segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Marina Silva: um novo olhar sobre o Brasil

* Leonardo Boff – Erram os que pensam que a saída da senadora Marina Silva do PT obedece a propósitos oportunistas de uma eventual candidatura à presidência da República.

Marina Silva saiu porque possuía um outro olhar sobre o Brasil, sobre o PAC (Programa de Acelaração do Crescimento) do governo, que identifica desenvolvimento com crescimento meramente material e com maior capacidade de consumo.

O novo olhar, adequado à crescente consciência da humanidade e à altura da crise atual, exige uma equação diferente entre ecologia e economia, uma redefinição de nossa presença no planeta e um cuidado consciente sobre o nosso futuro comum.

Para estas coisas, a direção atual do PT é cega. Não apenas não vê. É que não tem olhos. O que é pior.

Para aprofundar esta questão, valho-me de uma correspondência com o sociólogo de Juiz de Fora e Belo Horizonte, Pedro Ribeiro de Oliveira, um intelectual dos mais lúcidos que articula a academia com as lutas populares e as Cebs e que acaba de organizar um livro sobre “A consciência planetária e a religião” (Paulinas 2009).

Escreve ele: “Efetivamente, estamos numa encruzilhada histórica. A candidatura da Marina não faz mais do que deixá-la evidente. O sistema produtivista-consumista de mercado teima em sobreviver, alegando que somente ele é capaz de resolver o problema da fome e da miséria – quando, na verdade, é seu causador. Acontece que ele se impôs desde o século XVI como aquilo que a Humanidade produziu de melhor, ajudado pelo iluminismo e a revolução cultural do século XIX, que nos convenceram a todos da validade de seu dogma fundante: somos vocacionados para o progresso sem fim que a ciência, a técnica e o mercado proporcionam. Essa inércia ideológica que continua movendo o mundo se cruza, hoje, com um outro caminho, que é o da consciência planetária. É ainda uma trilha, mas uma trilha que vai em outra direção”.

“Muitos pensadores e analistas descobriram a existência dessa trilha e chamaram a atenção do mundo para a necessidade de mudarmos a direção da nossa caminhada. Trocar o caminho do progresso sem fim, pelo caminho da harmonia planetária”.

“Esta inflexão era a voz profética de alguns. Mas agora, ela já não clama mais no deserto e sim diante de um público que aumenta a cada dia. Aquela trilha já não aparece mais apenas como um caminho exclusivo de alguns ecologistas, mas como um caminho viável para toda a humanidade. Diante dela, o paradigma do progresso sem fim desnuda sua fragilidade teórica e seu dogma antes inquestionável ameaça ruir. Nesse momento, reunem-se todas as forças para mantê-lo de pé, menos por meio de uma argumentação consistente do que pela repetição de que 'não há alternativas' e que qualquer alternativa “é um sonho'”.

“É aqui que situo a candidatura da Marina. É evidente que o PV é um partido que pode até ter sido fundado com boas intenções, mas hoje converteu-se numa legenda de aluguel. Ninguém imagina que a Marina – na hipótese de ganhar a eleição – vá governar com base no PV. Se eventualmente ela vencer, terá que seguir o caminho de outros presidentes sul-americanos eleitos sem base partidária e recorrer aos plebiscitos e referendos populares para quebrar as amarras de um sistema que 'primeiro tomou a terra dos índios e depois escreveu o código civil', como escreveu o argentino Eduardo de la Cerna”.

“Mesmo que não ganhe, sua candidatura será um grande momento de conscientização popular sobre o destino do Brasil e do Planeta. Marina Silva dispensará os marqueteiros, e entrarão em campanha os seguidores de Paulo Freire”.

“Esta é a diferença da candidatura Marina. Serra, do alto da sua arrogância, estimula a candidatura Marina para derrubar Lula e manter a política de crescimento e concentração de riqueza. Lula, por sua vez, levanta a bandeira da união da esquerda contra Serra, mas também para manter a política de crescimento e de concentração da riqueza, embora mitigada pelas políticas sociais”.

“Marina representa outro paradigma. Não mais a má utopia do progresso sem fim, mas a boa utopia da harmonia planetária. A nossa visão não é restrita a 2010-2014. Estamos mirando a grande crise de 2035 e buscando evitá-la enquanto é tempo ou, na pior das hipóteses, buscar alternativas ao seu enfrentamento.

É por isso, por amor a nossos filhos, netos e netas, temos que dar força à candidatura da Marina. E que Paulo Freire nos ajude a fazer dessa campanha eleitoral uma campanha de educação popular de massas”.

Digo eu com Victor Hugo: "Não há nada de mais poderoso no mundo do que uma ideia cujo tempo já chegou”.

* Co-autor com Mark Hathaway de The Tao of Liberation. En Exploration of Ecology of Transformation, N.York, a sair em breve

domingo, 30 de agosto de 2009

Prefeitura entrega títulos definitivos de 12 lotes à Justiça do Trabalho

A Prefeitura de Parauapebas entregou na última sexta-feira (28), à Justiça do Trabalho, o título definitivo de 12 lotes urbanos. A área entregue é uma parte da quadra localizada na rua D, entre as ruas 7 e 8, onde estava o antigo prédio da prefeitura.

Na oportunidade, estiveram presentes o prefeito Darci José Lermen, o presidente da Câmara Municipal, Euzébio Rodrigues; vereadores, secretários municipais e autoridades do magistrado; o desembargador corregedor regional, Francisco Sérgio Rocha; o juiz titular da 1ª Vara do Trabalho, Jônatas dos Santos Andrade; juiz de direito da Comarca de Parauapebas, Aidison Campos Souza; as juízas do Trabalho Suzana Fontes Borges, Silvana Borges Matos e Ana Paula Sobreira. Além destes, o promotor de justiça, Ramon Furtado, e o presidente da Ordem dos Advogados em Parauapebas, Jackson Sousa.

Para o juiz da 1ª Vara do Trabalho, Jônatas Andrade, a entrega dos lotes vai beneficiar bastante o trabalho da justiça, pois a demanda de processos é muito grande e não há acomodações adequadas para que haja um melhor atendimento. Porém, ele enfatiza que, mesmo sem condições, os serviços que a justiça presta estão acima da média da região, pois conta com uma ótima equipe de trabalho.

O juiz enfatiza ainda que o prédio tem que ser construído em até três anos, período que a prefeitura determinou para construção, senão será devolvido. Entretanto, a justiça planeja fazer um prédio imponente, como ainda não há no município, com exceção do novo prédio da prefeitura municipal.

O prefeito Darci destacou que entrega dos lotes foi de grande importância para Parauapebas, pois assim estará proporcionando à população um melhor atendimento no serviço público, com ambiente acolhedor. (Suellen Medeiros)

‘Pebinha’ se mantém na liderança da Copa de Futsal da Aicop

Ao golear a equipe do Jornal Carajás pelo elástico placar de 10 a 1, na noite deste sábado (29), o time do Pebinha de Açúcar se mantém na liderança da Copa de Futsal da Aicop, com seis pontos e saldo positivo de 16 gols.

Os outros resultados da segunda rodada do certame de futebol de salão envolvendo veículos de comunicação da cidade, organizado pela Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), foram os seguintes: Band O x W Impacto, Correio 7 x 6 Arara e Liberal 5 x 9 In-Revista.

Os próximos jogos, marcados para o dia 5 de setembro (sábado) na quadra esportiva da escola Euclides Figueiredo, são Arara Azul x TV Band, Correio do Pará x Pebinha de Açúcar, In-Revista x Jornal Carajás e Jornal Impacto x TV Liberal.

Classificação
1º - Pebinha de Açúcar: 6 pontos; saldo de gol: 16
2º - In-Revista: 6 pontos; saldo de gol: 10
3º - Jornal Impacto: 6 pontos; saldo de gol: 1
4º - Arara Azul: 3 pontos; saldo de gol: 4
5º - Correio do Pará: 3 pontos; saldo de gol: 0
6º - TV Band: 0 ponto; saldo de gol: -6
7º - O Carajás: 0 ponto; saldo de gol: -7
8º - TV Liberal: 0 ponto; saldo de gol: -11

Lambidas de acalento

CRÔNICAS DO PC

Conheço um casal gaúcho que veio dos pampas para morar conosco, contratado para prestar serviços no setor de suas atividades específicas. Os dois vivem aparentemente tranquilos. Ela é administradora de empresas e gerente de uma loja de artigos finos. Ele é engenheiro agrônomo, responsável pelo setor de pesquisas sobre sementes transgênicas.

Os dois são muito educados e compreensivos, se relacionam daquela maneira de tudo fazerem para agradarem-se mutuamente, procurando levar a vida da melhor maneira possível, evitando alguns probleminhas entre casais, que só trazem aborrecimentos. E concordaram em liberdade individual, cada um agindo à sua maneira. Até não tinham do que se queixar, a mulher muito menos, porque gosta de uma noitada de fim de semana, andando acompanhada de amigas na mesma situação de liberdade, em bares, restaurantes, churrascarias, Às vezes frenquentava boates, procurava um par simpático, bebia, dançava, só se divertindo.

O engenheiro agrônomo apreciava mais a vida no campo, aproveitando as folgas para acampar nas margens dos rios e ficar pescando, tantos dias que pudesse. Nem se preocupava que tinha uma linda mulher acostumada a ambientes sociais requintados, numa maravilhosa cidade da Serra Gaúcha. Coincidentemente, ela se chamava Maiska Hungria e ele Raniere Bucareste.

Para falar a verdade, dona Maiska confessava sempre às amigas que se sentia meio desprezada pelo simples fato do marido dificilmente acompanhá-la. Não era todas as vezes que queria sair sozinha. A companhia do parceiro até lhe dava mais segurança, quando acontecia, lá uma vez saírem juntos, tendo ainda aquela premissa conhecida de que mulher desacompanhada é alvo preferido dos “ricardões”, como última conclusão.

O agrônomo não ligava para essas coisas, procurando ficar na dele, trabalhando e se divertindo em contato direto com a natureza.

Dessa maneira, o tempo foi passando, dona Hungria participando de ativa vida social, sempre sem o marido ao lado.

Os mais entendidos, até mesmo um sábio capiau metido a filósofo, afirmavam: “O perigo da mulher andar sozinha é levar um tropicão e cair de jeito, por baixo, tendo um peso de dois pés por cima”. E continuavam: “Nesse mundão cheio de artes do cafuçu não se deve facilitar a liberdade nem minha, nem sua, ou a coisa desmantela”.

Têm razão os pensadores. Dona Hungria, solta e livre, suportou o tanto que pôde aquela parte má e pervertida da mente, de induzir as pessoas ao pecado. “A carne é fraca. Não vou resistir”, convenceu-se um dia a gaúcha. E caiu na esparrela, indo na onda de um bonitão. Mesmo sentindo remorso, cedeu pela primeira vez. Não vai negar, gostou. E tome sequências de atos, até perder a conta. Aproveitava os dias de pesca do marido para prevaricar. Tão rotineira estava a coisa que num dia de sábado, ainda cedo da noite encontrou-se com um “ricardão” na própria casa e no quarto do casal. Ficaram naquela de sossegados amantes esplêndidos, já que se encontravam bastante inspirados.

De repente, a surpresa: dr. Budapeste resolveu regressar mais cedo e bate à porta do quarto. D. Hungria, surpreendida, pensou rápido e cochichou no ouvindo do amante orientando-o a esconder-se debaixo da cama.

D. Hungria abriu a porta e recebeu o marido de braços abertos, que trazia uma vara de pescar seguro na mão direita. Foi direto para o banheiro e tomou um banho de ducha quente. Relaxado, deitou na cama e puxou conversa: “Hoje o dia não estava para pescador e resolvi voltar mais cedo”.

Mal acabou de falar, o homem debaixo da cama, descuidado e nervoso, sem querer levantou o joelho e bateu na cama, o que espantou Budapeste. Mas antes de outra reação, dona Hungria acalmou-lhe, afirmando: “É o nosso cachorro Dragão que deitou aí debaixo da cama lhe aguardando chegar”.

O enganado marido, calmamente baixou uma das mãos e ficou estalando os dedos: “Dragão, chorrinho!.. Fique calminho aí...”

O “ricardão”, malandro e esperto, para ser mais original, começou a lamber a mão de dr. Budapeste. E lambeu... lambeu, até ficar sem saliva, ao tempo em que o enfadado homem dormiu.

Aproveitou a ocasião propicia e saiu debaixo da cama, procurando “dá no pé”. Antes, porém, pegou a vara de pescar que continuava encostada na parede, colocou no ombro e retirou-se.

No outro dia, dr. Budapeste acordou um pouco mais tarde. Sentou-se na cama, acendeu a luz, olhou para um lado e outro, cheirou a mão lambida, coçou a cabeça, e chamou dona Hungria, que continuava dormindo na maior tranquilidade:

“Minha querida, você deu balinhas para Dragão chupar, pois na minha mão que ele lambeu ficou com cheiro ativo de hortelã? E ainda lhe pergunto, você não viu se entrei no quarto com a minha vara de pescar?”

Pedro Cláudio M.Reis (PC) / E-mail: pcmourareis@yahoo.com.br

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

CredPará em Parauapebas

O CredPará já se encontra em pleno funcionamento em Parauapebas, em parceria do Governo do Estado com a Prefeitura Municipal e coordenação geral de Leonardo Silva, mais conhecido como "Léo".

A atuação do CredPará se fará em consonância com as políticas publicas de combate à pobreza e de apoio ao micro e pequeno empreendedores, concedendo crédito ágil, acessível e adequado para a criação, o crescimento e a consolidação de empreendimentos dos setores formal e informal existente no Município de Parauapebas.

O CredPará está oferecendo financiamento a micro e pequeno empreendimentos de pessoas físicas e jurídicas, nas modalidades de individual, solidário, associativo e especial.

O interessado ao crédito deverá estar inscrito a uma Associação ou Cooperativa, onde a presidência da mesma enviará um oficio solicitando a visita dos Agentes de Negócios para apresentação do programa. Endereço: prédio do Sine, sala 3.

Massacre de Eldorado: STJ mantém condenação de coronel e major

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou recursos dos policiais militares condenados pela morte de 19 trabalhadores sem-terra em 1996, ocorrida em Eldorado do Carajás.

A defesa pedia a anulação do julgamento, ocorrido em 2002, mas os ministros da Quinta Turma, por unanimidade, consideraram regular a formulação dos quesitos (perguntas sobre o crime) apresentados ao júri. Com isso, fica mantida a condenação imposta ao coronel Mário Colares Pantoja, de 228 anos, e ao major José Maria Pereira de Oliveira, de 158 anos e quatro meses.

O juiz que presidiu o Tribunal do Júri formulou os quesitos a serem submetidos aos jurados em uma única série. A defesa queria o reconhecimento da necessidade de formulação de uma série de quesitos para cada uma das 19 vítimas. Para isso, invocou o artigo do Código de Processo Penal, segundo o qual, havendo diversos pontos de acusação, serão formuladas séries distintas de quesitos.

A relatora do recurso, ministra Laurita Vaz, não detectou nulidades nos quesitos formulados pelo juiz. Antes de apresentá-los aos jurados, o juiz o faz para a defesa e para a acusação. No caso, a ministra destacou que não houve, por parte da defesa, impugnação dos quesitos naquele momento de apresentação pelo juiz. A defesa também não fez constar na ata do julgamento a arguição de nulidade.

Além disso, Laurita Vaz ressaltou que a tese da acusação é única, homogênea, já que a conduta imposta aos comandantes foi única (perder o comando da tropa e, com isso, concorrer para os crimes). A relatora destacou que a tese da defesa, assim, também foi única, sendo que a quesitação única não representou prejuízo à sua atuação.

Os trabalhadores sem-terra acabaram mortos durante uma operação de desocupação da rodovia PA-150, bloqueada pelos manifestantes durante três dias. Eles protestavam contra a demora na desapropriação de terras para reforma agrária.

O coronel Pantoja era o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar de Marabá e o major Oliveira era o comandante da Companhia de Policiamento Militar de Parauapebas.

Os condenados estão respondendo ao processo em liberdade por força de um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Da decisão do STJ, ainda cabe recurso ao próprio STJ e ao STF.

Fora do ar

A Amazônia TV, afiliada ao SBT, comunica aos telespectadores que, por razões contratuais, o programa "Boa Noite Cidade" deixa de ser exibido a partir de hoje (27/08).

Mariana Pacheco Netto
Sócia-proprietária da Amazonia Comunicação e Marketing Ltda.

Movimento em defesa da cultura de Parauapebas

Bariloche Silva

Fabrício, Deicharles, Waldyr, Laércio e Demerval

Jornalistas, músicos, artistas plásticos, escritores e demais profissionais intelectuais de Parauapebas se reúnem nesta sexta-feira (28), a partir das 18 horas, no auditório do Sinticlepemp (Praça Mahatma Gandhi), para discutir a permanência do Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC) e apresentar alternativas que viabilizem ações voltadas à cultura no município.

Na última terça-feira (25), um grupo de jornalistas filiados à Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), que tem como presidente Waldyr Silva, se reuniu nas dependências do auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e debateu o requerimento n° 094/2009, de autoria do vereador Odilon Rocha de Sanção (PMDB), que solicita a demolição do CDC para a construção de estacionamento no local. O requerimento foi aprovado por unanimidade durante sessão extraordinária realizada há duas semanas na Câmara Municipal de Parauapebas.

Na oportunidade, os membros da Aicop formaram uma comissão que irá se reunir hoje (28) com membros da Coordenadoria Municipal de Cultura de Parauapebas, que tem como gestor Cláudio Feitosa. Nesta reunião, os jornalistas irão saber de mais detalhes sobre o projeto de restauração do CDC, que deve ser apresentado pela Coordenadoria e que já está em andamento para ser aprovado.

A comissão foi formada pelos seguintes profissionais de imprensa: Waldyr Silva (presidente da Aicop), Laércio de Castro (Arara Azul FM), Bariloche Silva (Carajás O Jornal e site Pebinha de Açúcar), Demerval Moreno (Arara Azul FM), Deicharles Damascena (Ascom da Semas) e Fabrício Assis Pereira (Arara Azul FM).

O comunicador Laércio de Castro sugeriu que fosse iniciado um manifesto imediatamente com o apoio de artistas locais em defesa do CDC. “O Centro de Desenvolvimento Cultural já foi palco de diversos eventos culturais importantíssimos para nosso município, e de maneira alguma podemos simplesmente esquecer isso e demolir esse marco histórico de nossa cidade para darmos lugar para estacionamentos”, enfoca o radialista.

Durante a reunião, o presidente da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas sugeriu que os associados à Aicop começassem a elaborar ideias que justifiquem a não demolição do CDC, além da elaboração de abaixo-assinado a ser distribuído em todos os bairros do município. “Com certeza não são apenas os jornalistas que não querem a demolição do CDC, que é um patrimônio de Parauapebas. Por este motivo, pedimos aos colegas e população de modo em geral que entrem também neste importante movimento”, relata.

Blog em defesa do CDC
Dentro dos próximos dias, a comissão formada por membros da Aicop irá lançar um espaço na internet destinado à campanha, que é contra a demolição do Centro de Desenvolvimento Cultural. Através do endereço eletrônico http://www.emdefesadocdc.blogspot.com/, os internautas poderão acompanhar matérias jornalísticas, enquetes e fotografias sobre o assunto, além de espaço para abaixo-assinado on-line em defesa do CDC.

No site de coberturas de eventos e notícias de Parauapebas e região http://www.pebinhadeacucar.com.br/ está disponível uma enquete sobre a demolição do CDC. Os internautas podem votar à vontade e expressar suas opiniões.

Manifestação e show
Na reunião com os profissionais de imprensa, ficou definido também que futuramente o grupo irá articular com empresários locais e músicos da região uma manifestação em praça pública, com o objetivo de defender a permanência do CDC em Parauapebas. (Bariloche Silva)

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Cartão vermelho


PRB no rádio e na TV

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) entra no ar nesta quinta-feira (27), no período das 20 às 20h10 e das 20h30 às 20h35, respectivamente em rede nacional de rádio e de TV, com inserções do partido, conforme autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Vale abre 900 vagas para programa de estágio

Estão abertas até 20 de setembro as inscrições para o Programa de Estágio da Vale. São 900 vagas para estudantes do ensino técnico e superior, dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Sergipe, Espírito Santo, Pará, Maranhão e Mato Grosso do Sul. As inscrições podem ser feitas através do site www.vale.com.

Para os universitários serão oferecidas vagas em mais de 30 cursos em diferentes áreas, como Engenharia, Geologia, Administração, Arquitetura, Química, Direito, Informática, Comunicação, Psicologia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Comércio Exterior, entre outras. A lista completa e a divisão de cursos, por estado, estão disponíveis no site.

Estudantes de nível técnico terão a oportunidade de se inscrever também em mais de 14 cursos, entre eles Eletrônica, Mecânica, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Elétrica, Química, Informática, Administração, Meio Ambiente, Secretariado, Administração e Enfermagem.

Os selecionados iniciarão o estágio em janeiro de 2010 e receberão bolsa-auxílio mensal de R$ 600,00 a R$ 900,00 (os valores variam dependendo do curso, técnico ou superior, e da carga horária), assistência médica e seguro de vida.

Nas unidades onde a empresa não oferece transporte e restaurante, os estagiários também receberão vale-transporte e vale-refeição. A carga horária do estágio varia entre 4 e 6 horas, dependendo da função.

Para participar do processo seletivo, os universitários devem estar em período equivalente a dois anos para concluir o curso, ter conhecimentos de inglês e de informática.

Para os candidatos de nível técnico, a exigência é que estejam a um ano de concluir o curso ou sejam recém-formados e ainda não tenham cumprido a carga horária de estágio obrigatório. (Fonte: Assessoria Vale)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

PMP doa terreno para TJE

A Prefeitura de Parauapebas cederá na próxima sexta-feira (28), às 9 horas da manhã, para o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), a área onde funcionou a antiga prefeitura.

A solenidade de doação da quadra, que se localizada entre as ruas C e D, bairro Cidade Nova, deverá contar com representantes do TJE, que virão de Belém.

____________
Atualização

Caro Waldyr, o imóvel - terreno - foi doado ao Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região para a construção do Fórum Trabalhista de Parauapebas. Há equívoco no post, eis que relata a doação ao TJE.
Jônatas Andrade
Juiz titular da 1ª VT de Parauapebas

Encontro Estadual de Conselheiros Tutelares será na Câmara Municipal

Marcado para ser realizado nos dias 27, 28 e 29 de agosto, no Docenorte Esporte Clube, em Carajás, Parauapebas, o X Encontro Estadual de Conselheiro e Ex-conselheiro Tutelar e Conselho de Direito não vai mais ocorrer em Carajás.

O local do evento foi transferido para o auditório da Câmara Municipal de Parauapebas, nos mesmos dias (quinta-feira, sexta-feira e sábado).

Prefeito lança Plano Safra para 2009/2010

Fotos: Waldyr Silva




Com a presença de mais de 200 agricultores de vários assentamentos do município, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror), lançou no último final de semana o Plano Safra 2009/2010.

O evento ocorreu na última sexta-feira (21) na Chácara Açaizal, nas proximidades da vila Palmares Sul, por ocasião da realização do seminário denominado I Dia de Campo dos Beneficiários da Política Pública da Produção Rural de Parauapebas.

Além de trabalhadores rurais, o seminário contou com as presenças do prefeito Darci José Lermen, secretários municipais Irineu dal Santo (Sempror), Milton Zimmer Schneider (Finanças), José das Dores Coutinho (Gabinete), Antonio Neto Pereira (Habitação), Marivaldo Cruz dos Santos (Urbanismo) e Antonio Batista (Ascom); vereadores Israel Miquinha, Zé Alves e Raimundo Vasconcelos; além de assessores e outros servidores.

Durante a programação, houve ciclo de atividades de caráter instrutivo, com palestras, minicursos e mostra de vídeo; atividades práticas de campo sobre mecanização e manejo; e lançamento do Plano Safra para os próximos dois anos, pelo prefeito Darci Lermen.

Por ocasião do seminário, foram apresentadas as ações que estão sendo desenvolvidas pela prefeitura, através da Sempror, como o Programa Fruticultura Sustentável, Programa Qualidade e Renda, Projeto Casa de Farinha, Programa Leite e Pasto, Programa Diversificar e, por último, o Plano Safra.

Ao apresentar o Plano Safra, o prefeito Darci Lermen explicou que um dos objetivos do programa é eliminar as pastagens em lotes que não gerem rentabilidade ao pequeno agricultor e substituí-las por áreas agricultáveis com a introdução da lavoura branca (arroz, feijão, milho, mandioca) e hortaliças, gerando renda e alimentação, controlando o êxodo rural e incentivando o homem do campo a produzir com tecnologia e sustentabilidade.

Ainda sobre o Plano Safra, o gestor municipal acrescentou que o programa tem como ênfase oferecer serviços de mecanização agrícola para os agricultores familiares oriundos de projetos de assentamentos que estejam devidamente regularizados no município de Parauapebas, que possuam mão-de-obra suficiente para realização de trabalhos braçais e busquem qualificar a produção rural.

O programa tem como principal meta atender 20 localidades situadas em 12 projetos de assentamento do município, num total de cerca de mil famílias, e realizar o preparo de 1.200 hectares de terra. A única contribuição do agricultor é colaborar com 10 litros de óleo diesel para cada hora mecanizada (arada) por trator.

Atrações e preço de ingressos na Fap

Acompanhe abaixo as atrações musicais da Feira de Agronegócios de Parauapebas (Fap), com respectivos preços do ingresso, que acontece no período de 5 a 13 de setembro próximo.

Dia 05/09 (sábado): Bandas Mala 100 Alça e Kassikó (R$ 15,00)
Dia 06/09 (domingo): Banda Xeiro de Amor e Aparelhagem Rubi (R$ 15,00)
Dia 07/09 (segunda-feira): Banda Católica Dominus (Entrada franca)
Dia 08/09 (terça-feira): Artistas de Parauapebas e região (Entrada franca)
Dia 09/09 (quarta-feira): Dupla João Neto e Frederico (R$ 15,00)
Dia 10/09 (quinta-feira): Dupla Victor e Léo (R$ 25,00)
Dia 11/09 (sexta-feira): Artistas evangélicos e Banda Baetz (R$ 15,00)
Dia 12/09 (sábado): Bandas Puro Desejo e Calypso (R$ 15,00)
Dia 13/09 (domingo): Dupla Carlos e Jáder e Banda Ravelli (R$ 15,00)

Liberdades gerais


Do blog Pauta Cidadã, do prefeito Darci Lermen:

"Terminamos de fechar o ciclo de assembleias realizadas em diversos locais do município. Novamente, prevaleceu a participação dos comunitários definindo prioridades.

Tivemos a oportunidade, também, de escancarar os números da administração pública.

Prestação de contas ao vivo. Anualmente é assim.

Tem de tudo, nas assembleias: pedido de construção de lombada em rua estreita do bairro que afunila o trânsito de alta velocidade; reivindicação de praças (o povo ama praças, seu espaço de liberdade mais perto de casa); linha de transporte coletivo para encurtar a distância do emprego pra residência do trabalhador; recolocação de lâmpadas queimadas nos postes públicos; denúncia de que o caminhão de lixo não passou pela porta da casa; e uma infinidade de outras demandas comuns das cidades.

A 'Sessão de Reclamações', como batizei, antes da lista de definição de obras e outras intervenções.

Participar das assembleias que debateram a LOA-2010, mais uma vez, me envolveu profundamente. Fiz questão de abrir as audiências, acompanhar a explanação dos secretários e, o melhor de tudo, interagir com todos na hora dos debates.

É nesse momento que o prefeito precisa estar atento, escutar, anotar e entrar na discussão.

Digo que quando aos moradores dos bairros e vilas é passada a palavra, a democracia se estabelece de vez.

Lava-se a roupa suja. Ouve-se críticas e elogios.

O melhor são as críticas, porque surgem com forte carga de sinceridade.

Parauapebas está convivendo com isso já faz tempo. Não é à-toa que o município, em época de eleição, se transforma civicamente em terra de 'fogo quente'.

O 'fogo' que sai da alma e das veias dos eleitores brandindo bandeiras de seus candidatos preferidos.

Poucos municípios paraenses revelam o ardor intenso da eleição, como Parauapebas.

Isso faz um bem danado. E dá um orgulho!!!"

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Água e vida no Pantanal

A destruição do Pantanal afeta diretamente a vida de milhares de pessoas e de um ecossistema importante para o equilíbrio ecológico do continente, causando alterações até no clima.

A região também é importante para o suprimento de água, a estabilização do clima e a formação do solo.

A Bacia Hidrográfica do rio Paraguai, responsável pela formação do Pantanal, se estende por uma área de 624.320 km2, onde vive uma população de mais de 3 milhões de pessoas. Desse total, 64% estão no Brasil, 20% na Bolívia e 19% no Paraguai.

Mais do que nunca, as agressões à natureza põem em risco esse patrimônio nacional e todos nós. Saiba mais sobre esta que é a maior área úmida inundável do planeta. (Fonte: WWF – Brasil)

Vereador quer voos da Gol e Tam em Parauapebas

O vereador Odilon Rocha de Sanção (PMDB), foto, teve requerimento aprovado na sessão da última sexta-feira (21) sugerindo que as empresas aéreas Gol e Tam elaborem estudos para viabilizar voos regulares ao aeroporto de Carajás, em Parauapebas, com o objetivo de atender a demanda do município e região.

No requerimento, o vereador justifica que Parauapebas conta hoje com mais de 150 mil habitantes e que os voos iriam atender também usuários dos municípios vizinhos como Curionópolis, Canaã dos Carajás, Eldorado do Carajás, Xinguara, Ourilândia e Tucumã, que hoje só têm a opção de vôo dessas empresas na cidade de Marabá, que fica a uma distância média de 170 quilômetros.

Odilon Rocha alega ainda que o município de Parauapebas abriga o complexo mineral de Carajás, explorado pela Vale, cujo volume de exportação, no ano passado, ultrapassou mais de 4 bilhões de dólares, constituindo-se em importante instrumento de geração de divisas para o Estado do Pará e do país, além de pólo de negócios de importância internacional.



Acip
Em junho deste ano, o presidente da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (Acip), José Rinaldo Alves de Carvalho, acompanhado do empresário de rádio Raimundo "Cabeludo" Nonato Vieira, foi recebido em audiência pelo senador José Sarney (foto), presidente do Senado, ao qual solicitou empenho junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para que esta viabilizasse voos comerciais das duas empresas para o aeroporto de Carajás.

Naquela oportunidade, José Rinaldo e Raimundo "Cabeludo" explicaram ao senador que estudos recentes revelam que mais de 50% dos passageiros que utilizam os voos da Tam e Gol no aeroporto de Marabá têm Parauapebas como destino.

“É inaceitável que essa parte do Pará priorizada pela Vale para investimentos, que cresce 25% ao ano, segundo PIB nacional, que exportou mais de 4 bilhões de dólares em 2008, continue lembrada só para a retirada de riquezas e cobrança de impostos, cujo povo se ressente da efetiva presença do Estado do Pará e Governo do Brasil”, frisou, na época, José Rinaldo de Carvalho.

Estação Kart - Inauguração nesta sexta-feira


Apelo


segunda-feira, 24 de agosto de 2009

CPI da Pedofilia em Parauapebas

Deu no blog Contraponto & Reflexão

No próximo sábado (29), a CPI de Combate à Pedofilia, comandada pelos senadores Magno Malta (PR) e José Nery (PSOL), estará em Paraupebas para acompanhar os trabalhos do Encontro de Conselhos Tutelares da Região Sul e Sudeste do Pará.

Marina Silva elogia Aécio Neves, mas lembra que o PV é da base do governo

A senadora Marina Silva (sem partido-AC) foi muito cautelosa ao comentar na tarde desta segunda-feira (24), em Rio Branco (AC), a declaração do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), que não descarta a possibilidade de uma possível aliança tucana com o PV, em 2010, com o argumento de que o PV possui hoje mais proximidade com o PSDB do que com o PT.

Em entrevista exclusiva ao Blog da Amazônia, a ex-ministra do Meio Ambiente fez questão de assinalar que não havia tomado conhecimento da proposta do governador Aécio Neves, não leu o noticiário e desconhece o contexto.

“Não sei de nada. Obviamente, o Partido Verde terá uma candidatura no primeiro turno das eleições presidenciais. O que está posto é a questão ambiental como algo estratégico para o país. Todos os partidos têm o direito de ter suas candidaturas”, afirmou Marina Silva.

Leia mais no Blog da Amazônia.

Trinta e nove gols na abertura da II Copa de Futsal da Aicop





A primeira rodada da II Copa de Futsal da Aicop, ocorrida na noite do último sábado (22), na quadra de esporte da escola Euclides Figueiredo, foi marcada com 39 gols assinalados por sete das oito equipes que participam do certame realizado pela Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop).

Os times são formados por profissionais/atletas que militam em veículos de comunicação (jornal, TV, rádio, site, agência, blog etc) da cidade.

No primeiro jogo, o time do Pebinha de Açúcar aplicou 7 a 0 na equipe da TV Liberal; no segundo, Arara Azul marcou também 7 gols contra 2 no time de O Carajás; na terceira partida, o Jornal Impacto fez 7 a 6 no Correio do Pará; enquanto que no último jogo da rodada a equipe da TV Band foi derrotada pelo placar de 8 a 2 pelo time da In-Revista.

A II Copa de Futsal da Aicop prossegue no próximo sábado (29) com a segunda rodada com os jogos TV Band x Jornal Impacto (18 horas), Correio do Pará x Arara Azul (19 horas), TV Liberal x In-Revista (20 horas) e Pebinha de Açúcar x O Carajás (21 horas).

Classificação
1º - Pebinha de Açúcar: 3 pontos; saldo de gol: 7
2º - In-Revista: 3 pontos; saldo de gol: 6
3º - Arara Azul: 3 pontos; saldo de gol: 5
4º - Jornal Impacto: 3 pontos; saldo de gol: 1
5º - Correio do Pará: 0 ponto; saldo de gol: -1
6º - O Carajás: 0 ponto; saldo de gol: -5
7º - TV Band: 0 ponto; saldo de gol: -6
8º - TV Liberal: 0 ponto; saldo de gol: -7

Miss Universo é novamente de Venezuela


Stefanía Fernández


As cinco finalistas

A candidata da Venezuela, Stefanía Fernández, de 18 anos, foi eleita neste domingo (23) a Miss Universo 2009, na final realizada em Nassau, capital das Bahamas.

Este é o segundo ano consecutivo em que uma concorrente venezuelana leva o título. Em 2008, Dayana Mendoza foi coroada.

Em segundo lugar neste ano ficou a Miss República Dominicana, Ada Aimee de la Cruz, e em terceiro a candidata de Kosovo, Gona Dragusha.

Entre as dez finalistas foram escolhidas, além das três latino-americanas, as candidatas da Austrália, África do Sul, Kosovo, República Tcheca, Suíça, Estados Unidos e França. A brasileira Larissa Costa foi eliminada na seleção que resultou em 15 finalistas.

Os mestres de cerimônias da festa foram Billy Bush, da revista "Access Hollywood", e a modelo e atriz americana Claudia Jordan, que foi Miss Rhode Island (EUA). (Portal G1)

Manifestantes contra Sarney

Na Avenida Paulista, em São Paulo, em frente ao Masp, manifestantes pedem que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deixe o cargo.

A foto é da Agência Estado.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Bel Mesquita presidirá CPI de crianças desaparecidas

Brasília – A deputada federal Bel Mesquita (PA) foi eleita esta semana presidente da CPI que deverá investigar o desaparecimento de crianças e adolescentes no país. A comissão deverá concentrar esforços na identificação das causas e os responsáveis pelo sumiço de menores no período entre 2005 e 2007.

Bel Mesquita destacou que a CPI deverá ouvir representantes do Ministério Público, dos conselhos tutelares e de outros órgãos responsáveis pelo atendimento desses casos. “O importante é desenvolver instrumentos que protejam a criança e não permitam a proliferação de novos casos de desaparecimento”, afirmou a parlamentar.

Atualmente, cerca de 50 mil crianças desaparecem por ano no Brasil. Deste número, aproximadamente 10% permanecem sem paradeiro definido. A CPI deverá contribuir para minimizar os efeitos desses números. “É fundamental que a CPI consiga identificar os principais locais nos quais essas crianças possam estar, para que elas consigam voltar para casa”, esclareceu Bel Mesquita.

Na avaliação da deputada, a expectativa é que a comissão tenha condições de apontar os caminhos pelos quais o Poder Legislativo possa desenvolver projetos que impeçam o aumento dos índices de desaparecimentos.

A CPI deverá nortear as ações de outras áreas do Executivo, incluindo as iniciativas feitas nos estados. “Nossa meta é entender qual a motivação, quem ou quais grupos estão por trás desses desaparecimentos, para podermos estudar um meio de evitar tudo isso. Certamente, ao longo do trabalho surgirão propostas do Legislativo para que o Executivo e a sociedade representada em todos seus seguimentos possam resolver a questão”, ressaltou a deputada. (Assessoria da deputada)

PEC dos Jornalistas já se encontra na CCJ

Brasília - O deputado federal Maurício Rands (PT-PE) é o relator da proposta de emenda à Constituição (PEC 386/09) que restabelece a exigência do diploma de jornalismo para o exercício da profissão.

A matéria tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, que analisa a admissibilidade do texto. Se for aprovada na CCJ, a proposta segue para análise de uma comissão especial e, depois, para o plenário.

Maurício Rands participou na quarta-feira (19) de um encontro com o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), autor da PEC, e representantes da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

A categoria criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, em junho passado, aboliu a obrigatoriedade do diploma. “A discussão sobre a liberdade de informação e o exercício profissional é importante demais para ficar a cargo do Judiciário. O legislador é quem deve definir o melhor modelo legal para decidir a questão”, afirmou Maurício Rands.

O deputado Paulo Pimenta pediu uma audiência pública com o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. O magistrado foi relator do recurso extraordinário que aboliu a obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Audiências públicas do Projeto Cristalino

Acontecem nesta quinta-feira (20), em Canaã dos Carajás (às 10 horas, no Ginásio Antônio Costa Chorão); na sexta-feira (21), em Curionópolis (às 10 horas, no Teatro Municipal); e encerram no sábado (22) em Marabá (às 10 horas, no auditório poliesportivo Renato Veloso), as audiências públicas de apresentação do Projeto Cristalino, novo empreendimento de cobre da Vale na região, localizado no município de Curionópolis.

Durante as audiências, a Vale explicará todas as etapas do projeto às comunidades a representantes dos poderes públicos e aos órgãos ambientais. A audiência é uma oportunidade para que estes públicos conheçam as principais características do empreendimento.

Antes mesmo de chegar à etapa das audiências, o Projeto Cristalino já havia sido apresentado às comunidades dos municípios de influência do projeto. Ao todo foram realizadas 27 reuniões prévias nos meses de fevereiro e março deste ano.

As audiências debaterão ainda o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) emitido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), para fins de licenciamento ambiental. Foram convocados pelo secretário estadual de Meio Ambiente, Aníbal Picanço, o Ministério Público Federal e Estadual, instituições governamentais e não-governamentais, autoridades federais, estaduais e municipais; órgãos públicos e privados, além da população em geral.

O Projeto Cristalino é formado por uma cava a céu aberto, uma correia transportadora de longa distância, uma usina de beneficiamento – com capacidade para processamento de 16 Mt/a e produção de 100 mil toneladas de cobre em concentrado; duas pilhas de estéril e uma pilha temporária de minério; uma barragem de rejeito e duas barragens de captação de água.

Projeto Jovens Ilustradores chega a Parauapebas

A Vale lança em Parauapebas, nesta sexta-feira (21), o Projeto Jovens Ilustradores, quando alunos de escolas públicas do município participarão de uma oficina de ilustração botânica com duração de três dias. O evento será às 9 horas, na escola Carlos Drummond (Rua Sol Poente), e terá a participação de representantes da Vale e prefeitura, além de alunos e instrutores do projeto.

O projeto, que integra a segunda edição do Prêmio Brasileiro Imortal, classificará um professor e seis alunos que farão os selos que ilustrarão as espécies recém-descobertas na Reserva Natural Vale, em Linhares (ES). O trabalho final fará parte de uma exposição e se transformará em selo comemorativo dos Correios.

No Pará, os alunos e professores das cidades de Canaã dos Carajás, Paragominas e Ourilândia do Norte também receberão as oficinas.

Exigência de cliente

CRÔNICAS DO PC
Aconteceu um dia, tarde da noite. Furtado, bacharel em Direito e jovem de 26 anos de idade, descendente de pais portugueses, naturais da Ilha de Madeira, rodando pelos arredores de uma cidade brasileira, onde residia, e à procura de um lugar bacana para jantar, foi parar em frente de um famoso restaurante de comida internacional. Como estava com fome entrou para pedir um delicioso petisco chamado relish com tofu defumado à moda portuguesa, um prato saboroso, no entanto, não encontrou no cardápio.

Dado a decepção do cliente, o garçom chamou o maitre, que, com sinceridade, afirmou desconhecer tal tipo de guloseima.

“Como pode, senhor mestre-cuca? Quer dizer que o senhor nunca ouviu falar em relish com tofu defumado à moda portuguesa?, interrogou Furtado, com aquele sotaque tipicamente lusitano.

“Correto, meu senhor!”

“E o que tem na casa para se comer de diferente e exótico?”

“Deixe-me ver...!” E pôs uma das mãos no queixo ficando pensando. “Ah, já sei...! Que tal um coupe-ausin misturado com sal Guérand?”

“Danou-se! Agora eu é quem não sabe o que é!”

“Então, deixe que explico”.

O garçom não foi adiante com a fala porque de repente apareceu uma loura daquelas de fechar comércio, tomou a palavra do maitre, se intrometendo na conversa, e disse: “Meu caro Pantagruel, com vontade de jantar, aproveito para convidar-lhe a sentar-se à minha mesa e haveremos de discutir um sabor de um prato que sirva para nós dois”.

Furtado arregalou os olhos sem querer acreditar no que via em sua frente. Uma mulheraça e tanto, daquele tipo tentador, deixando qualquer homem babando com apetite voraz. Descontrolou-se. Seu pensamento de ímpeto concupiscente ficou maluco, envolto em devaneios só encontrados no “Kama Sutra”. Achou que o verdadeiro prato cheio estava diante de si.

“Senhor!”

“Sim!”

Furtado não conseguia falar direito, de olhos fixos nas pomas da senhora, que eretos se sobressaíam numa blusa colante. Apenas conseguiu fungar: “Hum... hum... hum...!

“Quero dizer – repetiu a mulher – que tal deliciarmos um típico “pon-ta-by-lá-shok?

“Ta bom!”

Minutos depois, apareceu um garçom com vários pratos fumegando e cheiro ativo de temperos. Os dois serviram-se à vontade. Ao terminar de comer, Furtado, desconhecendo o sabor da comida, indagou: “Comemos o quê”?

“Simplesmente pon-ta-by-shok”.

“Deixa pra lá !”

O desinteresse de Furtado para saber mais a respeito dos ingredientes do prato estava justamente na loura.

“Agora, de barriga cheia, o que faremos a seguir?”, indagou Furtado, com o pensamento cheio de maldade.

A mulher sorriu e adiantou: “Vamos andar por aí”.

Furtado pegou o carro, entendendo que “por aí” chama-se “motel”. A loura entendeu a intenção de Furtado, pela cara safada que mostrava, e retrucou: “Vamos para minha casa. É melhor. Mais discreto”.

Furtado, seguindo orientação da mulher, foi rodando, tomando rumo de um bairro nobre da cidade. Foi parar em frente a uma mansão magnífica.

Espantado, ele perguntou: “O que é isso?”, e ela respondeu: “A casinha humilde onde moro”. E, de maneira cortês, convidou-o a entrar.

De mãos dadas, caminharam um pouco, indo parar numa sala ricamente mobiliada. Furtado tremia as pernas de tanta emoção, sem querer acreditar no fato. Mas quando se preparava para dar o bote inicial, que decepção!

Sentado em um sofá, encontrava-se um homem careca, bigodudo, lendo um jornal. Ao notar a presença dos dois, levantou-se e beijou a loura, carinhosamente. Ela na mais absoluta tranquilidade comentou: “Esse é um amigo que conheci no restaurante, querendo comer relish com tufu defuymado à moda portuguesa”.

O homem careca, que não era outro, senão o dono do restaurante e marido da loura, disse apressado: “Vou já preparar ligeiro”.

Não deu tempo Furtado dizer que não queria comer mais nada, porque o marido da loura correu imediatamente em direção à cozinha. Minutos depois, apareceu segurando um prato fundo com bastante crean cheese light relish, bastante tofu defumado picadinho, tomates, cerejas, cebolinhas verdes cortadas de viés e salsa crespa.

Furtado, embora de barriga cheia, para ser agradável comeu tudo prazerosamente, forçando a barra estomacal. Não nega que o sacrifício valeu, porque até hoje continua com água na boca em não ter podido “mastigar” o outro petisco, nunca mais querendo saber de relish com tufu defumado à moda portuguesa.

Pedro Cláudio M.Reis (PC) / E-mail: pcmourareis@yahoo.com.br

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Coletiva de imprensa / Fap 2009

A Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas (Siproduz) está convidando a imprensa local para uma coletiva a ser realizada nesta quarta-feira (19), às 9 horas, na sala de videoconferência do Centro Universitário de Parauapebas (Ceup).

Tendo como tema os preparativos da Feira de Agronegócios de Parauapebas (Fap), a coletiva contará com as presenças de diretores do Siproduz, de representantes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e da Secretaria Municipal de Urbanismo (Semurb).

Gincana de pais e filhos em Carajás

No mês dos pais, o Parque Zoobotânico Vale, na Serra dos Carajás, município de Parauapebas, reunirá a família numa agradável atividade em meio à natureza.

No próximo sábado (22), a partir das 9 horas, acontece a Gincana de Pais e Filhos. Na ocasião, serão realizadas atividades como Jogo da Memória e Caça ao Tesouro, para testar o corpo e a mente dos participantes.

Para se inscrever, basta o interessado ligar para o telefone (94) 3327-5345, em horário comercial. As inscrições são gratuitas e limitadas a 60 vagas.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Empresários da Dan-Hebert são recebidos pelo prefeito Darci Lermen

Fotos: Waldyr Silva

Darci, Alexandre, Eduardo, Fontana, Soares e Alceu


José Soares, Eduardo Gomes e Alceu Filho


José Soares e Alceu Filho

Os empresários Alceu João Batista Filho, diretor da empresa Dan-Hebert Sistemas e Serviços; e José Soares dos Santos Filho, conselheiro do grupo Dan-Hebert, foram recebidos na última quinta-feira (13) pelo prefeito Darci José Lermen, no gabinete.

Acompanhado pelo secretário municipal de Obras, João Eduardo Fontana, e pelo assessor de Comunicação da Prefeitura, Alexandre Magno Maia, Darci Lermen ouviu dos empresários o interesse da empresa em trabalhar também com a Prefeitura de Parauapebas, já que presta serviços para a Vale, em Carajás.

Na audiência com o prefeito, José Soares Filho informou que a matriz da empresa Dan-Hebert Sistemas e Serviços acaba de transferir sua sede de Brasília para Parauapebas (provisoriamente na rua D nº 218, bairro Cidade Nova), no intuito de ficar mais próxima da região onde a empresa tem um grande volume de prestação de serviços.

Segundo o conselheiro, a empresa vem trabalhando desde 2001 para a Vale em Carajás, principalmente nas áreas de terceirização de mão-de-obra e prestação de serviços, como recuperação de áreas degradadas, limpeza industrial, apoio operacional, monitoramento de segurança, serviço de portaria, limpeza predial, entre outras.

“Além de formalizar a informação sobre a transferência da sede de nossa empresa para cá, o encontro cordial com o prefeito serviu também para mostrarmos que o grupo Dan-Hebert vem para cá para contribuir também com o desenvolvimento do município, pagando impostos e empregando mão-de-obra da cidade”, explicou José Soares Filho.

Por sua vez, o diretor Alceu Batista Filho acrescenta que há uma grande possibilidade de a Dan-Hebert Sistemas e Serviços fechar contrato com a prefeitura para prestação de serviço que ele não quis adiantar, pelo menos por enquanto.

Além de priorizar a contratação de mão-de-obra local, o diretor revela que a empresa dedica atenção especial para pessoas com deficiência física, mas que possuam alguma habilidade para o trabalho, incluindo esse segmento no mercado.

Ouvido pela reportagem, o prefeito Darci Lermen informou que, por enquanto, foi um encontro cordial com os representantes da empresa para informá-lo sobre a transferência da matriz para este município, mas não descartou a possibilidade de a prefeitura celebrar algum contrato de prestação de serviço com a Dan-Hebert Sistemas e Serviços.

Após o encontro com o prefeito, os empresários, acompanhados do assessor Eduardo Gomes, visitaram as obras de construção do Centro Administrativo, e ficaram surpresos com a grande estrutura do prédio que vai abrigar a sede do Poder Executivo de Parauapebas.

Fora, Sarney!


Cachorro participa de manifestação contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), em Curitiba.
Ações do mesmo protesto aconteceram no último sábado (15) em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, Natal, Salvador, Brasília, Goiânia, Maringá, Londrina, Vitória, Curitiba, Recife e São Luís.
A foto é da Agência Estado.

Estação Conhecimento é ouro no Campeonato Estadual Caixa Mirim

Belém – Os alunos da Estação Conhecimento de Tucumã foram os vencedores do Campeonato Estadual Caixa Mirim (12 a 14 anos), ocorrido no último sábado (15), na Escola de Educação da Universidade Estadual do Pará (Uepa), em Belém.

A delegação campeã, composta por 40 alunos da Estação Conhecimento - Núcleo de Desenvolvimento Humano e Econômico, com gestão compartilhada com a Fundação Vale, conquistou 233 pontos, garantindo o ouro na classificação geral, obtendo duas medalhas de ouro, seis prata e nove bronze no total.

A segunda posição foi para a equipe da Secretaria Municipal de Esporte, Arte e Lazer (Sejel), que marcou 92 pontos, e o terceiro lugar foi para os alunos da escola pública Edvaldo B.de Jesus, que marcaram 86 pontos. Por sua vez, a 4ª posição foi para a delegação de Marabá, a 5ª para o projeto "Papo Cabeça" e o 6º lugar ficou com os atletas de Ulianópolis.

A Federação Paraense de Atletismo promoveu, simultaneamente ao Campeonato Mirim, o Festival Pré-Mirim de Atletismo, para alunos com idades entre 9 e 11 anos. Nesta categoria, o primeiro lugar do pódio ficou para a escola Edvaldo de Jesus, 2º para a Escola Eunice Weaver e o 3º para a Estação Conhecimento.

As duas competições foram muito disputadas, reunindo cerca de 250 alunos de atletismo, de clubes, escolas da rede pública e de programas sociais de diversos municípios, como Belém, Castanhal, Ulianópolis, Marabá e Tucumã.

As aulas de esporte da Estação Conhecimento fazem parte do Programa Brasil Vale Ouro, que tem como desafio descobrir novos talentos olímpicos nas modalidades de judô, natação e atletismo nas regiões onde a Vale atua.

Destaques
No Campeonato Mirim, entre os destaques estão os atletas de arremesso de peso. No feminino, Vanessa Santos (Sejel) levou o ouro, com a marca de 9,06 m. A prata e o bronze foram para a Estação Conhecimento de Tucumã, respectivamente com as atletas Daine Nepomuceno Souza (7,45 m) e Lileia Barbosa Sousa (6,66 m). No masculino, o ouro e a prata foram para a Sejel, com Paul Williams Amorim (8,83 m) e Wagner William Costa (8,39 m). O bronze foi para a Estação Conhecimento, com o atleta Hellegton Freitas (8,37 m).

Na prova dos 80 m com barreiras, no feminino, a equipe da Estação Conhecimento brilhou mais uma vez, ao ocupar os três lugares do pódio, com as atletas Jaciara Felix Marques (16,36), Karine da Silva (17,48) e Linda Inez Barbosa (17,59).

Com o título de campeões, a delegação mirim repete o feito da equipe da Estação Conhecimento que participou, em maio deste ano, do Campeonato para Menores (15 a 17 anos), em Belém, onde também conquistou o ouro na competição.

Os pequeninos do Pré-Mirim também fizeram bonito no festival e mostraram que têm garra e força de atletas. No salto em distância feminino, Mylenna da Silva, da Estação Conhecimento, foi ouro com a marca de 3,73 m. A prata foi para Ana Cássia Rodrigues, da escola Edvaldo de Jesus (3,44 m) e o bronze para Adriele Mikaela, do projeto Papo Cabeça, com a marca de 3,26 m.

Nos 600 metros rasos masculino, Vitor Bezerra, da escola Edvaldo de Jesus, levou o ouro, com o tempo de 2.16.89. Alisson Santos, com o tempo de 2.17.13, e Danilo Carneiro Santos, com o tempo de 2.19.95, ambos da Estação Conhecimento, ficaram com a prata e o bronze, respectivamente.

O Campeonato Estadual Mirim e o Festival Pré-Mirim de Atletismo são realizados anualmente e têm a finalidade de promover o intercâmbio entre as associações (clubes) desportivas do Estado do Pará na modalidade atletismo, contribuindo para a melhoria e o desenvolvimento do nível técnico desse esporte no país. As provas envolveram arremesso de peso, salto em distância, revezamento e de velocidade.

O presidente da Federação Paraense de Atletismo, Ronaldo Lobato, fala da importância das competições. "São nessas modalidades de base que começamos a vislumbrar o futuro do atletismo paraense. Também notamos o grau, o nível de treinamento e o rendimento dos alunos através dos resultados conquistados". (Assessoria de Imprensa da Vale)

CONVOCAÇÃO

A missionária Neuly Castro, presidente da Associação das Mães Lírio dos Vales, convoca todos os associados da entidade para uma reunião a ser realizada no próximo sábado, dia 22 de agosto, a partir das 15 horas (3 da tarde), na Rua Pernambuco nº 63, bairro Liberdade, para tratar de assunto de interesse da instituição e dos demais associados.

Parauapebas, 17 de agosto de 2009
Missionária Neuly Castro
Presidente

Uma Silva sucessora de um Silva?

* Leonardo Boff
Não estou ligado a nenhum partido, pois para mim partido é parte. Eu, como intelectual, me interesso pelo todo, embora, concretamente, saiba que o todo passa pela parte. Tal posição me confere a iberdade de emitir opiniões pessoais e descompromissadas com os partidos.

De forma antecipada, se lançou a disputa: quem será o sucessor do carismático presidente Luiz Inácio Lula da Silva?

De antemão, afirmo que a eleição de Lula é uma conquista do povo brasileiro, principalmente daqueles que foram sempre colocados à margem do poder. Ele introduziu uma ruptura histórica como novo sujeito político, e isso parece ser sem retorno. Não conseguiu escapar da lógica macro-econômica que privilegia o capital e mantém as bases que permitem a acumulação das classes opulentas. Mas introduziu uma transição de um estado privatista e neoliberal para um governo republicano e social que confere centralidade à coisa pública (res publica), o que tem beneficiado vários milhões de pessoas. Tarefa primeira de um governante é cuidar da vida de seu povo, e isso Lula o fez sem nunca trair suas origens de sobrevivente da grande tribulação brasileira.

Depois de oito anos de governo, se lança a questão que seguramente interessa à cidadania e não só ao PT: quem será seu sucessor? Para responder a esta questão, precisamos ganhar altura e dar-nos conta das mudanças ocorridas no Brasil e no mundo. Em oito anos muita coisa mudou. O PT foi submetido a duras provas e importa reconhecer que nem sempre esteve à altura do momento e às bases que o sustentam. Estamos ainda esperando uma vigorosa autocrítica interna a propósito de presumido “mensalação”. Nós, cidadãos, não perdoamos esta falta de transparência e de coragem cívica e ética.

Em grande parte, o PT virou um partido eleitoreiro, interessado em ganhar eleições em todos os níveis. Para isso, se obrigou a fazer coligações muito questionáveis, em alguns casos, com a parte mais podre dos partidos, em nome da governabilidade, que, não raro, se colocou acima da ética e dos propósitos fundadores do PT.

Há uma ilusão que o PT deve romper: imaginar-se a realização do sonho e da utopia do povo brasileiro. Seria rebaixar o povo, pois este não se contenta com pequenos sonhos e utopias de horizonte tacanho. Eu, que circulo, em função de meu trabalho, pelas bases da sociedade, vejo que se esvaziou a discussão sobre “que Brasil queremos”, discussão que animou por decênios o imaginário popular. Houve uma inegável despolitização em razão de o PT ter ocupado o poder. Fez o que pôde, quando podia ter feito mais, especialmente com referência à reforma agrária e à inclusão estratégica (e não meramente pontual) da ecologia.

Quer dizer, o sucessor não pode se contentar de fazer mais do mesmo. Importa introduzir mudanças. E a grande mudança na realidade e na consciência da humanidade é o fato de que a Terra já mudou. A roda do aquecimento global não pode mais ser parada, apenas retardada em sua velocidade.

A partir de 23 de setembro de 2008, sabemos que a Terra como conjunto de ecossistemas com seus recursos e serviços já se tornou insustentável porque o consumo humano, especialmente dos ricos que esbanjam, já psssou em 40% de sua capacidade de reposição.

Esta conjuntura, que se não for tomada a sério, pode levar nos próximos decênios a uma tragédia ecologicohumanitária de proporções inimagináveis e, até pelo final do século, ao desaparecimento da espécie humana. Cabe reconhecer que o PT não incorporou a dimensão ecológica no cerne de seu projeto político. E o Brasil será decisivo para o equilíbrio do planeta e para o futuro da vida.

Qual é a pessoa com carisma, com base popular, ligada aos fundamentos do PT e que se fez ícone da causa ecológica? É uma mulher, seringueira, da igreja da libertação e amazônica. Ela também é uma Silva, como Lula. Seu nome é Marina Osmarina Silva.

* Teólogo e autor do livro “Que Brasil queremos?” Vozes 2000

domingo, 16 de agosto de 2009

Agradecimentos

Queria agradecer aos telespectadores que sempre prestigiaram meu trabalho na TV Record Parauapebas, e que agora continuarão me vendo na mesma emissora, mas direto de Belém.

Obrigado aos secretários de Parauapebas, que sempre me receberam bem, respeitaram meu trabalho e souberam entender as críticas; aos vereadores, às polícias Militar e Civil; e a todos os profissionais da imprensa do município, que de alguma forma me ajudaram e me respeitaram.

Deixei aí muitos amigos. Por isso, sei que sentirei falta dessa cidade maravilhosa, onde conquistei muito conhecimento, sobretudo, com os amigos da TV Norte Carajás, na pessoa do Marcos Leite, Walmor Costa, Ana Cristina, Wellington Moraes e Rafael Pontes, que de alguma forma fizeram parte da minha vida aí enquanto pessoa e profissional.

Obrigado, Parauapebas!!!

Jean Teles
Jornalista da Record Belém

Atrações musicais da Fap 2009

Acompanhe abaixo as atrações musicais da Feira de Agronegócios de Parauapebas (Fap), que acontece no período de 5 a 13 de setembro próximo.

Dia 05/09 (sábado): Bandas Mala 100 Alça e Kassikó
Dia 06/09 (domingo): Banda Xeiro de Amor e Aparelhagem Rubi
Dia 07/09 (segunda-feira): Banda Católica Dominus
Dia 08/09 (terça-feira): Artistas de Parauapebas e região
Dia 09/09 (quarta-feira): Dupla João Neto e Frederico
Dia 10/09 (quinta-feira): Dupla Victor e Léo
Dia 11/09 (sexta-feira): Artistas evangélicos e Banda Baetz
Dia 12/09 (sábado): Bandas Puro Desejo e Calypso
Dia 13/09 (domingo): Dupla Carlos e Jáder e Banda Ravelli

Paysandu é goleado por 6 a 2 e eliminado da Série C

O Paysandu vai passar mais um ano tentando o acesso para a série B. O time não resistiu à força do Icasa, jogando em Juazeiro do Norte (CE), e deixou escapar a vaga no segundo escalão do futebol nacional.

A partida chegou a ser vergonhosa. O Paysandu foi goleado por 6 a 2, neste domingo (16), e acabou com o sonho da fiel torcida bicolor.

Os gols do Papão foram assinalados por Aldivan (35'1°) e Michel (33'2°), enquanto a goleada do Icasa foi marcada por Marciano (11'1º e 10'2º), Marcus Vinicius (33'1°), Jr. Xuxa (6'2º), Marcus Vinicius (34'2°) e Serginho (38'2º).

Apesar da derrota do Paysandu, o goleiro Rafael Córdova consegue ver a temporada 2009 como positiva. “A derrota é triste, mas das três metas que traçamos no ano conseguimos duas: a Copa do Brasil e o campeonato estadual”, afirmou.

Outros resultados da Série "C"

América (MG) 3 x 1 Brasil de Pelotas (RS)
Guaratinguetá (SP) 1 x 1 Caxias do Sul (RS)
Asa de Arapiraca (AL) 2 x 2 Rio Branco (AC)

Com estes resultados, foram classificados para Série "B" em 2010 as equipes do América, Guaratinguetá, Icasa e Asa de Arapiraca.

sábado, 15 de agosto de 2009

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Blog sobre política sai do ar por falta de recursos contra ações judiciais

O blog A Nova Corja, que conta com a colaboração de jornalistas renomados e aborda principalmente assuntos relacionados à política brasileira, recebeu na semana passada seu último post.

No texto "Tem hora para tudo", o jornalista Rodrigo Alvares, um dos mais atuantes, disse esperar "que o A Nova Corja permaneça como registro da demência que assola (...) a política brasileira".

A página, segundo repercussão na imprensa nacional, foi acionada judicialmente em diversas ocasiões, o que acabou por desgastar a intenção primordial do espaço, que era cobrir a cena política nacional.

Um dos colaboradores do blog, o jornalista Marcelo Träsel, disse, em tom de desabafo, que a desativação da página ocorre por conta do "desânimo" gerado pelas seguidas ações contra o conteúdo publicado.

"O motivo é o desânimo causado pelos processos de Políbio Braga, Felipe Vieira e Banrisul. Não que metessem medo. O problema é que custam dinheiro e tomam muito tempo. Todos os membros atuais e antigos da Corja têm empregos e famílias", explicou Träsel para o colunista Nelson de Sá, do jornal Folha de S.Paulo.

Ele acrescentou que atuação do blog era como uma "prestação de serviços à sociedade" e queixou-se da incapacidade da sociedade em "ajudar" no momento em que "poderosos" resolveram "se aproveitar do Judiciário para tentar calar a Corja".

A publicação do último post do blog, segundo Rodrigo Alvares, aconteceu na hora certa. O jornalista se refere às investigações dos escândalos envolvendo a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, e o banco Banrisul na compra de uma mansão.

No ano passado, a cobertura do caso rendeu uma medida cautelar que determinou a retirada do conteúdo do blog. (Eduardo Neco/Portal Imprensa)

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Tributo a Legião Urbana em Parauapebas


Um orador eloquente

CRÔNICAS DO PC
Nas eleições gerais de 1960, o eleitor votava em candidatos a vereador, prefeito, governador de estado, deputado estadual, deputado federal, senador e presidente da República, destacando-se a histórica eleição de Jânio Quadros, eleito com expressiva maioria para ocupar o Palácio do Planalto.

As leis eleitorais eram diferentes das que existem hoje, porque havia muita facilidade para se fraudar eleições, na compra de votos, na hora de votar (coagido por candidatos, o eleitor às vezes votava várias vezes, usando título de eleitor de ausentes e de falecidos), continuando o engodo no momento das apurações.

No período da campanha, um famoso marqueteiro foi contratado para melhorar a imagem meio desgastada de alguns candidatos de uma coligação de partidos representativos e fortes. Imediatamente começou a trabalhar usando sua experiência para ganhar simpatizantes em torno de seus candidatos.

A esses, instruí-lhes como falar em público, conversar com o eleitor, dando-lhe sempre esperança para suas pretensões, nunca se esquecer de afirmar que ele, candidato, representava mudanças excepcionais para melhor conduzir a coisas públicas, favorecendo o povo e a terra.

E ficava de perto ao lado dos candidatos, ajudando-lhes na campanha do corpo a corpo. Não perdia um comício, orientando e organizando o discurso de cada um.

Aconteceu, então, num fim de semana, organizar-se uma grande manifestação pública, seguida de um comício monstruoso a realizar-se na praça do centro da cidade, que ficou tomada por grande multidão. Os candidatos mostravam com entusiasmo o valor pessoal de cada um na intenção de conquistar o voto do eleitor.

Quando chegou a vez do pretendente ao cargo de vice-prefeito falar, um jovem comunista com ideias revolucionárias marxista-leninista, sem contudo ser ateu, achava que éramos escravos acorrentados aos grilhões do capitalismo selvagem.

Orientado pelo marqueteiro, que o aconselhou fazer discurso inflamado na intenção de chamar a intenção das massas, o jovem candidato pegou no microfone e, gesticulando dramaticamente, começou a oratória:

“A liberdade, meus senhores e senhoras, é o melhor bem que Deus deixou para o homem. Sem liberdade, o que é o individuo? O que é o vivente da terra? Para as aves, Deus fez o céu e as asas para que dominem o espaço! Pra os animais, a selva! Para os peixes, o mar e os rios! Por que há de o homem, só ele, ter os movimentos paralisados através da força do capitalismo”?

E o povo aplaudia: “Muito bem...! Apoiado...! Viva...! Viva...! Apoiado”...!

E o orador candidato, de peito estufado, gesticulando de forma dramática, continuava: “E total liberdade virá a nós todos, porque, se eu chegar ao poder com meus companheiros, nosso primeiro ato será repetir mais uma vez o grito de independência dado por D. Pedro I em 7 de setembro de l822, transformando nosso estado, nossa cidade, num modelo de administração independente do capital estrangeiro, igual aos portugueses do passado, usurpadores de nossas riquezas. O que estou falando tem muita gente que não tem coragem de dizer com medo de perder alguma coisa importante. Comigo não, garanto-lhes! Não quero perder é a liberdade. Até a vida sou capaz de perder em holocausto ao meu povo. E afirmo agora: se eu for eleito, quem vai assumir o poder é o povo, o proletariado, a massa humana, que é a maioria, não os reacionários, verdadeiros pelegos, que estão aí do outro lado nos ouvindo e tremendo de medo”.

Mais vivas e aplausos para o candidato comunista que, finalizando seu discurso, assim se expressou sem conferir direito as palavras, numa comparação maluca, depois de sentir os efeitos dos intestinos cheios de gazes presos:

“A liberdade é, enfim, tão desejada, senhores, que o próprio ar aprisionado dentro de nós, ao sentir-se livre, solta contente um grito de vitória, saudando a liberdade conquistada”.

E centenas de vozes de opositores organizados, atentos ao discurso do orador, em zombaria, pronunciaram em voz una e estridente: “Puuuuuuum... Puuuuuuuuuuum....Puuuuuuuuuuuum”!

Pedro Cláudio M.Reis (PC) / E-mail: pcmourareis@yahoo.com.br

Comissão que analisa PEC dos Vereadores deve votar relatório até final do mês

Brasília – O deputado federal Fernando Ferro (PT-PE), presidente da comissão especial que analisa a PEC dos Vereadores (PEC 336-A), defendeu na última terça-feira (11) mais celeridade para a tramitação da matéria.

“A proposta está pronta para ser votada, e a comissão vai apreciar as possíveis emendas, mas o sentimento reinante é de que a celeridade seria, neste caso, mais adequada”, declarou o parlamentar.

Como a proposta já passou pela Câmara e pelo Senado, Fernando Ferro quer apenas cumprir o prazo regimental, que é de 20 sessões, para aprovar o texto do relator. “Acreditamos que até o dia 20 de agosto os trabalhos estarão finalizados e a matéria seja apreciada em plenário”, afirmou.

Fernando Ferro aguarda um estudo feito pela comissão sobre o impacto financeiro da PEC nos municípios. “A expectativa é que cerca de R$ 1,5 bilhão serão economizados nas câmaras municipais, mas queremos um estudo detalhado sobre o assunto”, finalizou.

A comissão especial elegeu na terça-feira os vice-presidentes do colegiado, que tem como relator o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). O deputado Nelson Trad (PMDB-MS) ficou na primeira vice-presidência, enquanto José Guimarães (PT-CE) foi eleito para a segunda vice-presidência e Gonzaga Patriota (PSB-PE) ocupa a terceira vice-presidência. (Fonte: Informes PT)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Vereadores votam criação de Secretaria de Esporte e Lazer na sexta-feira

Deve entrar em pauta na sessão ordinária da próxima sexta-feira (14), na Câmara Municipal de Parauapebas, para apreciação e votação, projeto de lei do prefeito Darci José Lermen (PT) que cria a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

A expectativa é que o projeto seja apreciado, votado e aprovado por unanimidade pelos vereadores, em prol das atividades desportivas do município.

_____________________________
Atualizada às 09h30 de 14/08

A votação para criação da secretaria foi adiada para a próxima sexta-feira (21)

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Ministro acompanha apreensão de gado na Flona Jamanxim, no oeste do Pará

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, acompanhou nesta terça-feira (11) o trabalho dos agentes do Ibama na operação Boi Pirata II na Floresta Nacional Jamanxim, situada no oeste do Estado do Pará, no município de Novo Progresso.

A região possui um dos maiores índices de desmatamento e de cabeças de gado criado ilegalmente dentro da área de proteção.

Até o momento, foram apreendidas seis mil cabeças de gado, sendo que o número total deve atingir 15 mil, e retiradas 1.700 animais, que serão doados aos programas sociais do governo federal.

Além do gado, foram ainda apreendidas 14 armas, entre fuzis e carabinas; 1.000 litros de óleo diesel, transportados dentro da Flona de modo irregular; quatro tratores, sendo dois de esteira; três caminhões e uma serraria móvel. Foram detidas 17 pessoas e lavrados 27 autos de infração, que geraram multas de R$ 23,86 milhões.

De acordo com o ministro, quem não tirar seus rebanhos da Flona, o mais rápido possível, perderá o gado. Ele disse que quem entrou em terra que não era sua terá que retirar o gado imediatamente. Garantiu também que todas as fazendas serão multadas, pois é crime ocupar áreas da União, e nisso dá cadeia, alertou.

Carlos Minc considerou a operação um sucesso e informou que se formou o maior engarrafamento de boi pirata na BR-163.

Como alternativa ao desmatamento e proposta de desenvolvimento sustentável na região de Novo Progresso, o ministro lembrou a Operação Arco Verde, que vem sendo desenvolvida na região com ações de vários ministérios, como a regularização fundiária, o crédito agrícola, mutirão de cidadania, entre outros.

Iniciada em junho deste ano, a operação é realizada em parceria com a Polícia Militar do Estado do Pará, com o apoio do Exército e dos fiscais do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O objetivo é impedir o desmatamento ilegal na Amazônia para a criação de gado. (Badaró Ferrari/Ascom Ibama)

Fazendas de Dantas possuem mais gado do que registro indica

Segundo documentos de vacinação registrados pela Agência de Desenvolvimento da Agropecuária do Pará (Adepará), o número de cabeças de gado nas fazendas do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, é 27% maior do que o registro apresentado pela Agropecuária Santa Bárbara.

As buscas da Polícia Federal e Ministério Público Federal nas propriedades investigam um esquema de lavagem de dinheiro utilizando a pecuária.

A quantidade exata de cabeças de gado será definida quando as autoridades responsáveis dos quatro estados aonde ficam as fazendas (Pará, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo) checarem os registros de vacinação.

Após investigações da Operação Satiaghara, a Justiça Federal determinou o sequestro de 27 fazendas de gado, incluindo o pasto e o gado, do grupo Opportunity, devido à constatação de lavagem de dinheiro. (Fonte: CPT Nacional / Amazonia.org.br)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

STF julgará recurso contra posse de Roseana Sarney

Coligação do ex-governador Jackson Lago defende nova eleição no MA. Lago foi cassado pelo TSE; Roseana Sarney tomou posse em abril

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, decidiu nesta segunda-feira (10) autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar um recurso protocolado pela coligação do governador cassado do Maranhão, Jackson Lago (PDT), contra a posse da segunda colocada na eleição de 2006, Roseana Sarney (PMDB).

No recurso, a coligação do pedetista pede que o Supremo analise se o TSE agiu corretamente na decisão em que determinou a posse de Roseana, em vez de convocar novas eleições no Maranhão. A coligação defende no recurso a realização de nova eleição no estado.

Em abril, o TSE cassou os mandatos de Jackson Lago e de seu vice, Luiz Carlos Porto (PPS), por abuso de poder político. No mesmo mês, Roseana assumiu o governo. (Diego Abreu, do G1)

UGT recorre à OIT e MPE e pede segurança para trabalhadores

Belém – Chocados com os assassinatos de trabalhadores em supermercados e farmácias durante ação de assaltantes na grande Belém, a União Geral dos Trabalhadores (UGT/PA), o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Supermercados, Shopping Center e Mini-Box e do Comércio Atacadista, Varejista de Gêneros Alimentícios do Município de Belém e Ananindeua; o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Produtos Farmacêuticos do Pará e a Federação dos Trabalhadores no Comércio dos Estados do Pará e Amapá (Fetracom) prometem entrar com ação cível pública no Ministério Público do Trabalho por tratar-se de um caso de “direitos individuais homogêneos”.

Caso as autoridades da Justiça do Trabalho não se sensibilizem no sentido buscar saídas para a grave situação da insegurança dos trabalhadores, bem como dos clientes, principalmente de supermercados e farmácias, deverá ser acionada, em Brasília, a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

A informação foi prestada na manhã desta segunda-feira (10) pelo presidente da UGT/PA e da Fetracom, José Francisco Pereira, segundo o qual não é possível que, diante do quadro de insegurança em que se encontra a população, esses estabelecimentos tenham guarida para funcionar de domingo a domingo, 24 horas por dia, com segurança precária.

Zé Francisco lembra que as instituições financeiras de todo o Brasil atendem seus clientes num horário comercial considerado como seguro, entre 10 e 16 horas. Para que os clientes entrem nesses locais, é necessário que passem por portas detectoras de metais e os seguranças de plantão se posicionam em cabines blindadas, onde dá para vislumbrar todo o salão e traçarem estratégia de segurança não apenas para os bancos, como para seus funcionários, clientes e eles mesmos.

Isso, no entanto, não acontece nos supermercados e farmácias, onde os caixas estão localizados na saída dos estabelecimentos e os seguranças não têm a menor condição de se defender e nem tampouco aos demais trabalhadores do local e os clientes que ali se encontram.

Em função desse problema é que, na semana passada, um vigilante de supermercado perdeu a vida prematuramente, pois os bandidos estão tão audaciosos que não se preocupam mais em colocar máscaras. Ademais, eles têm várias opções de saídas desses estabelecimentos, de maneira que possam fugir impunemente, deixando um lastro de sangue e dor em famílias que ficam desamparadas.

No entendimento de Zé Francisco, bem como da equipe jurídica da UGT-PA, é necessário, primeiro, que se acabe com o funcionamento 24 horas por dia de supermercados e farmácias, ou então que se dê uma solução de causa para proteger as vidas dos trabalhadores, assim como dos clientes.

“Os seguranças, caixas e repositores são os mais vulneráreis. Todo mundo sabe que aonde há exposição de dinheiro, de valores, é lá que age quem vive de roubos, de assaltos. Então, os bandidos sabem que os caixas estão com dinheiro; que é fácil atacar, principalmente fora do horário de expediente normal”, acrescentou o sindicalista.

Segundo ele, toda vez que os trabalhadores, através de seus sindicatos, tentam cobrar posicionamento dos empresários estes recorrem à Justiça, onde os desembargadores, sem qualquer sensibilidade, autorizam o funcionamento permanente desses estabelecimentos, como irá acontecer neste ano, inclusive no Dia do Círio, Natal e Ano-Novo, embora haja acordo para que os trabalhadores possam passar esses feriados com familiares.

Zé Francisco disse que os empregadores precisam também ser acionados na Justiça por causa desses latrocínios, pois entende que são eles que forçam os trabalhadores a darem suas vidas praticamente de graça para que as empresas lucrem cada vez mais.

“Gostaríamos que os trabalhadores passassem a gozar de segurança, trabalhando com coletes à prova de bala e que recebam adicional por risco de trabalho”, disparou o sindicalista, lembrando ser também necessário que se coloquem portas com detectores de metais nos supermercados e farmácias.

“Por que as instituições financeiras acabaram com o funcionamento de caixas eletrônicos 24 horas por dia ou limitaram os saques durante a noite? Exatamente para proteger-se de ladrões e garantir a segurança da população, que não fica, deste modo, tão vulnerável à ação do crime”, disparou.

Ações – Por fim, Zé Francisco diz acreditar que as coisas possam ser resolvidas urgentemente, num prazo de um a dois meses, através de um Termo de Ajustamento de Conduta entre os sindicatos dos empregadores e dos trabalhadores, com a intermediação do Ministério Público do Trabalho.

Do contrário, tudo isso será denunciado à Organização Internacional do Trabalho, o que será mais um escândalo internacional na região Amazônica, cuja resolução, lamentavelmente, poderá acontecer em até dois ou três anos.

“Até lá, estaremos vendo trabalhadores perdendo suas vidas ou sendo escravizados por empresários que não têm qualquer compromisso com a cidadania, mas apenas com os próprios lucros”, frisou Zé Francisco. (Roberto Barbosa e Cristina Nascimento)

Antonino Brito é o novo coordenador do Projeto Pipa

Deicharles Damascena

Antonino Brito, Altamiro Borba e servidores do Pipa

Tomou posse na última sexta-feira (7) o novo coordenador do Parque Integrado de Inclusão Social de Parauapebas (Pipa), Antonino Alves Brito.

A posse aconteceu no espaço do projeto, localizado no bairro Vila Rica, e contou com as presenças do gestor da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Altamiro Borba Soares; do assessor administrativo, Francisco Teixeira “Índio”; e do coordenador de programas da Semas, Fabiano Marinho Dias, além de funcionários do Pipa, que estiveram recebendo o novo coordenador.

Antonino Brito afirmou que estava muito feliz por assumir esse desafio e declarou que pretende trabalhar em parceria com todos os colegas de trabalho, ouvindo sugestões e contribuindo ao máximo.

“Assumi o desafio e estarei trabalhando em companheirismo, pois estou com disposição para somar, compartilhar com a equipe e fazer o melhor para a comunidade. Peço a todos que tratem cada criança das quase 700 que participam do projeto como se fosse seu próprio filho. Afinal, trabalhamos para o povo e nós somos o povo”, declarou o novo coordenador.

Antonino tem 35 anos e é uma pessoa simples e de boa conduta. Ele agradeceu a oportunidade dada pelo Governo Cidadão e ainda afirmou que vem para trabalhar e contribuir da melhor forma para o desenvolvimento do Pipa com garra e dedicação.

Altamiro, Fabiano e “Índio” desejaram boa sorte ao novo coordenador e asseguraram completo apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social ao Pipa.

O Pipa é um projeto que beneficia cerca de 700 crianças, de 7 a 15 anos, em situação de vulnerabilidade social. Todos os alunos praticam oficinas de esporte, dança, teatro, pintura, desenho, artesanato, informática entre muitos. Além das oficinas, são oferecidos alimentação de qualidade e acompanhamento nutricional.

Com garra e muita força de vontade, a novo coordenador espera trabalhar em parceria e fazer um bom trabalho em sua gestão. (Deicharles Damascena)

Sessão solene reabre trabalhos na Câmara Municipal de Parauapebas

Fotos: Waldyr Silva

Milton Schneider representou o prefeito Darci Lermen


Secretários presente à sessão solene

Com as presenças dos 11 vereadores do município, da deputada federal Bel Mesquita (PMDB-PA), de secretários municipais e de populares, a Câmara Municipal de Parauapebas reabriu na última sexta-feira (7) os trabalhos legislativos para este segundo semestre.

Como de praxe nas sessões solenes de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal, o prefeito Darci José Lermen (PT) foi uma das personalidades convidadas a participar do evento, mas, por ter assumidos compromissos anteriores, não pôde comparecer à solenidade, sendo representado pelo secretário municipal de Finanças, Milton Zimmer Schneider.

A primeira a usar a tribuna foi a deputada Bel Mesquita, que na oportunidade discorreu sobre a crise política que se abate no Senado, grupos sociais, produção agrícola brasileira, seca e enchente, emendas disponibilizadas no orçamento da União para Parauapebas e região, e Pec dos Vereadores, uma esperança para que oito suplentes de vereador assumam novas vagas no Legislativo local.

Sobre o Caminhão da Sorte, a parlamentar informou que ele virá a Parauapebas no início do mês de setembro para realização, ao vivo, dos sorteios das loterias da Cef, provavelmente durante a Feira de Agronegócios de Parauapebas (Fap).

Em seguida, usou a tribuna o secretário Milton Schneider, primeiramente lembrando a dificuldade encontrada pela equipe do prefeito Darci Lermen no início do ano para tocar a administração municipal, em decorrência da crise mundial; as medidas que foram tomadas pela equipe de governo para deslanchar as obras prioritárias da prefeitura; o longo período chuvoso no município; as políticas públicas implantadas nas áreas de saúde, educação, assistência social e infraestrutura; reajuste salarial dos servidores; implantação das audiências junto à sociedade para a efetivação das prioridades do Plano Plurianual (PPA); e, por fim, antecipou os parabéns a todos os pais de Parauapebas, pela data do Dia dos Pais, que transcorreu neste domingo (9).

Dando prosseguimento à sessão solene, o presidente da Casa Legislativa, vereador Euzébio Rodrigues (PT), concedeu a palavra, pela ordem de inscrição, aos vereadores Odilon Rocha (PMDB), Faisal Salmen (PSDB), Francisângela Resende (PMDB), Wolner Wagner (PSDC), Zé Alves (PT), Israel “Miquinha” (PT) e Raimundo Vasconcelos (PT).

Alguns dos vereadores que usaram a tribuna informaram que aproveitaram o período de recesso de julho para visitar a comunidade tanto da zona urbana como da zona rural do município, na busca de ajudar a solucionar eventuais problemas enfrentados pela população.

Saaep em autarquia
Após a solenidade de abertura dos trabalhos legislativos, o presidente da Câmara Municipal concedeu intervalo de cinco minutos e depois convocou os vereadores para a primeira sessão extraordinária do Poder Legislativo do semestre, para apreciação, votação e aprovação do projeto de lei do Executivo que transforma o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) em autarquia.

Ex-governador e ex-prefeito têm direitos políticos suspensos pelo MPF

O ex-governador do Pará (1987-1990) e ex-prefeito de Belém (1993-1996), Hélio da Mota Gueiros, e o ex-prefeito de Breves (2000-2008), na ilha do Marajó, Luiz Furtado Rebelo, entraram para a lista dos políticos condenados por improbidade administrativa.

Duas sentenças, dos juízes federais Ruy Dias de Souza Filho e Hind Ghassan Kayath, os colocaram na lista dos sentenciados da política brasileira.

Gueiros foi condenado à multa e suspensão dos direitos políticos por cinco anos, por irregularidades nas contas apresentadas à Justiça Eleitoral de R$ 24 mil do fundo partidário do PFL (hoje DEM). Ele também fica proibido de contratar com o poder público e de receber benefícios ou incentivos ficais e pagará multa equivalente ao prejuízo.

Luiz Rebelo foi condenado às mesmas penas, previstas na lei de improbidade, assim como o filho. Estão impedidos de votar e se candidatar por quatro anos e pagarão multa equivalente a 50 vezes a remuneração do prefeito de Breves.

A sentença pune o desvio de R$ 260 mil, dinheiro da educação do município que acabou na caixa registradora de um posto de gasolina que tinha como principal acionista Luiz Furtado Rebelo Filho.

Nos dois casos, o Ministério Público Federal é o autor das ações. Os Rebelo, pai e filho, têm direito a recorrer da sentença, publicada no último dia 3.

A condenação do ex-governador Hélio Gueiros é mais antiga, de maio passado, e ele já entrou com apelação no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.

O dinheiro desviado por Luiz Rebelo do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundef), hoje Fundeb, seria suficiente para manter 335 alunos na escola por um ano. Em sua defesa, o prefeito alegou que os dois cheques foram repassados ao posto Progresso Ltda como pagamento de dívida contraída pelo município em momento de dificuldades financeiras, o que foi levado em consideração pelo juiz na sentença, mas não afastou a punição por improbidade.

PFL – Então presidente do Partido da Frente Liberal, Hélio da Mota Gueiros apresentou prestação de contas irregular no exercício de 1997, de dinheiro recebido do Fundo Partidário. Os R$ 24 mil que o ex-governador agora está condenado a devolver foram gastos ilegalmente com gratificações natalinas e festas de final de ano, ou simplesmente em despesas sem explicação, com notas fiscais rasuradas e fora da validade.

As contas do partido foram por isso rejeitadas pela Justiça Eleitoral e pelo Tribunal de Contas da União. (Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério Público Federal)