoas em solo.
São proibidos voos de drones sobre infraestruturas consideradas críticas, áreas de segurança, aglomerações de pessoas e trajetórias utilizadas por outras aeronaves.
O Decea considera infraestruturas críticas as redes elétricas, usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares; redes de abastecimento de água ou gás; barragens ou represas, ou de vigilância da navegação aérea, entre outras.
O uso de drones para lazer e hobby seguem as regras válidas para o aeromodelismo. (Fonte: Agência Brasil)