quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Gastança


Nota de esclarecimento da Vale

A Vale vem a público, novamente, expressar sua indignação com mais uma ameaça de invasão da Estrada de Ferro Carajás. Desta vez, membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) chegaram a marcar a data do início da nova ocupação: 15 de março. O MST afirma contar com o estranho apoio de alguns garimpeiros que se auto-denominam integrantes do Movimento dos Trabalhadores e Garimpeiros na Mineração (MTM) – dois movimentos com os quais a Vale não mantém qualquer relacionamento.
No último dia 22, a Vale solicitou à Justiça um interdito proibitório, para garantir a segurança da área, e informou aos órgãos públicos federais e do Estado do Pará a gravidade da ameaça de interromper o transporte de minério e de passageiros na EFC.
A Vale reafirma seu repúdio à repetição deste tipo de prática criminosa, já ocorrida em novembro de 2007. É importante destacar que, na ocasião, foram prejudicadas cerca de 1.300 pessoas de 23 municípios do Pará e Maranhão que, diariamente, utilizam o trem de passageiros, e interrompido o abastecimento de combustível para as cidades do Sudeste do Pará.
A Vale chama a atenção para o fato de a ameaça ter como base reivindicações que, como na situação anterior, não guardam qualquer relação com a empresa. Cabe aos governos estadual e federal a condução do processo de negociação com esses manifestantes sobre temas sociais e econômicos.
A Vale antecipa sua decisão de não ceder a qualquer tipo de ameaça. E espera que os poderes estadual e federal tomem as medidas cabíveis para garantir a ordem e o Estado de Direito.
Belém, 27/02/08

PDT na TV e no rádio

Conforme autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Partido Democrático Trabalhista (PDT) entra no ar nesta quinta-feira (28), no período das 20 às 20h10 e das 20h30 às 20h40, respectivamente em rede nacional de rádio e de TV, com inserções do partido.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Sindicalistas fazem ato e exigem segurança


Fechamento simbólico do Fórum

Dezenas de sindicalistas, acompanhados de políticos, saíram às ruas de Parauapebas na segunda-feira (25) e exigiram mais segurança para a cidade e região.
Formado por membros da Coordenação Sindical de Parauapebas (Coorsindpar), que integra os sindicatos STTRP, Simetal, Sinditaxi, Sindivipar, Metabase, Sintracpar, Sinticlepemp, Sintrasul e Sinditramommp, o movimento protestou quanto a execução sumária do líder sindical José Alves, cujo corpo foi encontrado envolto em lonas no porta-malas do veículo da própria vítima na cidade de Ourilândia do Norte, sul do Pará.
José Alves era um dos coordenadores do Sintrasul. A vítima desapareceu no dia 16 do corrente e foi encontrada sem vida dois dias depois.
Inicialmente, os manifestantes se reuniram em frente ao prédio da Câmara Municipal, onde exibiram cartazes e faixas pedindo paz, proferiram palavras de ordem, com discursos de políticos, entre estes a deputada federal Bel Mesquita (PMDB-PA) e os vereadores Euzébio Rodrigues e Wanterlor Bandeira, ambos do PT; Francisangela Resende e Creusa Vicente, ambas do PMDB.
Ao usar a palavra, Bel Mesquita repudiou o índice de criminalidade na região e responsabilizou o governo do Estado pelo recrudescimento da violência em Parauapebas. A parlamentar garantiu que levaria a plenário na Câmara dos Deputados a situação de violência que gera nas regiões sul e sudeste do Pará.
Por sua vez, o chefe de Gabinete do prefeito Darci José Lermen, professor Antonio Neto Pereira, revelou que o governo municipal condiciona todo apoio aos órgãos de segurança em Parauapebas, como disponibilização de veículos, combustível e manutenção da frota das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros; pagamento de aluguel para moradia de delegados, entre outros benefícios.
O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Parauapebas, advogado Jackson de Sousa e Silva, também condenou a violência na região, e aproveitou para convidar os manifestantes para participar de um ato simbólico de “fechamento” do prédio do fórum local, pela falta de juízes na comarca.
Além dos sindicalistas e políticos, participaram também do ato público pela paz representantes de igrejas, estudantes, líderes comunitários, mototaxistas e de movimentos sociais do município.
Depois dos discursos, os manifestantes saíram em carreata por várias ruas da cidade, encerrando o ato em frente ao Fórum, cujas portas de entrada foram lacradas com fitas simbolicamente.

Festa do Milho

Está sendo esperada com muita expectativa a Festa do Milho de Parauapebas, a ser realizada na próxima sexta-feira (29) na Praça de Eventos, a partir das 18 horas.
O evento tem por finalidade divulgar e comemorar os resultados do projeto de mecanização na agricultura desenvolvida pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror).

Inauguração do Dam

O prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen (PT), inaugura nesta quarta-feira (27), às 17 horas, o novo prédio do Departamento de Arrecadação Municipal (Dam), localizado na rua F, ao lado da Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz).

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Pará receberá 1,2 bilhão em verbas do Territórios da Cidadania

Brasília – O Pará é o estado brasileiro que mais vai receber verbas do programa “Territórios da Cidadania”, lançado nesta segunda-feira (25), em Brasília, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O estado terá 1,2 bilhão de reais para ações nas áreas de infra-estrutura, saúde, educação, reforma agrária e apoio a atividades produtivas. O objetivo é reduzir as desigualdades sociais e regionais, aumentar a renda e melhorar a qualidade de vida da população pobre.
Cinqüenta e sete municípios paraenses, entre estes Parauapebas, Eldorado do Carajás, Itupiranga, Marabá, Nova Ipixuna, São Domingos do Araguaia e São João do Araguaia, fazem parte dos cinco territórios, reunidos de acordo com a identidade cultural, econômica e de produção.
O território da Transamazônica vai receber o maior volume de recursos: R$ 397,2 milhões. Em seguida vem o Baixo Amazonas (R$ 237,4 milhões), o nordeste paraense (R$ 234,7 milhões), o sudeste paraense (R$ 228,3 milhões) e o Marajó (R$ 128,4 milhões).
A governadora Ana Júlia Carepa – que participou da solenidade de lançamento do programa no Palácio do Planalto – elogiou a estratégia de integrar políticas, afirmando que o grande mérito das políticas integradas é trazer resultados muito mais eficientes e em menor tempo, "pois vamos ver essa população sair da pobreza e contar com regularização fundiária e ambiental, estradas, energia, saúde e segurança”.
Territórios da Cidadania é uma parceria entre as três esferas de governo e a sociedade civil que vai direcionar às regiões brasileiras com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) os principais programas do governo federal. São 135 ações integradas, de 19 ministérios que vão atender, em 2008, a 958 municípios brasileiros, num investimento total previsto para este ano de R$ 11,3 bilhões.
Mais de dois milhões de famílias de pescadores, agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas, indígenas e comunidades tradicionais serão beneficiados pelas ações. (Fonte: Agência Pará)

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Raúl Castro é eleito novo presidente da Cuba

O general Raúl Castro, irmão de Fidel Castro, foi eleito o novo presidente de Cuba neste domingo (24), em votação que envolveu 614 deputados. Fidel havia anunciado na terça-feira (19) que não cogitava um novo mandato, renunciando ao cargo. Raúl teria sido o único candidato proposto para substituir Fidel na presidência, tendo como vice José Ramón Machado, outro líder histórico.
Em seu primeiro discurso como presidente, Raúl disse que é "necessário, desde já, assegurar a continuidade da revolução", e lembrou a importância do irmão. "Fidel é insubstituível", disse.
Ele pediu ao Parlamento permissão para consultar Fidel em questões de "transcendência política".
Raúl destacou a necessidade de fortalecer a economia e assegurar a "democracia participativa" da população.
"O país terá como prioridade satisfazer necessidades básicas da população, tanto materiais quanto espirituais", disse Raúl. Segundo ele, os avanços vão depender dos recursos disponíveis.
Aos 76 anos, Raúl era interino na presidência desde 31 de julho de 2006, quando seu irmão se afastou do poder por causa de uma cirurgia intestinal, conseqüência de uma doença não-revelada. Fidel desde então só aparece em vídeos e fotos. (Fonte: G1)

Flamengo é bicampeão da Taça Guanabara

De virada, o Flamengo conquista o bicampeonato da Taça Guanabara, no Maracanã, ao derrotar o Botafogo pelo placar de 2 a 1.
No Pará, o Remo empatou com o Castanhal em 1 a 1, o Vila Rica (Cametá) venceu o Ananindeua em 1 a 0, a Tuna ganhou do São Raimundo (Santarém) pelo placar de 3 a 2 e o Águia (Marabá) fez 3 a 1 no Pedreira (Mosqueiro).

Este homem sabe onde estão os cadáveres do Araguaia

Acompanhe reportagem com revelações de Sebastião Curió sobre a Guerrilha do Araguaia na revista IstoÉ desta semana.

Aos 73 anos, ele é vaidoso. Não sai de casa antes de fazer sessões de levantamento de peso, se lambuzar de fartas porções de protetor solar 60, mexer e remexer os cabelos tingidos de loiro. Ao chegar ao portão, ele empluma o corpo, despede-se da mulher, uma jovem de 26 anos, e do filho de cinco, dá meia dúzia de ordens, em tom de confidência, e sai para a caminhada com dois seguranças armados. Sebastião Rodrigues de Moura é mineiro de São Sebastião do Paraíso, mas é popularmente conhecido como “Curió” – um pássaro brigador. Qualquer desinformado que cruze o caminho deste senhor de olhar triste e passos cadenciados pelas ruas da cidade que leva seu próprio nome, Curionópolis, e da qual ele é prefeito pelo terceiro mandato, não saberá jamais que este homem é uma espécie de lenda na Amazônia. Curió virou mito encarnado no codinome “Dr. Luchini”, o mais temido militar brasileiro que se embrenhou na selva amazônica no início dos anos 70 para pôr fim a um movimento de jovens idealistas que buscavam convencer colonos a transformar o País numa pátria socialista. Conhecida como Guerrilha do Araguaia (1972/1975), foi a maior ação militar do País depois da Segunda Guerra Mundial. O combate colocou de um lado quatro mil soldados das forças de segurança contra cerca de 70 insurgentes. Quase todos os guerrilheiros foram mortos – mas apenas um corpo foi encontrado até hoje. A batalha aconteceu às margens dos rios Araguaia e Tocantins, na fronteira dos Estados do Pará e Tocantins, e deixou um rastro de barbárie, sangue e terror.
Curió virou mito para muitos, justamente porque foi ele e sua tropa que aniquilaram os guerrilheiros do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) depois de duas derrotas vexatórias impostas a duas expedições militares em 1972. Ao final da Guerrilha do Araguaia, havia 59 guerrilheiros, dez posseiros e três militares mortos. Dezenas de pessoas foram torturadas. Como os militares protegem como segredo de Estado tudo o que se refere ao Araguaia, a história desse confronto segue repleta de perguntas sem respostas. Onde estão as ossadas dos guerrilheiros? Os corpos foram decapitados? Os cadáveres, incinerados? Eles estão em valas comuns? Um militar chegou a dizer que participou de uma Operação Limpeza, na qual os guerrilheiros mortos foram jogados, um a um, de helicóptero, pela imensidão da Floresta Amazônica. Essa informação é correta? O homem na fotografia ao lado tem as respostas. Curió era major do Centro de Inteligência do Exército (CIE) e foi o autor do mais completo dossiê de arapongagem sobre a guerrilha. Chamado de relatório 01 da Operação Sucuri, ele precedeu o combate que exterminou a guerrilha.
No domingo 10 de fevereiro, embalado por duas latas de Coca Zero, depois de traçar uma galinhada, Curió deu as primeiras pistas para perguntas que se transformaram em mistério. Após 35 anos, sua versão lança a oportunidade de esclarecer os destinos de mortos e desaparecidos da Guerrilha do Araguaia. Outros detalhes irão fazer parte de um documentário e um livro que sairão em breve (promessa, aliás, que já conta 20 anos). “Tenho 73 anos de idade cronológica, 45 de idade física e psicológica e 32 de idade mental”, disse ele à ISTOÉ. “Eu não tenho o direito de levar para a sepultura os dados que tenho e que eu sei.”
Curió começa sua imersão no passado revelando que, com o cerco dos militares, os guerrilheiros foram empurrados para um recuo no Castanhal dos Ferreira. De lá, eles se dirigiram para a região da Palestina (ver mapa). Neste local, no Natal de 1973, iniciou-se a fase final do combate na qual as forças do governo mataram mais de 20 guerrilheiros antes do Réveillon. “O pessoal dos direitos humanos fica procurando corpos em Xambioá (base militar), mas muitos corpos estão enterrados na Palestina, que na época era uma vila com uma rua de terra”, revela. Contra essa declaração, existe o fato de que sua comprovação custaria caro. Daquela vila, a 286 quilômetros de Belém, nasceu uma cidade que hoje conta com 7.500 habitantes. E para revirar o solo seria preciso demolir casas e esburacar ruas.
O segredo contado por Curió, contudo, ganha força graças a uma revelação feita na semana passada à ISTOÉ pela ex-guerrilheira Criméia Almeida. Segundo ela, foi justamente nessa região que, em 2001, a comissão dos familiares dos mortos e desaparecidos políticos tentou investigar a existência do que seria o cemitério clandestino da Guerrilha do Araguaia. Mas não se conseguiu porque o grupo recebeu ameaças de morte. “Estivemos na região rural dessa cidade, onde moravam alguns guerrilheiros, mas não pudemos pesquisar porque, além de ser muito difícil o acesso, fomos ameaçados pelos moradores”, diz Criméia, uma das poucas sobreviventes e parente de um dos mortos. Há sete anos, a comissão não levou o caso ao Ministério Público por dois motivos: primeiro, foi à Palestina informalmente. Depois, não conseguiu nenhuma evidência – um caso que muda completamente a partir de agora com o depoimento de Curió à ISTOÉ. “O Estado tem de dar uma resposta a isso”, cobra a ex-guerrilheira.
Um fato surpreendente na história contada por Curió e que, de acordo com ele, causa urticária entre seus pares de farda é o reconhecimento que ele faz da bravura de alguns militantes. “Queria ter enterrado a guerrilheira Sônia com honras militares”, conta. “Ela foi a melhor combatente dos comunistas. Aliás, as mulheres eram muito melhores do que os homens”. Sônia era o codinome de Lúcia Maria de Souza, morta pela tropa de Curió com uma saraivada de balas espalhadas pelo corpo. Antes de tombar, Sônia – que estava ferida com um tiro na perna – manteve o seguinte diálogo, segundo revela agora Curió:
– Qual o seu nome?
– Guerrilheira não tem nome, tem causa.


Logo em seguida, o corpo de Sônia foi metralhado e abandonado no Igapó do Taboão, como era conhecida a área. “Deixei o corpo dela para trás porque eu estava ferido, ela tinha me acertado com um tiro no braço e atingido o rosto do Lício (comandante da tropa). Tínhamos que buscar socorro”, lembra. Além do corpo de Sônia, que ele admite ter deixado para trás, Curió revela que muitos outros guerrilheiros tiveram seus corpos dilacerados pelos animais da selva. “Muitos dos combates aconteceram à noite. Quando chegávamos de manhã, alguns corpos estavam comidos, às vezes não tinham nem mais cabeça”, conta.
Curió revela que a traição de militantes foi fundamental para acabar com a guerrilha. Ele aponta o dedo para o ex-presidente do PT e deputado federal José Genoino (SP). “Ele traiu seus companheiros. Genoino foi preso como um mensageiro dos guerrilheiros e, sem ninguém encostar nele, contou tudo: quem era quem no comando, revelou sobre os três destacamentos de guerrilheiros (chamados de unidades de combate pelo PCdoB).” E mais: “abriu” os codinomes e as armas que usavam seus 20 companheiros e suas funções, deu detalhes do relacionamento da guerrilha com a população e entregou os depósitos de mantimentos construídos na mata. “Tudo está anotado numa folha de papel. Quero ver ele falar que a letra não é dele”, desafia. Procurado em quatro ocasiões por ISTOÉ, Genoino não respondeu aos recados e telefonemas. Segundo Curió, foram as informações dele que municiaram a Operação Sucuri, a fase do extermínio da guerrilha.

VAIDADE Aos 73, casado com Vera Aguiar, 26 anos

Ex-lutador de boxe, filho de barbeiro, Sebastião Curió resolveu vestir farda depois de assistir a um primo ser carregado como herói pelas ruas de sua cidade natal assim que chegou da Segunda Guerra, na qual serviu na Força Expedicionária Brasileira (FEB). Curió agora acredita que seus depoimentos mudarão a história do Araguaia. “Muitas pessoas ficarão surpresas com os documentos que apresentarei mostrando os erros que ocorreram dos dois lados, tanto do Exército quanto dos guerrilheiros”, antecipa. Ele pode não estar blefando. Ao afirmar que possui documentos reveladores sobre a guerrilha, Curió põe em xeque a versão oficial do Alto Comando das Forças Armadas que afirma que toda a papelada foi queimada e que não existe nenhum arquivo sobre o período. “Não duvido que ele tenha esses documentos. Muitos militares privatizaram essas informações”, acredita Nilmário Miranda, ex-secretário nacional dos Direitos Humanos.
Quando imerge nos erros da tropa, que perderam dois combates, Curió admite que os militares só conseguiram sucesso na terceira etapa da guerra, a Operação Sucuri, porque os guerrilheiros tinham um poder de fogo muito aquém do dos militares. Ele avalia que o erro estratégico dos inimigos foi acreditar na vitória no segundo recuo das tropas militares. “Eles conheciam a floresta e a tropa militar colecionava muitos erros, como movimentar 300 homens ao mesmo tempo, roupas inadequadas, combatentes não adestrados e falta de rádios de comunicação. Até homens da guarda palaciana, que nem sabiam o que era selva, estavam lá”, conta Curió. As revelações do ex-militar acontecem depois de a Justiça ter ordenado ao governo a abertura dos arquivos da guerrilha. Como até o momento o Ministério da Defesa insiste em ignorar o despacho legal, aos parentes dos desaparecidos da ditadura militar o depoimento de Curió parece ser a única esperança para se encontrar, finalmente, a verdade.
Por Alan Rodrigues, do Pará (Fonte: IstoÉ)

PMDB rachado?


Bel Mesquita, com bancada feminina

Conversa informal semana passada entre um grupo de jornalistas e militantes de partidos políticos em bar da cidade, regada a Coca-Cola, diga-se de passagem, deixou transparecer que o PMDB em Parauapebas está rachado. Motivo: indecisão da deputada federal Bel Mesquita (PMDB-PA) em revelar se concorre ou não à prefeitura.
Na avaliação de alguns integrantes do PMDB, enquanto a parlamentar alimenta mistério quanto a uma possível candidatura rumo à prefeitura, muitos correligionários não são chamados para conversa quando Bel passa final de semana na cidade, fato que viria deixando esses militantes bastante insatisfeitos.
Chegando sorrateiramente ao bar, onde o grupo discutia política, uma tradicional liderança do PMDB local entrou no papo e deixou escapar que o tempo está passando e se a situação não se definir nos próximos dias ela iria procurar outros aliados.
“Já vi esse filme na pré-campanha das últimas eleições, quando se esperou por um bom tempo a definição da candidatura do então secretário municipal de Finanças, Welney Lopes de Carvalho, e ele acabou não saindo candidato”, comparou um dos presentes.
Um novo membro do partido chegou a dizer que a desorganização da agremiação partidária era de responsabilidade da atual diretoria do PMDB, que não teria postura para liderar as composições e agregar aliados, pois, segundo ele, não tem voz de comando.
Para os peemedebistas de plantão, Bel Mesquita seria, no momento, a única candidata a enfrentar Darci Lermen (PT) nas eleições deste ano, com possibilidades de vitória.
Durante a conversa, chegou-se a cogitar que a ex-prefeita estava pensando muito se sairia candidata, pois temeria por eventuais calúnias e difamações a serem disparadas contra ela na campanha pelo ex-marido e ex-deputado estadual Faisal Salmen.
No caso de eventual desistência da deputada federal em concorrer às eleições municipais, o grupo peemedebista chegou a citar nomes de possíveis candidatos, como do ex-vereador Odilon Rocha de Sanção e do atual vereador Agnaldo Ávila de Brito, entre outros, porém sem chances para enfrentar Darci Lermen, segundo o grupo.

Amante lobista


sábado, 23 de fevereiro de 2008

Paysandu goleia Tiradentes em 5 a 0

Com o elástico placar de 5 a 0 em cima do Tiradentes, na tarde deste sábado (23), no Mangueirão, o Paysandu se manteve na liderança do Parazão 2008, com o saldo de 12 pontos na competição.
Os gols foram marcados por Zé Augusto (3), Luís Mário e Fabrício.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Canaã na mídia nacional

O município de Canaã dos Carajás, a 65 quilômetros de Parauapebas, será novamente pautado por mais um meio de comunicação de repercussão nacional. Na próxima segunda-feira (25), uma equipe do Jornal Valor Econômico estará naquela cidade para entrevistar o prefeito Joseílton Ribita.
Motivo: Canaã dos Carajás foi o município brasileiro que apresentou maior evolução no Produto Interno Bruto (PIB). Hoje, Canaã possui o maior PIB per capita do Estado, R$ 46.854,00.

Valeu, comandante Fidel!

* Nilson Mourão - Aos 81 anos, Fidel Castro, em artigo escrito para o jornal Granma, reconhece que não tem mais saúde para continuar governando a Ilha. "Trairia minha consciência ocupar uma responsabilidade que requer mobilidade e entrega total quando não estou em condições físicas de oferecer isso", teria declarado o comandante.
Em longos anos de luta política, inclusive liderando a guerrilha, Fidel conseguiu libertar Cuba da exploração norte-americana que a havia transformado num cassino e num bordel. Feita a revolução vieram as transformações, mas também a reação interna e o confronto permanente com o imperialismo. Mesmo sendo submetido a um injusto e brutal bloqueio econômico, acompanhado de ameaças permanentes de invasão, Fidel realizou grandes conquistas nas áreas da educação, da saúde, da segurança alimentar e do trabalho para todos. Na ilha de 11 milhões de habitantes, a poucas milhas da Flórida, nenhuma criança morre de fome, e as desigualdades sociais são severamente combatidas.
Estive em Cuba uma única vez e por pouco tempo. Mas o suficiente para perceber que os cubanos, apesar de uma vida modesta, às vezes até austera, conseguem construir uma sociedade mais justa e solidária. Impressiona o nível de organização e politização do povo. E foi isso que garantiu a continuidade dessa experiência histórica, única em nosso continente, capaz de superar grandes crises, como as tentativas de invasão e o esforço fenomenal que foi feito por ocasião da desintegração da antiga União Soviética. Naquele momento, alguns vaticinaram que Cuba cairia como um castelo de cartas, a exemplo dos países socialistas do leste europeu.
Fidel e seu povo resistiram heroicamente. Creio mesmo que superaram a crise. Cuba hoje apresenta um excelente crescimento de sua economia, embora os desafios continuem. O heroísmo de Fidel consistiu em conduzir o seu povo desde 1959 até hoje. Passou o bastão sem crises políticas e sem contestações. Agora assume uma nova geração, que certamente promoverá novas mudanças, e Cuba continuará o seu caminho como sociedade socialista.
A luta de Fidel, contra o imperialismo e pela construção de uma sociedade que combata as desigualdades e a exploração por um mundo mais solidário, continuará. A soberania de Cuba, que repousa na organização popular, grande legado de Fidel, continuará sendo defendida com bravura pelo admirável povo cubano.
* Deputado federal (PT-AC)

DEM em rede nacional de rádio e TV

Conforme autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o partido Democratas (DEM) entra no ar nesta quinta-feira (21), no período das 20 às 20h10 e das 20h30 às 20h40, respectivamente em rede nacional de rádio e de TV, com inserções do partido.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Defensoria Pública inaugura núcleo em Parauapebas

Fotos: Waldyr Silva

Órgão fica na rua 11 nº 85, Cidade Nova


Prefeito Darci Lermen destaca parceria


Defensora Wellyda Barcelos


Defensora Kassandra Pinto

Funcionando desde outubro do ano passado no local, foi oficialmente inaugurada na última terça-feira (19) a sede da Defensoria Pública do Estado - Núcleo de Parauapebas -, localizada na rua 11 nº 85, bairro Cidade Nova.
A solenidade contou com as presenças do prefeito Darci José Lermen (PT), que esteve acompanhado do procurador-geral do município, advogado Hernandes Espinosa Margalho; chefe de Gabinete, Antonio Neto; secretários municipais de Saúde, Evaldo Benevides; de Educação, Raimundo Neto; e de Assistência Social, José das Dores Couto; vereadores Francisangela Resende, presidente da Câmara Municipal; Antonio Massud e Wanterlor Bandeira; advogado Jackson de Souza e Silva, presidente da seccional da OAB em Parauapebas; representantes das polícias Militar e Civil; e das justiças comuns e trabalhistas; além do subdefensor público estadual Adalberto da Mota Souto e das defensoras públicas Kassandra Campos Pinto e Wellyda Carla Rosa Barcelos, responsáveis pelo órgão local, entre outros.
Na oportunidade, o prefeito Darci Lermen destacou o convênio celebrado entre a prefeitura e o governo do Estado, no qual a prefeitura entra com o custeio do prédio, equipamentos e servidores públicos, garantindo o pleno funcionamento da repartição em Parauapebas.
Por sua vez, a vereadora Francisangela Resende frisou que, como moradora há mais de 20 anos no município, “hoje estamos vendo as coisas funcionarem em Parauapebas em prol dos mais oprimidos”.
Na sua fala, a defensora pública Wellyda Barcelos enfatizou a satisfação de ser de Parauapebas e poder trabalhar em favor das pessoas mais pobres do município.
Já a defensora Kassandra Pinto reconheceu que as instalações da Defensoria Pública do Estado em Parauapebas ainda não atendem necessariamente a demanda do município, mas a presença do órgão é um avanço significativo.
O subdefensor Adalberto Souto fez um breve relato da criação da Defensoria Pública no Estado, revelando que hoje o órgão conta com 88 defensores nos municípios de segunda entrância, entre estes Parauapebas, que agora disponibiliza as defensoras Wellyda Barcelos e Kassandra Pinto.
Antes do descerramento da placa inaugural do prédio, o pastor evangélico Nildo Cavalcante, da Igreja Betel Brasileiro, fez as bênçãos do local, por meio de oração.

Alepa reconhece associação comercial de Eldorado como utilidade pública

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) aprovou, na última terça-feira (19), projeto de lei que reconhece a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Eldorado do Carajás (Aciec) como sendo de utilidade pública ao estado. O projeto é de autoria da deputada estadual Bernadete ten Caten (PT).
As entidades que são declaradas como sendo de utilidade pública garantem a isenção de alguns tributos e impostos e a possibilidade de celebrar convênios com o estado.
A Comissão de Constituição e Justiça é uma das mais importantes da Alepa, pois avalia a legalidade das proposições que tramitam no Legislativo.
O projeto ainda precisa ser aprovado em plenário pelos demais deputados e seguir à sanção da governadora Ana Júlia Carepa, para que a utilidade pública seja efetivamente declarada. (Enize Vidigal)

Espaço da Poesia5

A piscina

Autor: Age de Carvalho

Numa lata de óleo
aflorava o pé
de cidreira à beira
da piscina
de pastilhas coloridas: o sorriso
da onça na Polaroid flamejante era
tempo,
couro, gases
no sopro do corpo,
ouro
na mandíbula jovem
que brilhava por nós,
que por ti brilhou
e se fechou após
quarenta e cinco
verões.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Renúncia de Fidel Castro ainda repercute

Depois de quase 50 anos no poder, o líder cubano Fidel Castro (foto) renunciou nesta terça-feira (19) aos cargos de presidente e comandante das Forças Armadas de Cuba.
Em artigo publicado no jornal do Partido Comunista, "Granma", Fidel afirmou que não vai mais voltar ao poder. Seu irmão Raúl Castro, que assumiu o cargo após o afastamento de Fidel, em julho de 2006, continuará na presidência até que a Assembléia Nacional, eleita em janeiro último, escolha o sucessor oficial de Fidel.
Os deputados terão 45 dias para anunciar a decisão, embora a permanência de Raúl seja o mais provável, segundo analistas.
Reeleito para o Parlamento em janeiro deste ano, Fidel assegurou em seu artigo que não aceitará um novo mandato como presidente do Conselho de Estado e comandante-em-chefe do país quando a Assembléia Nacional se reunisse no próximo dia 24 para a escolha.
Aos 81 anos, Fidel - que não aparece em público há 19 meses, desde que passou por uma cirurgia no estômago - alegou razões de saúde para se afastar do comando da ilha.

Comentários
Tarso Genro, Ministro da Justiça do Brasil - Deve ser observado o respeito à integridade do processo político cubano. O princípio da não-interferência e o consenso de que os cubanos saberão arbitrar seu próprio destino. Qualquer interferência externa, arbitrária e intolerante ou autoritária em um processo como o cubano efetivamente não ajuda.
George W. Bush, presidente dos EUA - Acredito que a mudança sinaliza em direção a uma transição democrática. Os EUA estão prontos a ajudar o povo cubano a alcançar as bênçãos da liberdade.
Gordon Brown, primeiro-ministro do Reino Unido - Desejamos que com a renúncia um novo caminho amplie a democracia no país.
Jean Pierre-Jouyet, ministro da França na União Européia - Um novo caminho se abrirá para a democracia.
Trinidad Jimenez, ministra da Espanha para a América Latina - A partir de agora, o presidente Raúl Castro pode desenvolver melhor o projeto de reformas que ele próprio tem divulgado. Acredito que ele iniciará as ações que tornarão a reforma realidade.
Gennady Zyuganov, chefe do Partido Comunista Russo - É uma decisão corajosa; e Fidel Castro ao tomá-la, tenho certeza, levou em consideração os interesses do país e do povo cubano.
Louis Michel, porta-voz da comissão de ajuda da União Européia - Reiteramos nosso desejo de engajar Cuba num diálogo construtivo.
Peter Kornbluh, diretor do Arquivo de Segurança Nacional, Washington, DC - Castro viveu não somente para ver a institucionalização da revolução que ele liderou, mas a passagem pacífica de poder para outra geração.

Troca de partido


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Café da manhã com diretores da Guanandi

Recebi e agradeço convite para participar de um café da manhã com Sandra Ralston e demais diretores da Guanandi, empresa que está construindo em Parauapebas a primeira comunidade planejada fora dos grandes centros do país, a ser realizado na próxima quinta-feira (21), às 9h30, na rua Araguaia nº 29, bairro Rio Verde, quando serão oferecidos mais detalhes sobre o projeto de construção das unidades habitacionais.

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Carro sem fumaça


Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia, EUA, trabalham para desenvolver um sistema que capture o carbono liberado pela queima de combustíveis fósseis. Seria uma solução para evitar as emissões de gases causadores do efeito estufa causadas pelos veículos. Eles são responsáveis por 23% das emissões vindas da geração de energia no mundo.
A idéia é que o sistema do carro seja capaz de separar o hidrogênio do carbono presente no combustível do carro. O hidrogênio, cuja queima não libera gases do efeito estufa, seria usado para impulsionar o veículo. O carbono seria armazenado em estado líquido em um compartimento do carro.
Quando uma boa quantia tiver sido acumulada, é só esvaziar o compartimento em uma espécie de posto. Depois, o carbono seria transportado até um local para guardar o carbono por muito tempo (como poços de petróleo e formações salinas no mar).
Os pesquisadores acreditam que ao longo do tempo o carbono armazenado passaria por transformações químicas e poderia originar mais combustível.
O projeto é bem audacioso. Já existem técnicas semelhantes para armazenar as emissões de carbono vindas de fábricas e de campos petrolíferos. Mas estão apenas em fase de experiência ainda, porque capturar e seqüestrar carbono é muito caro.
Além disso, os pesquisadores da Georgia também teriam de aperfeiçoar o sistema para mover o carro a hidrogênio. Eles têm muito trabalho pela frente. (Marcela Buscato)

Paysandu ganha de Vila Rica e Remo perde para Tiradentes

O Paysandu conseguiu a vitória por 1 a 0 diante do Vila Rica de Cametá, no Parque do Bacurau, em Cametá.
No outro jogo da tarde deste domingo (17), o Clube do Remo perdeu para o Tiradentes, por 1 a 0, no Mangueirão.
Com esses resultados, o Papão é líder do Campeonato Paraense e o Remo lanterna da competição.

Tuna empata com Pedreira e Castanhal com Águia

A Tuna Luso empatou com o Pedreira em 2 a 2, no estádio Francisco Vasques, em Belém, na manhã deste domingo (17).
No outro jogo, o Castanhal também empatou em 1 a 1 com o Águia, de Marabá, no estádio Maximino Porpino, em Castanhal.
Daqui a pouco, o Remo enfrenta o Tiradentes, no Mangueirão, e o Vila Rica joga contra Paysandu, em Cametá.

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Combate à dengue em Carajás

A equipe da Vigilância Sanitária de Carajás intensificou campanha interna de combate à dengue. Com a Serra dos Carajás inserida no Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD), os empregados da Vale e contratadas, que trabalham e residem na área da Serra, participam das ações estabelecidas pela Vigilância Sanitária, que incluem visitas domiciliares no núcleo urbano e área industrial e intensificação do fumacê, entre outras.
O objetivo da iniciativa é não permitir condições favoráveis para o desenvolvimento de qualquer espécie de mosquito. Com o envolvimento de todos, a campanha ganha reforço.

Reunião decidirá desocupação da fazenda São Marcos

Reunião marcada para a próxima segunda-feira (18), em Marabá, pretende discutir a possibilidade de solução pacífica para a questão da fazenda São Marcos, no município de Parauapebas. A reunião está programada para as 17 horas, na sala de audiências da Vara Agrária de Marabá.
A propriedade está ocupada por pessoas que se apresentam como trabalhadores sem-terras, que se recusam a desocupá-la, descumprindo liminar de manutenção de posse concedida pela juíza Cláudia Regina Favacho Moura, da Vara Agrária de Marabá.
O relatório do oficial de Justiça, incumbido da citação dos invasores, informou sobre a resistência que os citados à medida judicial e da necessidade de força policial para cumprimento da medida.
Em despacho, a magistrada deu ciência da situação à Ouvidoria Agrária Nacional e à Ouvidoria Agrária do Estado, diante da necessidade de força policial para efetivar a decisão. O assunto será objeto da apreciação dos órgãos envolvidos para que seja solucionado o impasse.
Participarão da reunião os desembargadores Gercino Silva, ouvidor Agrário Nacional e presidente da Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo; e Otávio Marcelino Maciel, ouvidor Agrário do Tribunal de Justiça do Estado e presidente da Comissão de Mediação de Conflitos Fundiários e da Comissão de Combate à Grilagem de Terras Públicas. (Fonte: ORM On-Line)

Itaú em Parauapebas

Em conversa informal nesta sexta-feira (15) em Marabá com o gerente da agência do Banco Itaú naquela cidade, Valmir Ribeiro Araújo, ele informou a este poster que a previsão de ianuguração da agência do Itaú em Parauapebas é no mês de abril.
O prédio que vai abrigar a nova agência bancária, localizado na rua F, bairro União, onde funcionou a loja Explanada, em frente a Praça de Eventos, está recebendo reforma de adaptações para atender ao banco.
Em todo o Brasil, o Itaú disponibiliza mais de 2.300 agências e mais de 22.000 caixas eletrônicos em agências, postos de atendimento bancário, empresas, quiosques e áreas de auto-atendimento.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Moeda


A VERDADE DOS FATOS

Acompanhe abaixo esclarecimento do prefeito de Canaã dos Carajás, Joseilton Ribita, sobre a prestação de contas de sua administração:
Mais uma vez a oposição Canaã dos Carajás age de forma irresponsável e politiqueira. Ardilmente, alguns vereadores inimigos do povo tramaram uma farsa contra a cidade, mentindo sobre as prestações de contas de meu mandato à frente da Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás nos anos 2005, 2006 e 2007.
Fizeram aprovar na Câmara Municipal um requerimento que solicita prestações de contas que já estão em andamento, dentro dos prazos legais, nos tribunais constituídos. Temos o protocolo de entrega dos documentos à Câmara Municipal, o Relatório do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e a certidão emitida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) encaminhada pela Associação dos Municípios do Araguaia e Tocantins (Amat), assinada pelo então presidente Darci Lermen, prefeito de Parauapebas, deixando claro que NADA CONSTA pendente como débito nos arquivos públicos com relação ao exercício financeiro de meu mandato desde o ano 2005, quando assumi a Prefeitura de Canaã.
Atônita diante das pesquisas que mostram ampla aprovação da minha administração, a oposição tenta jogar lama em meu nome. Empresário bem sucedido, sem precisar enriquecer ilicitamente, assumi o desafio de governar e transformar nossa cidade para melhorar a vida de todos. E isto tenho feito, como mostra a principal prestação de contas que faço, ao povo de Canaã, com as tantas obras e serviços que a partir de meu mandato melhoram a vida de nossa gente.
Agindo com tamanha irresponsabilidade e ódio, ao tentar me atacar, a oposição enlameia é a cidade de Canaã dos Carajás. Assim fizeram no ano passado, quando seis projetos de lei deixaram de ser votados, dentre eles o do orçamento municipal e o do concurso público, quase trazendo duros prejuízos para nossa cidade e nosso funcionalismo.
Agora, que estamos conseguindo pautar positivamente nossa cidade na imprensa nacional nas páginas da revista IstoÉ Dinheiro, assim como a imprensa estadual, quando estivemos no programa do jornalista Mauro Bonna, na RBA, e no programa do Marcelo Marques, na Band, a oposição insiste em manchar o nome de Canaã dos Carajás repercutindo uma grande mentira.
Jamais deixei de prestar contas de meus atos administrativos. Aliás, minha administração é tão transparente que, pela primeira vez, Canaã dos Carajás está adimplente, com as contas em dia, tudo certinho e limpo, o que possibilitou assinar convênios que trazem benefícios para nossa gente. Ao contrário de antigos gestores que tiveram suas contas reprovadas, e que agora se juntam contra mim, tentando inviabilizar a administração pública com mentiras e tramóias. Pela primeira vez em toda sua história há participação popular em Canaã dos Carajás. O povo decide junto, acompanha as obras e a aplicação dos recursos.
Ressalto: é dever de a Câmara Municipal cobrar a prestação de contas do Executivo. Ficou em silêncio nestes anos todos por quê? Porque sempre prestamos contas. E agora, mentem pra prejudicar nosso governo, nossa cidade, com objetivos escusos, sórdidos e traiçoeiros. Mas o povo sabe, o povo vê as obras, as escolas, os postos de saúde, os dentistas, a odontopediatria que é única em toda a região, o Criança Canaã, o Viver e Conviver que está sendo inaugurado agora, o pagamento em dia do funcionalismo público, o asfalto e a energia, a água, a telefonia, as pontes e galerias que integram a cidade, as zonas urbana e rural. O povo vê nossa cidade que está sendo construída agora. Nosso governo é reconhecidamente um governo de trabalho, seriedade e compromisso popular. Estão aí as inúmeras parcerias com a Vale, com o Governo do Estado e com o Governo Federal e os tantos projetos que temos aprovados na área da saúde, da educação e da assistência social. Por isso a oposição mente porque não tem como justificar sua ira contra mim.
Agradeço às inúmeras manifestações de solidariedade que tenho recebido de vários políticos e empresários sérios que acompanham nosso trabalho em todo o Estado, mas, sobretudo, agradeço ao povo de Canaã, que demonstra inteiramente que está ao meu lado defendendo nossa cidade. E mesmo estando consciente da transparência, da honestidade e da seriedade de meu trabalho como gestor maior do município, por respeito à Câmara Municipal, entregarei os documentos no prazo solicitado. Nada temo. Tenho a consciência tranqüila e vejo esta confiança nos olhos das pessoas de nossa cidade.
Não à mentira e à politicagem. Sim ao trabalho e a honestidade que trazem uma cidade, uma vida melhor para todos.
Joseilton Ribita
Prefeito Municipal de Canaã dos Carajás

Assessora explica prestações de contas do prefeito Ribita

Recebo, via e-mail, da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Canaã dos Carajás esclarecimento sobre as prestações de conta do prefeito Joseilton Ribita, questionada pela Câmara Municipal, conforme abaixo:
Prezado (a),
Cumprimentando-o (a) pelo expressivo trabalho, solicito divulgação da nota abaixo assinada pelo prefeito de Canaã dos Carajás, Joseilton Ribita, acerca do requerimento aprovado na Câmara Municipal em 7 de fevereiro de 2008, solicitando a prestação de contas dos anos 2005, 2006 e 2007, entre outros.
Sobre o assunto, esclareço o que segue:
1) A administração municipal Joseilton Ribita está com suas contas em dia. Toda a documentação referente à prestação de contas dos anos 2005 e 2006 está auditada e em processo de aprovação no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A documentação relativa ao ano 2007 encontra-se sob análise técnica naquele Tribunal.
2) O que se encontra pendente no TCM, com relação à Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, são relatórios quadrimestrais de Gestão Fiscal e de Execução Orçamentária do ano 2003 e a Lei de Diretrizes Orçamentárias, a Lei Orçamentária Anual, o Balanço Geral, o Balancete Financeiro e o Relatório de Execução Orçamentária de 2004, portanto, do ex-gestor, que teve suas contas reprovadas no TCM.
3) No dia 31 de janeiro de 2008, a Prefeitura Municipal recebeu Certidão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), encaminhada pelo então presidente da Associação dos Municípios do Araguaia e Tocantins (Amat), prefeito de Parauapebas, Sr. Darci Lermen, certificando que NADA CONSTA como débito em nome do prefeito de Canaã dos Carajás.
4) A Prefeitura de Canaã dos Carajás pela primeira vez em sua história está adimplente por esforço direto desta administração municipal, mesmo tendo débitos e pendências de prestações de contas de gestores anteriores, como é amplamente conhecido.
5) A prefeitura possui os ofícios protocolados de entrega da documentação de prestação de contas à Câmara Municipal de Canaã dos Carajás.
6) Está injustificada, portanto, a solicitação constante no referido requerimento da Câmara Municipal, que mesmo assim será respondido no prazo solicitado.
Atenciosamente,
Ghyslaine Cunha
Assessora de Comunicação da PMCC

Valciney quer redivisão do Pará na pauta da Amat

O novo presidente da Associação dos Municípios do Araguaia e Tocantins (Amat), prefeito Valciney Ferreira Gomes, de Palestina, quer que a redivisão territorial do Pará, com a criação do Estado de Carajás, entre na pauta de discussões da entidade juntos aos governos estadual e federal.
Ele quer também mais envolvimento entre os prefeitos que integram a entidade, para que as ações sejam não só debatidas, mas também efetivadas, uma vez que as conquistas da associação dependem dessa agregação. E é justamente a reunião de todos os prefeitos uma das dificuldades enfrentadas pela Amat.
"Não é muito fácil reunir os prefeitos em sua totalidade. Esse é um ponto importante, pois a Amat funciona como um fórum para debater os problemas da região. Em 2006, por exemplo, nos mobilizamos em Brasília para discutir os repasses de recursos para a região sul/sudeste do Pará", lembra o presidente.
Quanto às propostas de trabalho, Valciney adianta que procurará a governadora Ana Júlia Carepa para tomar decisões em relação a questões como a violência na região e o andamento dos projetos do PAC.
"Espero ser recebido pela governadora e esse diálogo entre os prefeitos e o governo é importante para realizar os projetos maiores", salienta Valciney Gomes.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Tuna empata com Coritiba em 0 a 0

A Tuna Luso empatou em zero a zero com o Coritiba (PR) no Mangueirão, na noite desta quarta-feira (13). O jogo foi válido pela primeira rodada da Copa do Brasil.
Com o resultado, a equipe paraense garante o jogo de volta, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, no dia 27 de fevereiro, às 20h30.
O outro representante paraense na competição é o Clube do Remo, que estréia no dia 27 de fevereiro, contra o Central, em Caruaru (PE).
A rodada de abertura da competição teve 32 equipes em campo.

PTC em rede nacional de rádio e TV

Conforme autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Partido Trabalhista Cristão (PTC) entra no ar nesta quinta-feira (14), no período das 19 às 19h05 e das 19h30 às 19h35, respectivamente em rede nacional de rádio e TV, com inserções do partido.

Banda Legionários


Últimas dicas para enfrentar o aquecimento global e outros desafios da atualidade

24 – Se tiver chance, prefira um notebook. Ele consome menos energia que um computador de mesa.
25 – Prefira papel ecoeficiente ou reciclado. A produção do ecoeficiente usa de maneira racional os recursos da natureza. Tem como matéria-prima o eucalipto plantado para essa finalidade e colhido após sete anos. Para ficar com a aparência que todos conhecem, enfrenta processo de branqueamento. O papel ecoeficiente é feito de fibra de árvores manejadas de forma sustentável, evitando o impacto negativo no meio ambiente.
26 – Já reparou na quantidade de copos de plástico jogados no lixo no fim do expediente? Mude isso: traga de casa sua própria caneca ou uma garrafinha para água. Você ditará moda entre os colegas e será invejado pelos tolos.
27 – Esqueça-se do elevador e use mais a escada, se tiver de subir ou descer um ou dois andares. Afinal, além da economia de energia elétrica, tanto esforço pode resultar em um corpinho mais saudável.
28 – Faça seu dinheiro trabalhar a favor de causas nobres. Diga ao gerente do banco que você quer aplicar em investimentos socialmente responsáveis, os ISRs. Dessa forma, seus lucros virão de empresas que respeitam práticas ambientais e trabalhistas.
29 – Exerça a cidadania. A internet e o telefone são bons canais de comunicação com representantes de sua cidade, seu estado ou país. Mobilize-se e certifique-se de que seus interesses e os da comunidade sejam atendidos.
30 – “Plante uma árvore. Ela pode absorver até uma tonelada de CO2 durante sua vida e é bom abrigo a aves”, ensina Xico Graziano, secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Se você é daqueles que não gostam de sujar as mãos, ao menos se inscreva em programas de plantio pela internet, como o Clickarvore.
31 – Conscientize seus filhos dos problemas com o aquecimento global sem fazer terrorismo. A idéia não é deixá-los sem esperança, mas bem informados e dispostos a cuidar melhor do planeta que as gerações passadas.
32 – Convença aquele amigo, parente ou vizinho mais cético de que as atitudes aqui sugeridas podem ajudar o mundo para melhor. Se você é cético, comece a convencer-se disso. Afinal, alguém tem de fazer alguma coisa para reverter esse jogo a favor da sustentabilidade.
33 – Passe adiante essas informações. Discuta-as com os amigos, vizinhos, o pessoal do prédio. Disseminar as práticas aqui sugeridas é uma atitude sustentável. O futuro a gente faz agora.
Fonte: Manual de etiqueta Planeta Sustentável (www.planetasutentavel.com.br)

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Prefeito de Palestina volta a presidir a Amat

Com 23 votos a favor e 7 para o concorrente Geraldo Fernandes (o “G”), o prefeito de Palestina, Valciney Ferreira Gomes (foto), assume a presidência da Associação dos Municípios do Araguaia-Tocantins (Amat) pela segunda vez.
A eleição ocorreu nesta terça-feira (12), em Marabá, com a presença de vários prefeitos da região associados à entidade.
Valciney Gomes recebe de volta o comando da Amat das mãos do colega Darci José Lermen, a quem passou o cargo no dia 9 de fevereiro do ano passado.

Vale inaugura escritório em Parauapebas

A Vale inaugura nesta terça-feira (12), às 10 horas da manhã, o novo escritório da mineradora em Parauapebas, localizado ao lado da portaria que dá acesso à Floresta Nacional de Carajás.
No espaço funcionarão os atendimentos da Valia - previdência privada dos empregados Vale; da Coopvale - cooperativa de crédito mútuo - e ainda as áreas de Recursos Humanos, Suprimentos, Comunicação e Segurança Patrimonial.
Com três prédios, o espaço promete aproximar a Vale da comunidade e dos empregados que residem no município. Foram convidados para a inauguração autoridades locais e empregados da Vale.
Na próxima quinta-feira (14), a empresa inaugura a nova portaria de acesso às minas de Carajás, no km 28 da Estrada Raymundo Mascarenhas.

Justiça federal condena seis ‘hackers’ em Belém

O juiz Rubens Rollo D’Oliveira, da 3ª Vara da Justiça Federal em Belém, condenou seis integrantes de uma quadrilha presa por fraudar o sistema financeiro através da internet.
Marcos Antonio Cordeiro dos Santos, Diogo Sarmento Silva, Severino Cardoso da Silva, Francisco das Chagas Teixeira Lopes, Flávio Barros Sobrinho e José Marques Pereira do Nascimento foram denunciados no ano passado pelo Ministério Público Federal e agora sentenciados a penas que variam entre 6 e 12 anos de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, furto qualificado e quebra de sigilo.
Eles foram flagrados na operação Control Alt Del, da Polícia Federal, e estão presos desde dezembro de 2006. São considerados peças importantes no funcionamento do esquema e atuavam como programadores - criando clones de páginas dos bancos, mensagens eletrônicas com “iscas” e programas para copiar senhas - ou como usuários-responsáveis por operar os programas espiões e coletar os dados bancários das vítimas.
De acordo com a denúncia do MPF, os criminosos espalhavam pela internet, através de mensagens eletrônicas, “o programa de computador denominado Cavalo de Tróia, o qual, ao ser aberto, capturava informações inseridas pelos usuários dos computadores infectados, que, posteriormente, eram remetidas para contas de correio eletrônico criadas por membros da quadrilha”.
Outra maneira de atuação era emitir mensagens ameaçadores, anunciando a suposta inadimplência da vítima com instituições financeiras, pedindo diretamente dados bancários como número de conta corrente, senha e agência. E um terceiro método é a criação de clones dos sites dos bancos, que encaminham o usuário para um ambiente onde todos os dados bancários são copiados para uso da quadrilha.
Entre as provas que levaram às condenações estavam pen drives, notebooks e computadores apreendidos com os acusados. A perícia da Polícia Federal encontrou listas de senhas bancárias, senhas de e-mails, números de contas bancárias e listas de endereços eletrônicos que serviam de alvo, além de vários programas que serviam às atividades dessa quadrilha.
As fraudes descobertas na operação Control Alt Del deram origem a sete processos contra cerca de 50 réus, que tramitam na Justiça Federal em Belém. Os seis agora condenados são os primeiros sentenciados do caso. (Fonte: MPF/PA)

Espaço da poesia4

Poema

Autor: João de Jesus Paes Loureiro

As palavras arfando entre virilhas
entre lábios
cópulas de consoantes e vogais.
Saboreadas palavras
defloradas palavras
túmidas palavras
ávidas
oh! palavras
arfando umidamente entre pentelhos.
Suor. Calor. Odor. Linguagem. Gozo.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

A Amazônia em Nova York

A partir de abril, a cidade mais cosmopolita do mundo, Nova York, vai ganhar ares de selva. Até julho, estará em cartaz a exposição Brasil Amazônia, considerada pelos organizadores como a maior mostra já feita sobre o tema. Espera-se que mais de 250 mil pessoas participem das atividades que integram a exposição.
A programação se espalhará por 11 pontos da cidade, incluindo a sede da ONU, onde acontecerá a Conferência das Nações Unidas sobre o Aquecimento Global e os Impactos das Mudanças Climáticas na Amazônia. A exposição mostrará como as mudanças climáticas podem afetar a maior floresta tropical do mundo e apresentará projetos que promovam o desenvolvimento sustentável da região.
“O objetivo é mostrar que a Amazônia é linda, sim. Mas que tem problemas e que há milhões de pessoas que vivem lá”, diz Ana Cláudia Agazzi, diretora-executiva da exposição. Ana Cláudia conta que parte do dinheiro arrecadado com a bilheteria vai para um fundo destinado a organizações não-governamentais que atuem na região.

Algumas das atividades
* Mapa vivo da Amazônia – é principal atração do evento. O público caminhará por uma instalação com rios, pontos geográficos, cidades e casas autênticas da região amazônica no South Street Seaport, no pier 17. Também haverá oficinas com artesãos
* Festival de cinema no Smithsonian Institute
* Exposição Amazônia Design, Moda e Ecomercado, no World Financial Center - mostrará os produtos típicos da região e experiências inovadoras de produção sustentável
* Apresentações musicais, palestras e teatro infantil no Central Park
(Marcela Buscato, da Revista Época)

UFPA convoca candidatos cotistas

A Universidade Federal do Pará (UFPA) está convocando os candidatos cotistas a uma vaga no Processo Seletivo Seriado (PSS) 2008, inscritos em Parauapebas, a comparecer ao Centro Universitário (Ceup) munidos de comprovante de conclusão do Ensino Médio em escola pública.
Os candidatos pendentes de regularização são Alyne Sousa da Silva, Ana Paula Ferreira Sampaio, Arisson Albuquerque Aires, Clarice Costa de Sousa, Di Alexandre Rodrigues de Oliveira, Diego Reis Gonçalves, Érica Bogéa de Lima, Felipe Figueiredo Rocha, Francisco Beolândio dos Santos Silva, Gediane dos Santos Silva, Irislene Santos Paiva, John Pereira da Silva, Leidiane Soraia da Silva, Rayane Eliara de Souza Alves e Ricardo da Fonseca de Sousa.
O horário de atendimento vai das 8 às 14 horas, até a próxima quarta-feira (13).

Fria


domingo, 10 de fevereiro de 2008

Deu no blog do Bacana

CHEGA MAIS - Escutei de Darci Lermen, prefeito de Pebas, que pode vir um acerto entre ele e Bel. Darci vem agora, abrindo espaços para a turma de Bel nas secretarias e a deputada vem para a próxima com apoio de Darci.
Faisal? Segundo Darci, cabe ele e seus aliados na cuia de chimarão do prefeito - rs, rs, rs.

Horário de verão encerra no próximo sábado

Iniciado a zero hora (00h00) do dia 14 de outubro de 2007, quando os relógios foram adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o horário de verão será encerrado às 24 horas (meia-noite) do próximo sábado (16), quando os relógios devem ser atrasados em uma hora.

Blogger com dengue

Em virtude de brusco acomentimento de dengue, este blogger não vem podendo atualizar regularmente este espaço. Mas, a partir de terça-feira (12), provavelmente, o blog será normalizado. Até lá.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Bob Marley será homenageado por regueiros do Pará

O músico, cantor e compositor Bob Marley (foto), maior referência do movimento reggae mundial, será homenageado no próximo sábado (16) por várias bandas regueiras de Belém.
A festa acontece na chácara Candeira, no Entroncamento, com as bandas Baseado em Roots e Ras Eduardo (PI); e os DJs Enilson Nonato, Daniel Moraes, VP Roots e Serginho.
O horário de início da programação e os valores dos ingressos ainda não foram divulgados pela Associação Cultural dos Movimentos Reggae do Pará (Amor).
Bob Marley nasceu no dia 6 de fevereiro de 1945, em Vila Nine Mile, interior da Freguesia de Ann, norte da Jamaica, e completaria neste mês 63 anos de idade. Ele faleceu em 11 de maio de 1981, em um hospital de Miami, Estados Unidos, vítima de câncer.
O músico jamaicano ficou conhecido como um dos divulgadores do reggae em fins da década de 1960. Quando morreu já era o mais famoso músico de reggae do mundo. Suas primeiras canções eram uma mistura de calipso e soul.
Entre seus discos, destacam-se “Catch a fire” (1972), “Burnin’” (1973), “Matty dread” (1975), “Rastaman vibrations” (1976), “Exodus” (1977) e “Babylon by bus” (1978).
As origens do reggae somam uma combinação de tradições folclóricas africanas com o jazz, o gospel e o calipso, que chegaram à Jamaica nos anos 40.
Na década seguinte, a influência das estações de rádio de rhythm and blues norte-americanas, principalmente as de Nova Orleans, levou os músicos jamaicanos a experimentar novos padrões na bateria e no baixo.
Este estilo sempre em evolução tornou-se conhecido, nos anos 1960, como Ska e foi representado por artistas como Prince Buster e The Skatalites.
Em 1966, o ritmo já havia se transformado em uma forma mais melodiosa, denominada rocksteady, que, mais tarde, deu lugar ao reggae.
Bob Marley tornou-se o artista do gênero com o maior número de produções, unindo melodias influenciadas pelo estilo Soul a letras vociferantes. Sua música era caracterizada pelo rastafari, uma mistura de misticismo bíblico e consciência afro-caribenha. Marley e muitos outros músicos jamaicanos cantaram sobre o libertar-se da opressão e a luta por seus direitos. (Fonte: O Liberal On-Line)

Beija-Flor é campeã do carnaval carioca





A escola de samba Beija-Flor venceu o carnaval carioca em 2008, com 399,3 pontos de 400 possíveis, segundo apuração realizada agora a pouco no Sambódromo do Rio de Janeiro. Em segundo lugar, ficou Salgueiro, e em terceiro, a Grande Rio. Foram rebaixadas as escolas Porto da Pedra e São Clemente.
Com a vitória, a Beija-Flor soma 11 títulos na elite do carnaval do Rio. Apenas nos últimos seis anos, foram cinco vitórias: 2003, 2004, 2005, 2007 e 2008.
A São Clemente perdeu 0,5 ponto por ter apresentado uma componente com a "genitália desnuda", segundo a liga das escolas de samba. Já a Grande Rio perdeu 0,1 ponto em razão de seu oitavo carro alegórico, que se desacoplou.
A liga considerou que eram dois carros, totalizando nove alegorias – oito era o número máximo permitido. (Fonte: G1)

Corporativismo


terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Primavera e Bicho Papão são campeões do carnaval de Parauapebas

Fotos: Bariloche, Eliésio e Waldyr Silva

Mesa de apuração dos votos


Empolgação dos integrantes do Bicho Papão


Mocidade contou com porta-estandarte

Público na Praça de Eventos

A escola de samba Mocidade Independente do Primavera, com 83 pontos obtidos do corpo de jurados, e o bloco carnavalesco Bicho Papão, que conquistou 42 pontos, são os grandes campeões do carnaval de rua deste ano em Parauapebas. O resultado foi divulgado pela comissão organizadora no início da noite desta terça-feira (5) na Praça de Eventos.
Em segundo lugar, no grupo das escolas de samba, a Unidos da Latinha obteve 78 pontos e em terceiro a Sol Nascente, com 49 pontos, enquanto que o segundo lugar na categoria blocos ficou para o Samuray, com 40,5, e a terceira posição com o Piu-Piu, que obteve 40 pontos dos jurados. Como de praxe, o resultado não agradou aos dirigentes da escola de samba Unidos da Latinha, que acusaram haver “cartas marcadas” na votação do corpo de jurados.
Por sua vez, o carnavalesco Raimundo Pinto, um dos diretores da Mocidade Independente do Primavera, declarou que o resultado foi justo, “porque trabalhamos com afinco e amor por nossa escola”.
Já Jean Carlos, do Bicho Papão, informou que com o resultado, que eleva o bloco à categoria de escola de samba, a agremiação conta com 90% de desfilar como escola, agora com o nome Acadêmicos do Rio Verde.
Na avaliação de José das Dores Coutinho, secretário municipal de Assistência Social, pasta responsável pelo carnaval, os protestos de quem perde uma competição são compreensíveis por parte dos coordenadores da festa momesca.

Resultado de pesquisa do blog
O blog perguntou: “Qual escola de samba você acha que será campeã em Parauapebas neste carnaval?”
Voto dos visitantes
Primavera: 66,67%
Latinha: 23,33%
Sol Nascente: 10%

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Mais 10 dicas de como enfrentar o aquecimento global e outros desafios da atualidade

14 – Muito luxo produz muito lixo. Pense antes de sair comprando tudo o que aparecer pela frente. Com essa atitude, você vai fazer a diferença, combatendo o desperdício, diminuindo a montanha de embalagens descartadas e, de quebra, espantando as dívidas.

15 – Leve o campo para dentro de sua casa ou apartamento em plena cidade grande: cultive uma pequena horta em vasos ou mesmo num cantinho do quintal. Além de higiene mental, você colherá ervas, condimentos e hortaliças frescas diretamente da terra.

16 – Não asfixie suas plantinhas com adubos químicos. Restos de alimentos que você despeja na lixeira são bons fertilizantes orgânicos. Parece incrível, mas espalhar casca de ovo, de fruta e de legume, pó de café, saquinho de chá e pão velho nos vasos ajuda a deixar as plantas mais fortes e bonitas.

17 – Sofrer em engarrafamento para ir ao banco e depois testar a paciência numa fila interminável são coisas do passado. Faça uso da tecnologia, colocando em dia todas as suas transações financeiras pela internet, sem sair do conforto de casa.

18 – Que tal fazer compras caminhando até o mercadinho perto de sua casa ou divertir-se indo à feira a pé toda semana? Vá lá, pode ser que um ou outro produto esteja um pouco mais caro que naquele hipermercado de sua preferência. Mas pense na economia de combustível e de paciência que você terá sem precisar procurar vaga no estacionamento lotado.

19 – Prefira consumir produtos locais e de estação. Eles não precisam ser transportados de longa distância e, por isso, a emissão de carbono e de poluição é mínima. Saiba que a última moda nos melhores restaurantes da Itália é o “cardápio 0 km”. Eles servem apenas pratos feitos com ingredientes provenientes de produtores da vizinhança.

20 – Pare e pense bem antes descartar todos aqueles objetos que já não interessam mais a você. Que tal doá-los a alguma entidade assistencial? Pode ter certeza: esse material que está apenas ocupando espaço em sua casa certamente será útil para muita gente.

21 – “Ao fazer compras, leve sua própria sacola, de preferência as de pano resistente”, aconselha o presidente do Instituto Ethos, Ricardo Young. Com esse gesto simples, você deixará de participar da farra das sacolinhas plásticas, que entopem cada vez mais os lixões das grandes cidades.

22 – Lute para que a companhia onde você trabalha adote atitudes mais sustentáveis. Pressione para que a direção da empresa tome medidas de economia de energia elétrica, água e materiais de consumo. Bem, se você não conseguir mudar nada, pense seriamente em mudar de emprego. Afinal de contas, você não precisa de chefe para ser bom cidadão.

23 – A quantas reuniões rápidas você já teve de ir depois de enfrentar horas no trânsito para ir e voltar? Às vezes é possível resolver isso por telefone ou em programas de comunicação on-line de seu computador. Continua.
Fonte: Manual de etiqueta Planeta Sustentável (http://www.planetasutentavel.com.br/)

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Espaço da poesia3

Histórias mortas

Autora: Rosângela Darwich

Depois de mortas todas as histórias,
os segundos seguiram-se em suicídio.
Palavras contrapostas ao eterno
fecharam-se em círculos.
Os deuses foram expulsos em segredo
do céu desfeito em paraíso.
Havia sido o riso, havia sido o medo,
a glória, havia sido.
Asas do nada, a memória
deste corpo vazio como o espírito.
Asas do nada, a memória
concorda, enfim, comigo.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Passageiros de trem recebem preservativos

A Rede Voluntária da Vale no Sudeste do Pará, em parceria com o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Parauapebas, a Secretaria Municipal da Mulher (Parauapebas), o Canal Futura e o Instituto Samuray Zen de Parauapebas, realizou nesta sexta-feira (01) campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), através do "Estação Prevenção", nas estações ferroviárias de Parauapebas e de Marabá.
Além de distribuir camisinhas masculina e feminina, os voluntários levaram informação e orientação de forma alegre e contagiante aos passageiros.
Desde as 4 horas da manhã, os voluntários fantasiados cantaram marchinhas de carnaval, acompanhados por uma banda montada com instrumentos doados pelo Colégio Pitágoras.

Combate ao trabalho escravo tem recorde em 2007

O combate ao trabalho escravo registrou, em 2007, seus maiores números desde a criação, em 1995, do Grupo Móvel de Fiscalização que atua na vistoria de fazendas.
No ano passado, foram realizadas 110 operações, 5.877 trabalhadores foram libertados e o valor de indenizações pagas por proprietários dos imóveis rurais flagrados em irregularidades chegou a R$ 9,8 milhões. Esses três indicadores são recordes nesses 13 anos, segundo dados do Ministério do Trabalho.

Comparação
Se comparado com os oito anos do governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), os números favorecem os cinco anos de gestão de Luiz Inácio Lula da Silva. De 1995 até 2007, os fiscais promoveram 621 operações. Desse total, 443 (71,3%) ocorreram nos últimos cinco anos (2003 a 2007).
Desde a criação do Grupo Móvel, os auditores conseguiram libertar 27.645 pessoas que trabalhavam em condições análogas à de escravo, sendo 21.754 delas (78,6%) no governo Lula.
Esses percentuais sobem ainda mais quando se compara pagamento de indenizações aos trabalhadores. Dos R$ 38,4 milhões pagos, R$ 34,9 milhões (90,8%) se deram no atual governo. Quando o grupo foi criado, havia apenas uma equipe de auditores do Ministério do Trabalho.
Hoje, existem oito equipes compostas por fiscais, procuradores do Trabalho e delegados e agentes da Polícia Federal. Em 2004, foi criado o Cadastro de Empregadores flagrados explorando mão-de-obra escrava, conhecida como "lista suja". Os proprietários rurais citados nessa relação ficam impedidos automaticamente de obter empréstimos em bancos oficiais.