sábado, 31 de janeiro de 2015

Cinto de segurança de três pontos obrigatório para veículos em 2020

O cinto de segurança de três pontos e o apoio de cabeça individual passarão a ser obrigatórios em todos os assentos de automóveis, camionetas, caminhonetes e utilitários, a partir de 2018. A determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) foi publicada no Diário Oficial da União.
O uso desses dispositivos era obrigatório apenas nos assentos laterais. A obrigatoriedade passa a vale a partir de 2018 para os novos veículos lançados no mercado e, a partir de 2020, para todos os veículos em produção. Caso o veículo tenha algum banco virado para trás, o cinto de segurança de três pontos não é obrigatório.
Os caminhões, tratores e motor-casa devem ter cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça em todos os assentos, exceto nos intermediários dianteiros em veículos cujo para-brisa esteja localizado fora da zona de contato com a cabeça do ocupante, ou nos assentos intermediários traseiros, quando fica permitido o cinto de segurança de dois pontos.
A resolução também torna obrigatório que os automóveis, camionetas e utilitários tenham ao menos uma ancoragem inferior e uma superior para cadeirinhas em um dos assentos do banco traseiro. Nos veículos esportivos de duas portas, as fixações podem ser colocadas no banco do passageiro dianteiro e nos veículos conversíveis será exigida apenas a ancoragem inferior nos assentos traseiros.
Segundo o Ministério das Cidades,  o objetivo é garantir uma fixação mais rápida e segura da cadeirinha, reduzindo o risco de má instalação e melhorando a eficiência por estar presa diretamente na carroceria do veículo. (Fonte: Agência Brasil)

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Prefeitura de Parauapebas define programação para o carnaval 2015

Uma reunião na manhã desta quinta-feira (29) entre o chefe de Gabinete Gilmar Moraes e representantes das secretarias municipais de Cultura, de Segurança Institucional, de Assistência Social e de Urbanismo; Ascom e DRC definiu a estrutura, local e programação para o carnaval deste ano.
Com o tema “Vista-se de alegria e venha pra folia”, o carnaval 2015 será realizado no Bairro Paraíso, mesmo local do ano passado, aprovado pela população.
A programação inicia no dia 14 e segue até 17 de fevereiro. As atrações serão diversificadas entre bandas nacionais, regionais e locais, e ainda desfile de blocos carnavalescos e de escolas de samba.
Programação
Dia 14 (sábado), a partir das 19 horas: desfile de blocos carnavalescos, Fernando BG, Pedro Coutinho, Léo Bruno e Forró do Miúdo
Dia 15 (domingo), a partir das 19 horas: desfile de escolas de samba do grupo especial, Thiago Miller, Casagrande, Som de Bar, Wesley Sollo e Cafuné
Dia 16 (segunda-feira), a partir das 19 horas: desfile de escola de samba do grupo de acesso, Fuso Horário, Felipe e Diogo, Bruno e Trio, e Barca Real
Dia 17 (terça-feira), a partir das 19 horas: desfile de blocos carnavalescos, Malícia do Pará, Forró dos Tops, Puro Desejo e Chicaramba
CDC
Dias 14 e 15, de 16 às 20 horas: matinê para crianças, com marchinhas apresentadas por Vamberto, DJ e animadores
Palmares II
Dia 15, a partir das 19 horas: DJ e apresentador, Beto Dy Maio, Arnaldo e Simone Alves
Dia 16, a partir das 19 horas: Dj e apresentador, Lucas e Kauam
Dia 17, a partir das 19 horas: desfile de blocos, Malícia do Pará, Forró dos Tops, Puro Desejo e Chicaramba

XIX Semana da Árvore marcada para 22 a 29 de março

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), através do Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (Ceap), está finalizando o projeto para a comemoração da XIX Semana da Árvore em Parauapebas, prevista para o período de 22 a 29 de março.
Para o secretário André Rosa de Aguiar, refletir a respeito da manutenção das áreas verdes urbanas é uma necessidade, “pois despertará nas pessoas até a necessidade de não poluirmos nossos recursos hídricos, além de podermos elevar a qualidade do ar que respiramos em nossa cidade”, declarou. O evento deste ano prevê concurso cultural de fotos, com o tema “Meu verde, meu lugar, bem estar”.
Segundo Francilma Dutra, coordenadora do Ceap, a novidade deste ano é a realização da Semana de forma itinerante, com atividades nos bairros da cidade onde ocorreram queimadas em 2014, e assim poder agir de forma preventiva, diminuindo estes índices.
“Vamos distribuir mudas, sementes, e realizar palestras e oficinas”, informou a coordenadora, acrescentando que haverá também a formatura dos alunos que integram o Projeto Jovem Ambientalista 2014 e aula inaugural da turma 2015 e, se tudo correr como o planejado, a inauguração do Viveiro de Mudas da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. As atividades serão realizadas nos bairros selecionados e no ginásio poliesportivo do Bairro Beira Rio.
A programação em detalhes da XIX Semana da Árvore passa por um ajuste fino para ser divulgada na mídia, com distribuição de folders e apresentação de outdoor nos pontos estratégicos de Parauapebas.
O evento faz parte do calendário ambiental da cidade ampliado com abordagens como a separação correta do lixo e resíduos, medidas para a economia de água, orientações sobre o tipo ideal de plantio de árvores para fortalecer junto à população a consciência e a importância das questões ambientais. (Agenor Garcia / Semma)

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Nota de pesar da APL

A diretoria da Academia Parauapebense de Letras (APL) lamenta profundamente a morte prematura do advogado Jakson Souza e Silva, 45 anos, ocorrida em Manaus (AM), no último sábado (24), após ser alvejado por um tiro.
Jakson Silva era presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Parauapebas.
Que Deus possa confortar o coração de seus familiares e que as autoridades possam investir cada vez mais em segurança.

Marcel Nogueira assume Ascom

Gilmar Moraes, Walmor Costa e Marcel Nogueira
O jornalista Marcel Nogueira assumiu nesta terça-feira (27) a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas (Ascom). Marcel, que estava na gestão da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) desde o início do governo Valmir Mariano, substitui Walmor Costa, que ocupava o cargo desde julho de 2013.
“À frente da Semel, conseguimos aumentar o número de alunos inseridos nas modalidades que ofertávamos. Saímos de 880 em 2013, mas, com a implantação das atividades da Praça da Juventude, conseguimos atender 3.720 alunos até o fim do ano passado. Tínhamos 10 modalidades esportivas e de lazer no início da gestão, trouxemos o balé, capoeira e o voleibol. Atualmente, contamos com 14 modalidades esportivas, além da presença da Semel em comunidades rurais”, garantiu o novo assessor de Comunicação.
Marcel Nogueira explicou um pouco dos planos para a Assessoria de Comunicação. “A atribuição da Ascom é dar visibilidade às ações do governo e queremos fazer isso com muita intensidade para que a população possa perceber o que está acontecendo”, comentou.
Segundo ele, o governo municipal tem trabalhado de forma incansável em áreas como mobilidade urbana, inaugurações de novos postos e escolas, além de vários projetos habitacionais. “Temos muito para mostrar, então, vamos mostrar”, completou.
Gilvan Moraes assume interinamente a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. (Anderson George / Ascom PMP)

Fadesp altera data de aplicação de provas de concurso público para nível médio e fundamental

Em virtude do elevado número de candidatos inscritos no concurso público regido pelo Edital de Abertura n° 01/2014/PMP-NMNF, que superou a capacidade de locais disponíveis no município de Parauapebas para lotar todos os candidatos inscritos com conforto e segurança, ocorrerá alteração na data para aplicação das provas.
A prova para os cargos de técnico de enfermagem, técnico de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho será mantida para o dia 8 de fevereiro, no horário das 8 às 12 horas (horário local).
Já a prova para o cargo de auxiliar administrativo foi prorrogada para o dia 22 de fevereiro, no período da manhã, entre 8 e 12 horas. Nesse mesmo dia será aplicada prova no período da tarde, das 14h30 às 18h30, para todos os cargos de nível fundamental (agente de combate às endemias e eletricista).
A disponibilização do cartão de inscrição contendo a data, horário e local de realização da prova objetiva estará disponível no site da Fadesp, no endereço eletrônico www.fadesp.org.br, no período de 27 a 30 de janeiro de 2015, somente para os cargos de técnico de enfermagem, técnico de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho.
No período de 3 a 6 de fevereiro, o cartão de inscrição estará disponível para o cargo de nível médio de auxiliar administrativo e para os cargos de nível fundamental - agente de combate às endemias e eletricista. (Ascom PMP)

Convite da Academia Parauapebense de Letras para sessão solene no dia 30

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Nota de pesar da Acip

A direção da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (Acip) vem, através desta nota de pesar, lamentar profundamente a morte prematura do advogado Jakson Souza e Silva, ocorrida em Manaus (AM), no último sábado (24), após ser alvejado por um tiro disparado por um meliante que estava em uma moto na companhia de outro elemento.
A diretoria da Acip afirma que lutará juntamente com as autoridades de Parauapebas e do Amazonas para que os responsáveis pelo crime sejam identificados e que paguem pelo trágico assassinato, que chocou Parauapebas, Pará e até mesmo Brasil.
Jakson Souza era associado à Acip, cidadão de bem que lutava para que Parauapebas fosse referência positiva em todos os aspectos e com certeza deixará saudades, afinal, era um ótimo profissional e como pessoa, amigo de todos.
Que Deus possa confortar o coração de seus familiares e que as autoridades possam investir cada vez mais em segurança. Infelizmente, a cada dia que passa a nossa cidade está cada vez mais violenta.
Oriovaldo Mateus – atual presidente da Acip
Humberto Costa – presidente eleito da Acip

Nota de pesar da Aicop

NOTA DE PESAR

A Prefeitura de Parauapebas vem a público expressar o seu pesar pelo inesperado e violento falecimento do Sr. Jakson Souza e Silva, presidente da Subseção Parauapebas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que ocorreu no final da noite deste sábado (24) em Manaus, Amazonas.
O Governo Municipal, que sempre se mostrou parceiro da OAB, se solidariza e une em oração aos amigos e família da vítima neste momento onde somente o Criador poderá trazer paz.

Corpo de Jakson Silva chega a Parauapebas e será velado na sede da OAB

O advogado Jakson Souza e Silva, presidente da Subseção Parauapebas da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA), foi assassinado na noite deste sábado (24) na Rua 15 de Outubro, Bairro Redenção, Zona Centro-Oeste de Manaus (AM). A diretoria da instituição decretou luto oficial de três dias.
De acordo com informações da OAB-PA, o advogado estava em Manaus a trabalho quando teria sido abordado por dois homens em uma moto que efetuaram um disparo contra o peito dele. O advogado ainda chegou a ser socorrido por populares, que o levaram para um hospital, mas ele não resistiu ao ferimento e morreu.
A suspeita é que o crime tenha sido encomendado, já que os homens fugiram sem levar nenhum pertence da vítima. O corpo de Jakson está previsto para chegar a Parauapebas por volta das 16 horas.
Por decisão da viúva de Jakson, senhora Simone, o velório será realizado na sede da OAB/Parauapebas, que fica localizada na Rua D nº 173, Bairro Cidade Nova.
O enterro está agendado para a manhã desta terça-feira (27) no cemitério municipal de Parauapebas, localizado na Estrada Municipal Faruk Salmen. (Fontes: Bariloche Silva / ORM News)

domingo, 25 de janeiro de 2015

Pau de selfie

by J.Bosco

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Jornada Pedagógica encerra com oficinas e planejamento para 2015

Fotos: Waldyr Silva
Aberta na noite da última quarta-feira (21), no ginásio poliesportivo do Bairro Beira Rio, em Parauapebas, com a presença do palestrante professor/doutor Max G.Haetinger, que discorreu sobre o tema “As tecnologias da informação e comunicação a serviço da aprendizagem”, encerrou nesta sexta-feira (23) a Jornada Pedagógica 2015, com discussão em torno do planejamento para este ano nas escolas do município.
Durante sua palestra, Max Haetinger, convidado especial para o evento, envolveu os educadores e apontou diversas formas de como as tecnologias da informação e da comunicação podem colaborar para o melhor entendimento dos conteúdos, por parte dos alunos, e seu respectivo envolvimento nas aulas.
No dia seguinte, quinta-feira (22), professores e coordenadores se reuniram em suas respectivas unidades escolares e participaram de oficinas a cerca do tema proposto pela Semed, dando continuidade à Jornada Pedagógica deste ano.
Nesta sexta-feira (23), encerrando a Jornada, os educadores se concentraram em planejar as ações propostas para este ano letivo, avaliando o trabalho desenvolvido no ano passado e aplicando os recursos tecnológicos em favor do ensino-aprendizagem, conforme proposta do tema “As tecnologias da informação e comunicação a serviço da aprendizagem”.
Na avaliação da professora Orlene Maria Ribeiro da Costa Martins, diretora da Escola Municipal Eurides Santana, o tema deste ano da Jornada Pedagógica estimula os educadores a aprimorar os conhecimentos adquiridos, por meio da tecnologia, buscando sempre inovar e facilitar a transmissão de conhecimentos aos estudantes, tendo como principal objetivo proporcionar um ensino-aprendizagem de ótima qualidade.
Para a professora Zilda Janete Bispo Peixoto, da área de TR1 (programa de aceleração para alunos com dificuldade de aprendizagem), o tema proposto para o início do ano letivo se apresenta como um grande desafio aos educadores de Parauapebas, que têm a oportunidade de alinhar o conhecimento por meio da internet em favor do ensino-aprendizagem.
Por sua vez, a coordenadora pedagógica II, Maria Pereira Câmara, também da Escola Municipal Eurides Santana, destaca que na palestra de Max Haetinger ele enfatizou aos educadores que a tecnologia deve estar a serviço da aprendizagem do aluno. Partindo deste enunciado, a coordenadora entende que os educadores têm uma grande responsabilidade para adequar a busca do conhecimento por meio da tecnologia.
Já a professora Maria do Socorro Oliveira Martins, coordenadora I da divisão de 1º e 2º ciclos da Semed, avalia que o tema da Jornada Pedagógica 2015 se apresenta como uma grande responsabilidade para os professores e coordenadores do ensino público municipal, cujas aulas se iniciam nesta segunda-feira (26). (Waldyr Silva / Comunicação Semed)

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Marcos Leal conquista 7º lugar na Corrida de São Sebastião

O servidor da Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, Marcos Leal, maior representante do atletismo do departamento, participou da edição 2015 da tradicional Corrida de São Sebastião.
Levando em consideração os anos anteriores em que o corredor quase passou dessa para uma melhor e foi conhecer o céu dos atletas amadores, os colegas de trabalho entraram em contato com o Samu e conseguiram uma ambulância exclusiva para Marcos, caso o incidente se repetisse.
A apenas um dia da competição, o pet de Marcos Leal, o poodle Totó, após várias semanas se alimentando somente de pão amanhecido, resolveu mudar seu cardápio por conta própria, talvez pelo odor similar ao de queijo, devorando o tênis de corrida do webmaster da Ascom.
Somente depois de conseguir comover o frio coração do colega de trabalho Irisvelton Silva, popular “Bicho Bruto”, que emprestou seu discretíssimo tênis Reebok pink, Marcos pôde ter certeza que iria participar do evento.
Com o objetivo de melhorar os resultados anteriores (sua melhor colocação tinha sido o vigésimo lugar na categoria Master, de 39 a 99 anos), Marcos também decidiu mudar seus hábitos alimentares e deu início a uma rigorosa dieta especial para maratonistas.
Ao acordar todos os dias, ele devorava um prato de cuscuz, dois ovos de galinha fritos e meia dúzia de ovos de codorna cozidos. No almoço, depois de uma rabada, ele comia um tablete de rapadura. Antes de dormir, uma gemada acompanhada de um pacote de bolacha água e sal servia para garantir uma noite tranquila de sono. “Essa é a dieta de grandes esportistas como Ronaldo Fenômeno até hoje”, explica.
Mesmo não tendo vencido sua principal rival, a octogenária Maria da Conceição, e tendo todo o café da manhã após a prova, o colega garantiu o sétimo lugar na XI Corrida de São Sebastião.
Seu próximo objetivo é a Corrida Rústica do Trabalhador em maio e já está se preparando para a prova. “Dessa vez a dona Maria não vai levar. Estou treinando todos os dias”, garantiu Marcos Leal, mesmo não sabendo que Maria da Conceição ganhou as últimas quatro edições e que só treina no dia da corrida quando se desloca de sua casa na Palmares II para o local da disputa. (Anderson George)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Prefeitura intensifica ações de combate à hanseníase

Com a proposta de diagnosticar precocemente a hanseníase, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) intensifica ações de combate à doença no período de 26 a 30 de janeiro, semana que é comemorado o Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase. As ações serão realizadas em todas as unidades de saúde do município, inclusive na zona rural, no horário das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.
A coordenadora municipal do programa de hanseníase, Michele Ferreira, lembra que em 2014 foram diagnosticados 144 casos, 19 dos quais em crianças, e todos estão se submetendo a tratamento. “Quando identificamos uma criança ou adolescente com hanseníase, é porque tem um caso na casa dela que ainda não foi detectado”, explica a coordenadora. 
Em 2014, a Semsa realizou a campanha de hanseníase nas escolas, atendendo 10.500 crianças, com resultado de 9 casos diagnosticados e um pai que nunca tinha feito o exame. “Essas ações são para identificar novos casos, para que o paciente possa iniciar o tratamento imediatamente. O tratamento é gratuito e pode durar de seis a doze meses”, esclarece Michele Ferreira.
A coordenadora esclarece ainda que hanseníase tem cura e é fácil de detectar e tratar. Porém, quando diagnosticada e tratada tardiamente, pode trazer graves sequelas para os portadores, como lesões físicas. 
A doença é transmitida no contato de pessoa para pessoa. Os primeiros sintomas são manchas brancas e avermelhadas no corpo, dormência e falta de sensibilidade ao calor, frio ou toque. A hanseníase causa deformidade na pele e nos nervos dos braços, mãos, pés, pernas, rosto, orelhas e olhos. O tempo entre o contágio e a manifestação dos sintomas demora em média de dois a cinco anos. (Fonte: Ascom PMP)

domingo, 18 de janeiro de 2015

Brasil tem quase mil presos no exterior por tráfico de drogas

O brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, preso na Indonésia, teve sua pena de morte executada neste fim de semana, por tráfico de drogas. Além dele, mais 962 brasileiros estão detidos no exterior por tráfico ou porte de drogas, informou o Ministério das Relações Exteriores. O número, atualizado em 31 de dezembro de 2013, representa 30% dos 3.209 brasileiros em prisões fora do país.
Em países como Turquia (45 brasileiros presos), África do Sul (36), Austrália (seis) e China (quatro), todos estão detidos pelo crime de tráfico ou porte de drogas. Outras nações onde 100% dos prisioneiros brasileiros respondem por esse tipo de crime são Indonésia, Cingapura, Tailândia, Cabo Verde, Moçambique, Líbano, Jordânia, Catar, Nicarágua, República Dominicana e Nova Zelândia. Nesses países, o número de presos nascidos no Brasil varia entre um e três.
Na América do Sul, são 128 brasileiros presos por envolvimento com drogas no Paraguai, 48 na Bolívia, 34 na Argentina, 23 no Peru, 17 na Venezuela, 14 na Colômbia e 12 no Uruguai. Um terço dos 864 brasileiros em prisões de outras nações do continente foi detido por esse crime. Na América Central, a média se mantém, com seis dos 18 brasileiros presos. Na América do Norte, o percentual é o menor entre todos. Representam apenas 2%, com 14 brasileiros presos nos Estados Unidos e um no México, entre 726 por diferentes delitos.
Na África, todos os 40 brasileiros presos no fim de 2013 respondiam por envolvimento com drogas. Na Ásia, a proporção é de 26%, com 110 dos 417 brasileiros presos. Somente no Japão, 101 respondiam por tráfico ou porte de drogas. No Oriente Médio, chega a 50%, com dez dos 20 presos. Na Oceania, sobe para 69%, com nove entre os 13 detidos.
O maior número de brasileiros presos por esse tipo de delito está na Europa, com 496, ou 44%, de um total de 1.108. Eles são 150 na Espanha, 118 na Itália, 76 em Portugal, 45 na França, 45 na Turquia, 36 na Alemanha, 13 na Bélgica e 13 no Reino Unido.
Os demais 2.246 brasileiros presos no exterior respondem por crimes leves ou pesados, como situação migratória irregular, falsificação de documentos, desacato, roubo, fraude, dano material, violência doméstica, porte ilegal de armas, formação de quadrilha, tráfico de pessoas, latrocínio, garimpo ilegal e até suspeita de atividade terrorista. (Fonte: Agência Brasil)

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Internet de banda larga poderá ser considerada serviço essencial

O acesso à internet em banda larga poderá ser considerado serviço essencial, passando a União a assegurar sua existência, universalização e continuidade. Esse é o objetivo do Projeto de Lei do Senado (PLS) 431/2014, em tramitação na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).
De autoria do senador Anibal Diniz (PT-AC), o projeto também estabelece a prestação do serviço na forma de regime público, o que significa que a União passa a ser uma espécie de garantidora do serviço.
Na justificativa do projeto, o autor alega que, nas últimas duas décadas, as tecnologias de informação e comunicação, incluindo-se aí a telefonia fixa e móvel, a comunicação de dados e o acesso à internet, passaram a fazer parte do cotidiano de um grande número de pessoas em todo o mundo. Anibal Diniz acrescenta que essas tecnologias representam, na era contemporânea, uma das principais ferramentas de inclusão e desenvolvimento social.
O autor argumenta também que a internet permite não apenas a interação social, mas o acesso a informações, bens culturais, conhecimentos científicos e serviços públicos e privados. Assim, segundo o senador, o acesso à internet possibilita o exercício de vários direitos humanos fundamentais e passa à condição de elemento central na formação da cidadania do povo brasileiro.
A matéria faz parte de um conjunto de seis projetos de lei relacionados ao Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) apresentados por Anibal Diniz, cujo mandato se encerra este mês. Na CCT, ele foi o relator responsável por acompanhar o desenvolvimento do PNBL no ano de 2014.
No início de dezembro passado, o senador apresentou um diagnóstico sobre o atual estágio do programa, com um documento contendo várias sugestões para o governo aprimorar o acesso da população à internet. (Fonte: Agência Senado)

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Dia do Enfermo

by J.Bosco

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Chefe de Gabinete ministra aula sobre legislação em cursinho

Irisvelton Silva
Seguindo exemplo de uma dezena e meia de professores voluntários, o advogado Gilmar Nascimento de Moraes, recém-empossado chefe de Gabinete da Prefeitura de Parauapebas, ministrou na noite desta terça-feira (13), no Plenarinho da Câmara Municipal, aula sobre legislação para uma turma de mais de 100 alunos que participam de cursinho preparatório para concurso público da prefeitura.
De acordo com Maria José Silva Monteiro, conhecida por “Estrela”, assessora do vereador Major da Mactra, o cursinho teve início no último dia 6 e vai até o dia 6 de fevereiro; conta com 350 alunos matriculados, divididos em duas turmas; é ministrado por 15 professores de áreas diferentes, totalmente gratuito e oferecido pelo vereador acima citado.
Numa aula dinâmica e bastante didática, com a participação efetiva da turma, Gilmar Moraes explicou num telão todos os artigos, parágrafos e alíneas da Lei nº 4.231, de 26 de abril de 2002, que dispõe sobre o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Parauapebas, indicando o que poderia ou não cair na prova do concurso público. Para o aluno Ozeias Cabral, a aula ministrada pelo advogado foi a melhor que ele já assistiu, desde quando teve início o cursinho preparatório.
A aula contou com a participação especial da juíza Eline Vieira Salgado, titular da 4ª Vara Cível da Comarca de Parauapebas, que aproveitou a oportunidade para motivar a turma de concurseiros, orientando que o conhecimento é um dos bens mais importantes do ser humano, porque serve para o resto da vida de cada pessoa que o adquire.
Por sua vez, o vereador Major da Mactra justificou que decidiu oferecer o cursinho gratuitamente para a comunidade por entender a dificuldade que muitas pessoas têm em estudar e passar em concurso público. “Minha vontade é que o maior número de pessoas de Parauapebas passe no concurso público da prefeitura”, almejou o vereador. (Waldyr Silva)

Abertas as inscrições para 11ª Corrida de São Sebastião

Os esportistas interessados em participar da XI Corrida de São Sebastião, padroeiro de Parauapebas, devem se inscrever até o dia 19 de janeiro, na secretaria da Paróquia de São Sebastião, Praça Mahatma Gandhi, em horário comercial, ou na sede da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), no ginásio poliesportivo do Bairro Beira Rio, no período das 8 às 14 horas.
Realizada pela Semel, com apoio da Paróquia São Sebastião, a disputa acontece pelo décimo primeiro ano consecutivo, com provas masculinas, femininas e categorias especiais (para deficientes visuais e cadeirantes), além de atletas não profissionais.
A corrida terá início às 8 horas da manhã, dia 20 de janeiro, data em que é comemorado o dia do santo. O percurso para as categorias masculinas é de 7 km e iniciará em frente ao shopping da cidade. 
A trajetória feminina e especial (deficientes visuais) será de 5,5 km, com saída do posto de fiscalização da Sefa (próximo ao viaduto). Para a categoria especial (cadeirantes) o percurso ainda será definido.
São parceiros do evento o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.
Informações complementares podem ser adquiridas na Igreja de São Sebastião (94) 3346-3434 e Semel (94) 98179-0564 / 99220-9806 / 8808-0083/9167-1408/8169-9181
Premiações
Geral masculino e feminino (sem limite de idade ou residência)
1º Lugar: R$ 1.500,00
2º Lugar: R$ 1.000,00
3º Lugar: R$ 700,00
Categoria Master masculino e feminino (40 anos acima)
1º Lugar: R$ 1.000,00
2º Lugar: R$ 700,00
3º Lugar: R$ 500,00
Categoria Especial (deficientes visuais)
1º Lugar: R$ 1.000,00
2º Lugar: R$ 700,00
3º Lugar: R$ 500,00
Categoria Especial (cadeirantes)
1º Lugar: R$ 1.000,00
2º Lugar: R$ 700,00
3º Lugar: R$ 500,00
Categoria Atletas Locais (16 a 39 anos - masculino e feminino)
1º Lugar: R$ 700,00
2º Lugar: R$ 500,00
3º Lugar: R$ 300,00
Categoria Atletas Locais Master (40 anos acima - masculino e feminino)
1º Lugar: R$ 700,00
2º Lugar: R$ 500,00
3º Lugar: R$ 300,00
Serão distribuídas medalhas de participação para as colocações do 4º ao 10º lugar. (Fonte: Ascom PMP)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Novo sistema de fiscalização eletrônica foi prorrogado

A Prefeitura de Parauapebas prorrogou o prazo para o início do registro das infrações flagradas pela fiscalização eletrônica na cidade, que encerraria na última sexta-feira (9), até o próximo dia 9 de fevereiro de 2015.
O governo municipal entende que mais importante que a arrecadação, o sistema eletrônico de controle de velocidade, popularmente denominado “radar”, tem o objetivo de reduzir a velocidade e, consequentemente, salvar vidas.
Nos últimos 30 dias, os aparelhos funcionaram normalmente, mas sem que nenhuma infração fosse processada. Apesar da sinalização indicativa nas vias, conforme estabelecida pelo Código Brasileiro de Trânsito (CTB), um alto número de infrações foram flagradas diariamente, uma média de 5.800 por dia. (Fonte: Ascom PMP)

Programação marca 10 anos do Mangal das Garças e 399 de Belém

Fotos: Agência Pará
Uma dupla comemoração marcou, na manhã desta segunda-feira (12), os 399 anos de Belém e os 10 anos do Parque Mangal das Garças. Para comemorar a data, uma programação especial foi realizada no Parque Zoobotânico com a participação do governador em exercício, Zequinha Marinho, e do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, além de outras autoridades. Três mudas de pau-brasil foram doadas ao complexo ambiental.
A programação iniciou com a apresentação de um coral infantil de 100 vozes. Em seguida, ao som do Hino Nacional, também entoado pelo coral de crianças, foi plantada a primeira muda de pau-brasil pelo prefeito Zenaldo Coutinho, que foi seguido no mesmo gesto pelo governador do Estado em exercício, Zequinha Marinho, e pela professora Izabela Jatene, acompanhada por cinco crianças e jovens atendidos pela Fundação Pro Paz Ufra. Uma delas, Silvandra Lima, 15 anos, também comemorou nesta segunda-feira o seu aniversário.
Zequinha Marinho destacou o carinho que tem por Belém. “Essa é uma cidade que abraça todo mundo, e que tem um povo ordeiro e hospitaleiro, que faz com que todos se sintam em casa. Não tive o privilégio de nascer em Belém, mas me sinto filho daqui também, por tudo aquilo que essa terra tem dado a essa gente e ao estado. Em 399 anos dá para se contar muita história, e Belém certamente tem muitas, seja por sua rica cultura ou pelos avanços que já consquistou e que engrandecem o Pará”, afirmou.
Sobre o Mangal, o governador em exercício destacou que, apesar de ter apenas dez anos, o parque já tem espaço cativo no coração da cidade. “É um lugar muito agradável e acolhedor, e tem muito de Belém aqui. Por isso, vejo com muito carinho a forma com que o idealizador deste projeto, e também secretário de Cultura do nosso estado, Paulo Chaves, tratou esse empreendimento desde o início. E continua tratando com gestos como esse, de plantar novas árvores, que representam a semeadura de um novo tempo, uma nova cidade”, acrescentou.
Síntese
Paulo Chaves falou sobre o projeto e destacou que o espaço é uma síntese do bioma amazônico. “Aqui você tem a incorporação das terras altas, onde ficam as árvores de grande porte, depois vêm o capoieral, a beira de rio, os lagos e esse simbólico igarapé que serpenteia todo o parque. Por tudo isso, ele é um oásis no coração da cidade e representa, acima de tudo, a possibilidade de se fazer um trabalho permanente de inclusão social. Temos aqui vários programas voltados, sobretudo, para crianças. E criança representa esperança”, ressaltou.
Zenaldo Coutinho também destacou a síntese que o parque representa e reforçou a importância de se preservar bons valores. “É uma bela coincidência que o Mangal está completando seus 10 anos de existência junto com os 399 de Belém. E é melhor ainda que estejamos plantando uma árvore. Isso simboliza a necessidade que temos de valores culturais e éticos, sobretudo, numa cidade grande. E para ser grande, nossa cidade precisa ter grandes valores. Só com isso poderemos preservá-la como uma cidade de paz”, afirmou.
Ainda durante programação, o padre Ronaldo Menezes presidiu uma celebração ecumênica, que foi encerrada com a apresentação das crianças e jovens do grupo de percussão da Fundação Pro Paz. Em comemoração aos 10 anos de funcionamento, durante todo o dia, o parque recebe gratuitamente o público em todos os espaços monitorados, até as 18 horas. O Mangal fica localizado na passagem Roberto Carneiro da Rocha, s/nº, Bairro da Cidade Velha. (Amanda Engelke - Secretaria de Estado de Comunicação)

sábado, 10 de janeiro de 2015

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Fone de ouvido carrega celular enquanto reproduz música

Um fone de ouvido é capaz de carregar a bateria do smartphone. É o que promete o P2, criado pela Phaz, que oferece a opção de conectar um cabo USB e carregar o celular a partir de uma bateria de 1.200 mAh embutida no corpo do fone.
De acordo com a empresa, a energia interna deve ser suficiente para carregar 70% da bateria do celular. Caso a recarga não seja necessária, o fone funciona em modo passivo que não consome energia.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Pesquisadores da Embrapa desenvolvem plástico filme comestível

Pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveram um plástico filme comestível que pode ser produzido a partir de alimentos como espinafre, mamão, goiaba e tomate. As características do produto (resistência, textura e capacidade de proteção), no entanto, são muito similares às de um papel-filme convencional.
A pesquisa foi desenvolvida pela Rede de Nanotecnologia Aplicada ao Agronegócio (AgroNano) da Embrapa e recebeu investimentos de R$ 200 mil. Os trabalhos foram coordenados pelos pesquisadores Luiz Henrique Capparelli Mattoso e José Manoel Marconcini.
“É uma forma de processamento de alimento na forma de filme, mas eles têm características similares aos filmes convencionais, seja a diminuição da passagem de gases ou do contato com outros organismos. É algo que não deixa você ter contato direto com o alimento”, destaca o líder da Rede de Pesquisa de Nanotecnologia para Agronegócio da Embrapa, Cauê Ribeiro.
Aves envoltas em sacos que contêm o tempero em sua composição, sachês de sopas que podem se dissolver com seu conteúdo em água fervente, goiabadas vendidas em plásticos feitos de goiaba e sushis envolvidos com filmes comestíveis no lugar das tradicionais algas são algumas possibilidades imaginadas pela equipe da Embrapa para aplicar a nova tecnologia.
Usados como matéria-prima do filme, os alimentos passam pelo processo de liofilização – tipo de desidratação em que, após o congelamento do alimento, toda a água contida é transformada do estado sólido diretamente ao gasoso, sem passar pela fase líquida. O resultado é um alimento completamente desidratado, mas com propriedades nutritivas.
O processo pode ser aplicado aos mais diferentes alimentos como frutas, verduras, legumes e até alguns tipos de temperos. Os pesquisadores adicionaram quitosana, um polissacarídeo formador da carapaça de caranguejos, com propriedades bactericidas – o que pode aumentar o tempo de prateleira dos alimentos.
“O tempo para chegar ao mercado depende muito do tipo de alimento o do tipo de parceria que a gente vai desenvolver com empresas. Temos de dar ênfase é no processo para fabricar esses itens”, destaca Ribeiro. (Fonte: Agência Brasil)

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Detran reabre nesta quarta-feira com novos valores para os serviços

O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) voltará a funcionar em seu horário normal nesta quarta-feira (7). Os valores dos serviços oferecidos foram reajustados, de acordo com a Unidade Padrão Fiscal do Pará (UPF-PA), R$ 2,7382. Conforme a nova tabela, o valor do licenciamento, que em 2014 era R$ 154,18, passou para R$ 164,29.
O mesmo valor será cobrado para serviços de transferência de propriedade, expedição da segunda via do CRV/CRLV, transferência de jurisdição e primeiro emplacamento.
Para obtenção da carteira de habilitação, os valores de alguns serviços são os seguintes: primeira habilitação, categoria A, R$ 164,29 (o valor era R$ 154,18); primeira habilitação, categoria AB, R$ 219,06 (era R$ 205,58); e renovação, R$ 68,46 (era R$ 64,24). 
As diárias para os veículos apreendidos nos parques de retenção também foram reajustadas, passando de R$ 25,70 para R$ 27,38 para veículos de quatro rodas.
A lista completa com todos os serviços ofertados pelo órgão e seus novos valores estão disponíveis no site www.detran.pa.gov.br, também, a partir de quarta-feira (7). (Edson Matoso)

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Não existe mais latifúndio no Brasil, diz nova ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Recém-empossada ministra da Agricultura, a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) não abandonou o discurso ligado ao agronegócio que a tem colocado em rota de colisão com movimentos sociais e com setores do PT.
Nesta entrevista concedida à Folha, ela disse que recebeu da presidente Dilma Rousseff a missão de "revolucionar" a pasta e que não teme a contenção de gastos para este ano.
Folha – A senhora assume o ministério no momento em que grandes importadores de alimentos, como a China, crescem menos ou até enfrentam crise, como a Rússia. Como será o ano para o agronegócio?
Kátia Abreu – Há dificuldades, mas não temos muitos temores em relação às commodities de alimentos. A China, que importa 23% dos nossos produtos, pode parar de investir em uma porção de coisas. Mas 1,3 bilhão de pessoas lá segue precisando almoçar, jantar e lanchar. Está havendo uma queda de preços [dos alimentos exportados], mas não creio em alteração de volume. Mesmo com o embargo [de potências internacionais], os russos continuam se alimentando de frango. As pessoas têm de comer. E a gente não exporta produtos muito agregados, consumidos por pessoas ricas. Exportamos é carne, que a massa come, um produto processado por lá.
Folha – A sua primeira viagem internacional será a esses países. Qual será a pauta?
KA – Vamos assinar acordos firmes e claros para a habilitação, por exemplo, de novas fábricas frigoríficas no Brasil, para que elas possam exportar para esses países. Os chineses e os russos verbalizam: "Não queremos ficar na mão de JBS, Marfrig, Minerva [os maiores frigoríficos do país]". Eles querem ter mais opções de compra. Vamos ampliar as possibilidades.
Folha – Não haverá reação dos frigoríficos que já têm esse mercado?
KA – Ninguém gosta de dividir nada, né? As pessoas, quanto mais ganham, mais felizes ficam. Mas cabe ao estado brasileiro abrir oportunidades e fazer o jogo da nação. E não de corporações. Não posso focar o privilégio de alguns em detrimento dos demais.
Folha – Ainda sobre a crise: o ano será de contenção de gastos. Como ficará o orçamento do Ministério da Agricultura?
KA – Todo mundo me fala: "Você vai brigar com o [ministro da Fazenda] Joaquim Levy". Gente, tenho uma tranquilidade tão grande! O setor [do agronegócio] é tão consolidado e dá respostas tão rápidas que é perigoso até ele me dar mais do que peço. É verdade! Ele não quer que o país se recupere? Vai recuperar com que, gente? Fabricando o que, a não ser comida? Então não tenho medo dos cortes do Levy. Ele vai investir em carne boa. Não vai investir em carne podre. O agronegócio não é carne podre.
Folha – Movimentos sociais que apoiaram a reeleição de Dilma Rousseff afirmam que a nomeação da senhora foi um tapa na cara deles. O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) diz que a senhora criminaliza os movimentos e até já pediu CPI contra eles.
KA – Se eles me apoiassem, aí era difícil, né? Quero dialogar com eles. Diálogo sempre. E condenar invasão, sempre. Tem MST que invade, isso é ilícito, sim, e vai continuar sendo. Está na Constituição.
Folha – A senhora trabalha com a possibilidade de haver invasão em terras de sua família?
KA – O quê? O Ministério do Trabalho já pediu [documentos de propriedades] de 1987 para trás, quando o meu marido ainda era vivo. Eles vão à minha casa 24 horas por dia. Não acham nada. Meu filho não aguenta mais. Já invadiram também. Eu falo com franqueza: não tenho nada contra assentamentos. No Tocantins, sentei com o MST, eles me pediram ajuda. Tive audiência com o [então ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel] Rossetto para arrumar dinheiro para eles comprarem a fazenda de um cidadão. Se eu quero terra, por que eles não podem querer? Agora, não invade, pelo amor de Deus, porque não dá.
Folha – O país não necessita acelerar a reforma agrária?
KA – Em massa, não. Ela tem de ser pontual, para os vocacionados. E se o governo tiver dinheiro não só para dar terra, mas garantir a estrutura e a qualidade dos assentamentos. Latifúndio não existe mais. Mas isso não acaba com a reforma. Há projetos de colonização maravilhosos que podem ser implementados. Agora, usar discurso velho, antigo, irreal, para justificar reforma agrária? A bancada [ruralista] vai trabalhar sempre, discutir, debater.
Folha – A senhora vai chamar os movimentos para dialogar?
KA – Conflitos em outras áreas não são da alçada do Mapa [Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento]. Meus colegas do Desenvolvimento Agrário, do Incra, podem mediá-los com competência. Agora, passou o pé para dentro da terra, tô dentro. Inclusive índio. Se quiser ajudar os índios a produzirem, sou a parceira número um. Faço isso no meu estado.
Folha – A proposta da PEC 215, em discussão no parlamento, de passar a responsabilidade por demarcação de terras indígenas para o Congresso não traz o risco de que não se demarque mais nada no país?
KA – Não. Porque não vai sair mais nada nunca do jeito que está. O STF já decidiu que terra demarcada não pode ser ampliada. Até então tinham saído várias, de forma equivocada, empurradas pela Funai [Fundação Nacional do Índio] a toque de caixa. Enquanto os índios reivindicavam áreas na Amazônia, a gente nunca deu fé do decreto de demarcação [em vigor]. É um decreto inconstitucional, unilateral, ditatorial, louco, maluco. "E por que vocês só foram ver isso depois?" Porque os índios saíram da floresta e passaram a descer nas áreas de produção. Não temos problema com terra indígena, a nossa implicância é com a legalidade. Se a presidenta entender que os pataxós estão com a terra pequena, arruma dinheiro da União, compra um pedaço de terra para eles e dá. Ótimo. Só não posso é tomar terra das pessoas para dar para outras.
Folha – As terras dos índios também foram tomadas.
KA – Então vamos tomar o Rio de Janeiro, a Bahia. Por que [o raciocínio] só vale em Mato Grosso do Sul? O Brasil inteiro era deles. Quer dizer que nós não iríamos existir.
Folha – E os pequenos agricultores, haverá alguma política específica para eles?
KA – Precisamos criar uma grande classe média rural brasileira. Ela hoje não existe. Dos cinco milhões de produtores do país, 300 mil são das classes A e B e só 796 mil da C. Nas classes D e E estão 70%, que contam com financiamento barato, mas não têm assistência técnica. Precisamos pegar essas pessoas, identificá-las, fazer editais e leilões para dar a elas assistência continuada. Tenho que fazer igual babá, decidir o que vai produzir. Não existe terra ruim. Tendo água, até na Arábia Saudita as pessoas plantam.
Folha – Haverá um "Proer" para o setor sucroalcooleiro?
KA – Este é um assunto gravíssimo, que deve envolver todo o governo. A crise é total. Precisamos, em primeiro lugar, conhecer o endividamento do setor, que está alavancado em dólar. Não tenho a solução mágica. Mas temos de encontrar um mecanismo de estabilidade desse biocombustível [o etanol] que não seja só a ligação com o petróleo.
Folha – Uma das queixas do setor é a de que a Agricultura depende de tantos outros ministérios que acaba limitada.
KA – A presidente Dilma me disse, de pronto, a minha missão: "Kátia, é para revolucionar". Não podemos mais ficar só anunciando Plano Safra todo ano, cento e tantos bilhões para isso, cento e tantos bilhões para aquilo. É muito pouco. Ela quer que o Ministério da Agricultura tenha uma interlocução forte com o Ministério dos Transportes para discutir logística, PAC 2, PAC 3.
Folha – Mas não haverá tantos recursos para os investimentos.
KA – Temos de apostar tudo na privatização. A presidente inclusive enviará proposta ao Congresso mudando a legislação de hidrovias. Temos vários "Mississippi" maravilhosos. O correto é o governo fazer as hidrovias e depois concessionar para a iniciativa privada tocar.
Folha – A senhora é tida como ministra da cota pessoal de Dilma. Considera-se amiga dela?
KA – Falar que é amiga de presidente pega mal. Não sou amiga da presidente. Sou fã da presidente. Ela é um ser humano bom. Ela tem espírito público. Ela vai para a luta. Ela não quer saber. Ela vai, nestes quatro anos, escrever uma bela biografia. E eu quero colaborar para escrever uma biografia maravilhosa para ela na minha área. (Mônica Bergamo, colunista da Folha)

domingo, 4 de janeiro de 2015

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Novos gestores de órgãos da administração estadual tomam posse em Belém

Na tarde desta quinta-feira (1º), no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, o governador Simão Jatene assinou os termos de posse dos novos gestores das administrações direta e indireta para a próxima gestão. Sessenta e três profissionais foram nomeados, 18 deles para o cargo de secretário de estado, e os demais para a gestão de núcleos, fundações e institutos.
A solenidade começou com a assinatura do termo de posse da secretária de Estado de Administração, Alice Viana. Na sequência, outros 17 secretários assinaram seus respectivos documentos e cumprimentaram o governador. Seguindo o protocolo, os gestores dos órgãos da administração indireta repetiram o mesmo ato solene.
O novo secretário de Estado de Educação, Helenilson Pontes, discursou em nome de todos os nomeados, agradecendo ao governador, “em nome do povo, pelo gesto de confiança que depositou em cada um de nós ao assinar esse mandato, para que possamos, nas mais diferentes áreas, representar a vontade dos paraenses que enxergam este como um governo correto, justo e, sobretudo, eficiente”.
Competência e eficiência
Governador Simão Jatene frisou à sua nova equipe de trabalho a responsabilidade e as dificuldades que deverão ser superadas ao longo dos próximos quatro anos. A excelência no serviço público também foi outro ponto abordado por Simão Jatene.
“A questão da competência e a busca da eficiência devem ser algo perseguido cotidianamente. Nesse momento, temos dois grandes desafios: aumentar a disponibilidade dos recursos do estado, porque nosso orçamento per capita é muito baixo. A outra coisa, que podemos começar imediatamente, é melhorar a qualidade do gasto. Pra isso, é importante que a equipe de governo seja efetivamente uma equipe, um grupo afinado, com princípios. Que seja capaz de colocar sobre qualquer outra variável o que é mais importante: de como é possível servir melhor a população do Estado do Pará. O melhor lugar para se fazer isso é no setor público. O exemplo tem esse condão de contagiar as pessoas para a construção de uma sociedade melhor”, afirmou o governador.
Para o novo secretário de Estado de Segurança Pública, general de Exército Jeannot Jansen, a nomeação para a pasta é desafiadora. “É um desafio que não depende apenas de mim, mas de vários fatores. Entre eles, a sociedade. Este é o meu desafio: conscientizar a todos de que somos responsáveis por isso”, destacou o novo secretário. Ele garantiu que “todos os esforços serão envidados para que a gente atinja um patamar de segurança pública coletivo e satisfatório. Este é o nosso grande objetivo”.
A secretária de Estado de Administração, Alice Viana, também destacou a importância da qualidade do serviço público e o retorno imediato à sociedade. “Temos mais um desafio para responder à população deste estado, com mais eficiência na prestação de serviços e mais celeridade e racionalidade no uso da máquina pública, especialmente depois de uma reforma administrativa tão ampla e de um governador que assume pela terceira vez a administração do estado, numa clara demonstração da esperança da população deposita em nosso governador”, reiterou Alice Viana.
Para Heloísa Guimarães, nova secretária de Estado de Saúde Pública, o serviço público, já no primeiro dia do ano, não pode ser negligenciado. “Hoje mesmo, infelizmente, temos emergências ocorrendo e não podemos parar. Já temos as aeronaves em ação. Temos atendimento em Breves e Capitão Poço na remoção de pacientes mais graves. Para evitar o desconforto da família e do paciente, vamos ampliar os serviços em cada região, para que essas pessoas sejam o menos possível removidas para a capital”, anunciou.
Empenho
Adnan Demachki, titular da recém-criada Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), destacou o empenho de todos nesta nova gestão. “Todos nós devemos entender que somos a equipe que irá ajudar o governador a realizar todos os nossos sonhos, tudo que almejamos em prol de nosso Estado”, ressaltou o secretário.
De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, a expectativa para o governo, e em especial para sua área de atuação, é a melhor possível. “O estado tem um plano de desenvolvimento para o turismo. Esse plano contempla, na realidade, um avanço significativo na compreensão do turismo como atividade econômica. Então, vamos continuar a implantação deste planejamento e perseguir um desafio maior, que passa por um processo de organização, fomento e fortalecimento da atividade empresarial”, declarou.
Os nomes dos titulares da Delegacia Geral de Polícia Civil, da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, do Núcleo Executor do Programa Municípios Verdes e do Núcleo de Gerenciamento do Programa Pará Rural deverão ser divulgados nos próximos dias. (Ana Paula Bezerra / Secretaria de Estado de Comunicação)